sábado, 9 de abril de 2022

Adeus Maria de Jesus


Há meses, por ocasião da sua morte, escrevi aqui, o quanto me ligava ao António Serra Lopes e à sua mulher Maria de Jesus. Foram anos muito importantes na minha vida, aqueles que compartilhei com ambos.

Deus permitiu sempre que as minhas  mágoas pudessem ser amenizadas com aqueles amigos cujo ombro nunca falta. Foi o caso da Maria de Jesus e do António. Com eles foram os maus bocados e os bons conselhos que sempre me deram.

Há pessoas com quem nos cruzamos porque Alguém dispôs que elas seriam uma presença benéfica nas nossas vidas. Minha querida Maria, despeço-me de ti, com lágrimas nos olhos, porque fui apanhada completamente de surpresa. Mas levas contigo os segredos que te confiei, as risadas que por causa de alguns deles demos e a imensa ternura que nos uniu. Que descanses em paz, junto ao Antonio! 

HSC

2 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Os meus sentidos pêsames.
Paz à sua alma.
Os meus cumprimentos.
Irene Alves

Pedro Coimbra disse...

Sentidos pêsames.