segunda-feira, 1 de julho de 2019

Sandra Nobre e a Sentada Familiar


Há uns meses, coloquei aqui um post sobre o programa da 24 Kitchen chamado A Sentada Familiar e elogiei a simplicidade com que a sua autora nos explicava os pratos que fazia. E nos quais a sua origem africana deixava uma marca, por mim muito apreciada, já que passei um tempo bem gostoso por aquelas terras.
Mas o que na altura me chamou mais a atenção, para além das curiosas receitas que nos disponibilizava, era a forma como ela conduzia o programa. Nada de toillettes exóticas que ninguém leva para a cozinha, apenas os jeans e as camisas constituiam a sua "farda" e isso contribuia muito para que a nossa atenção se centrasse sobre a comida. Por mim, encantada, dado que era uma mais valia. É que também é deste modo que preparo as refeições da família.
Uma vez, há talvez um ano, encontrei-a acidentalmente num jantar em casa da Rita Delgado e aproveitei para lhe elogiar o seu programa. Apesar de surpreendida, pareceu-me realmente feliz com o elogio.
Há pouco tempo soube que iria lançar um livro com as suas receitas. Recebi-o hoje das mãos da amiga comum. Estive toda a manhã a vê-lo e confirmei tudo o que antes me parecera. A Sandra Nobre do livro é exactamente aquela que vemos na televisão. Uma chef!
As receitas, excelentes, estão bem arrumadas pelas estações do ano, num livro cuidado, cuja edição pertence à Casa das Letras e ao canal onde trabalha. Vale a pena adquiri-lo e vale a pena assistir aos seus programas.
A Sandra é uma profissional que se prepara, que estuda e que, espero, tenha ambições de ir cada vez mais longe. À escala nacional, para mim, o seu programa e o da Catia Goarmon são os que mais se aproximam daquilo que eu julgo deverá ser o objectivo a atingir.
Por isso, espero que outros livros dela venham a surgir e que o seu programa continue com a mesma simplicidade a que já nos habituou.

HSC

19 comentários:

Sandra Nobre disse...

Querida Helena Sacadura Cabral:
Adorei o que aqui escreveu sobre o meu livro embora tal se deva mais à sua simpatia e generosidade do que ao meu mérito.
Um beijinho grande desta admiradora. Sua,
Sandra Nobre

Anónimo disse...

Adoro este programa que agora até está renovado. Tem toda a razão. Assistir à Sandra fazer comida até nos aquieta.
Bjo da Katia

Anónimo disse...

Tem muita razão. A Sandra Nobre é de uma grande serenidade e leva muito a sério aquilo que faz. Por isso é chef e não apenas uma boa cozinheira!

Tomás

pedro garcia marques disse...



Muitas pessoas do tudo nosso povo disse isto...
Em purugal agora..sempre, sempre muitos, muitos problemas em putogalo-landia...sempre!

Agora em putugalolandia muitas pessoas vivem no pasado com cabesa no cu....em um mundo dos Fantasias e nao em nossa realidade de Sopas dos pobres, z-e-r-o trabalhos, economia lixa etc., etc. Que vai faser?

E muitas pessoas tem vivendo no pasado tambem e por isso borar tudos comentarios que fala dos verdades!

*Muitas pessoas vivem no mundo dos Fantasias agora em portugalo landia...muitas!!*

putugal agora atolado na merda! Que vai fasser pa no "fix"?


Nome: Pedro Lopes.Problemas? Nao Problemas amigos! Visitem meu pagina web no youtube e reportar os problemas a youtube ja que google, youtube e Blogger seu na mesma empresaria.
Meu Pagina: https://www.youtube.com/channel/UCbdqhyJx-1yPliHs7_apF2g

Beijos e boa sorte amigos :) E lembrate Sempre...que vai fasser tu? E Olivenza bella cidade Espanhola por Graca de Deus!! E lembrtae do Wiryamu Mozambique covardes portoputas?? do Wiryamu Mozambique covardes?? Nimguma pessoa fallar do isso?? putugal o pior colonizador no mundo!


*****
adicione meu Blog ao seu blog amigos!!!!!*****

Unknown disse...

Olá ! Vejo muito pouca TV mas estes comentários saudáveis despertaram - me interesse . Qual é o canal e hora ? Um abraço e boa continuação Fátima Pinheiro

Virginia disse...


Sou assidua do 24Kitchen, pôe-me bem disposta, distrai-me, dá -me gosto só de ver, mas também já aprendi imenso com todos os chefs que la aparecem. A Filipa Dias é o oposto da Sandra Nobre , são condimentos diferentes , mas ambas têm muito valor e graça. Tb gosto do Jamie e do cozinheiro sueco (?) e até já aprendi algumas palavras nessa língua maluca !! Espero que continuem a transmitir o Masterchef USA, que me entusiasma imenso. Uma coisa é certa, o canal é mesmo uma mais valia!

Anónimo disse...

A tia Cátia tem dois tiques: falar a toda a hora e desora dos pratos da mãezinha (que exagero!) como forma de pretensa prova de autenticidade, muito em voga, e repetir que faz tudo à sua maneira (a guide line do seu programa). Mas a maneira da tia Cátia é muito rebuscada, mistura tudo com leite condensado (acredite-se ou não, até mistura limonada com leite condensado, um pesadelo!), é mais mel, mais açúcar, mais natas, mais manteiga, é mais, mais, é mesmo «prá engorda». De qualquer modo a tia Cátia é muito melhor do que a rainha das mixórdias, a voluptuosa e bela Nigella, que fazia coisas como esfarelar uns brioches comprados feitos e atirar-lhes para cima com leite-creme inglês de pacote e já está! Depois devorava tudo num segundo, sem sequer saborear, tudo muito neurótico. No início a miúda rockabilly, Filipa, tinha a sua graça, pela novidade e frescura, mas depois... teve de inventar à pressão umas mistelas com twist, com um aspecto intragável, e já não a posso ver, mudo logo de canal. Além disso, Filipa engordou, os atavios complicados já não lhe ficam nada bem, tornou-se numa espécie de rebolona convencida «Vocês façam isto, vocês façam aquilo!». São programas sem uma filosofia clara, uma misturada difícil de captar, querem agradar a todos. Acabam por ser preferíveis programa mais definidos como «Doces do Ofício» do chef de pastelaria Francisco Moreira, que não engana ninguém, faz doces CALÓRICOS bem feitos. «A Sentada» é um misto de raízes africanas interessantes com pretensões à finesse da haute cuisine. Por isso elejo a maravilhosa Iara Rodrigues e o seu programa «Naturalmente», a única que sabe o que está a fazer num país com necessidades prementes de mudança de hábitos alimentares e de conhecimento dos alimentos. Nutricionista, Iara Rodrigues, estuda, investiga, experimenta, para criar e aprimorar receitas não só saudáveis, mas saborosas e apelativas, dentro dum conceito e de uma prática já muito distanciada, felizmente, da tristeza enfadonha da ideia de dieta do português em regime.

Paulo Hurst disse...

Ela tempera, acima de tudo, com amor...

Unknown disse...

Parabens Sandra. Tem previsao de lancat o livro em Angola? Se sim, Para quando? Sucessos

Helena Sacadura Cabral disse...

Unknon

O canal é o 24 Kitchen. As horas variam consoante o dia da semana.

Anónimo disse...

Se todas as mães e avós fossem boas cozinheiras não tínhamos tanta obesidade e excesso de peso nas crianças e nos adultos, que se devem sobretudo a erro alimentar. É um mito, por muito que gostemos das nossas mães e avós. Da sentada acaba por não se saber grande coisa, não se chega a perceber o que é mesmo. É uma mesa abastada, uma mesa popular, são receitas pobres na sua origem, mas deliciosas, como as nossas alentejanas, é um dia de festa, é todos os dias? Penso que isso se deve mais aos programadores do que à chef. Não gosto de a ver cozinhar com os cabelos soltos a cair para a cara, fica esquisito, a não ser com uma bandelete, etc. E a chef da sentada fica tão bem de cabelo apanhado, então com aquele turbante africano. Os doces ofícios só vi uma vez, é que só de ver fazer aquelas bombas de açúcar, engorda. Mas o chef não come nada daquilo, não pode ser, se come não há justiça neste mundo, ele é magrinho. Em contraste com a tia Cátia com o seu ar anafado, mas é bonita, toda contente porque acha que faz uma comidinha saudável, só porque mete espinafres. Só que não. Mas já deu o primeiro passo com os espinafres, um dia destes dá mais um passo em direção à saúde alimentar, e deixa de lado alguns ingredientes.

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das15:32

Em matéria de penteados e cabelos quase em cima dos cozinhados, temos bem mais por onde escolher e, possivelmente, a seu gosto.
Mas esses são programas em que a chef consegue reunir em si própria penteados, moda e sensualidade.
Há que aprecie o género. Não é o meu caso.
A Sentada Familiar - expressão africana - quer dizer refeição em família. E as refeições em familia podem ser diárias - com a familia que formámos - ou terem a frequência que cada um escolhe.
Eu, por exemplo, gosto de almoçar ou jantar, quinzenalmente, aos domingos, com a familia alargada. E adoro preparar repastos para o filho ou o neto sempre que tenho mais saudades deles.
No resto, a porta está sempre aberta para os familiares ou amigos que queiram juntar-se a mim!

Anónimo disse...

O que aconteceu ao Jamie? A cadeia de restaurantes Jamie foi à falência. Milionário ou Bi, ou Tri, não sei, parece que teve de injectar dinheiro pessoal para acudir. Consta que é um fenómeno de hoje e que várias cadeias famosas têm falido. O que se passa nesta economia selvagem?

Virginia disse...



Também sei criticar o que não gosto, mas este canal não é para ver non stop, é uma lufada gastronómica para descansar dos programas mais pesados. Sendo assim, não tem de ser pedagógico, nem hipo calórico, cada um desenvolve a sua tecnica e explica o que pretende. Mal de nós se todos fossemos iguais no palato. Gosto que estes chefs não sejam apologistas do estilo gourmet e que as receitas tenham condimentos acessíveis, não uma quantidade de produtos que não temos em casa. Não cozinho todos os dias, mas adoro cozinhar para os meus filhos e netos quando calha eles virem cá. Acho a tia Cátia um pouco paternalista, mas muito simpática e simples.

Anónimo disse...

É mais ou menos assim:
- Se vemos chefs em boa forma física apresentarem receitas carregadas de sal, de açúcares e de gorduras animais, pratos super calóricos, sabemos que no seu dia a dia eles não comem assim, aquilo é só para a tv.
- Se são chefs gordinhos que fazem pratos que engordam, está provado (pela imagem junta) que comem o que fazem na tv, e não queremos ficar como eles.
- Se são chefs em boa forma que fazem receitas saudáveis e apetitosas, aí está o programa nota máxima.
Nota: é provável que os dois primeiros apanhem nas suas audiências pessoas com maus hábitos e sem noções alimentares, que não pensam que aquelas receitas só podem ser comidas pontualmente, num dia de festa. E quando lhes vendem que é saudável...
Seria importante fazerem um programa sobre alimentação para bebés e crianças, muitos pais têm dificuldade em saber o que fazer. Mesmo com algumas indicações dos pediatras, se não cozinham nem gostam, acabam por fazer sempre a mesma coisa, e poderiam variar muito mais. Um programa orientado por uma equipa de pediatra, nutricionista e chef.

Anónimo disse...

Ai a criança na foto com sua alteza real, so tacky

Anónimo disse...

Há agora um novo programa no 24kitchen com as irmãs Hemsley, nascidas em Londres, com pai inglês e mãe filipina. Propõe-nos receitas saudáveis dentro de um estilo de vida welness. Têm sido muito criticadas no reino unido por não
terem qualificação para aquilo que se propõem.

O meu campo de girassóis disse...

Vejo com assiduidade o 24 kitchen. Estou em Angola e se há uma coisa que irrita muitos dos que aqui estão e vem a Sentada é a Sandra Nobre dizer que aqui está! Mentira. O programa e gravado em Portugal. Que necessidade há em mentir? E aquele yummy anda delicious fez-me mudar de canal....

Unknown disse...

É difícil agradar a todos, mas a chef Sandra Nobre é uma grande chef. Adoro o jeito que ela apresenta o programa, as receitas com ingreendientes que estão ao alcanse. Adoro-te chef
Sandra