terça-feira, 2 de outubro de 2018

Só faltava Ronaldo!



O movimento de mulheres há décadas sexualmente abusadas, está a tornar-se virótico e, infelizmente, pelo modo como tem decorrido, menorizando aquelas que, desgraçadamente o foram, mas não tem acesso a constituir casos mediáticos.
Agora é a vez de Cristiano Ronaldo ser acusado de violar uma mulher que, à época, teria 24 anos e aceitou o convite para ir a uma festa na suite que o jogador ocupava num hotel de luxo.
Fez queixa da violação ocorrida, mas não quis referir o nome do violador de quem terá recebido uma alta importância para ficar calada.
Porém, pergunto eu, numa circunstância destas, na América, face a um crime publico não é, obrigatoriamente, feita recolha de vestígios que identificam o violador?!
Esta sucessão de casos mediáticos, faz lembrar os Kennedy ou os Clinton, para não citar já o lamentável caso de Asia Argento - lider das acusações a Harvey Weinstein - que, com 37 anos, assediou Jimmy Bennett, menor de 17 anos, ao qual terá pago o seu silêncio. 
No caso vertente, é difícil acreditar que uma mulher de 24 anos, adulta e suposta acompanhante de luxo, aceite participar numa festa organizada por um jogador solteiro e de sucesso mundial, sem presumir os sérios riscos que corria de, com bebidas a mais, o final não acabar em sexo, eventualmente violento. Aconteceu, queixou-se, não revelou nomes, mas recebeu dinheiro por isso.
E, agora que o dinheiro acabou e Ronaldo está na crista da onda, resolve pedir-lhe nova indemnização, não para se calar, porque já falou, mas para ser recompensada... pelos danos sofridos!
Tenho, de facto, cada vez mais pena daquelas mulheres violadas, que não podem ou não querem servir de repasto mediático sobre matéria tão íntima e dolorosa.

HSC

26 comentários:

Anónimo disse...

Subscrevo.

Anónimo disse...

Tem razão. Cheira a oportunismo de dinheiro. Só agora...que está na moda dizer que se foi violada...(por alguém que tem muito dinheiro?)
Esste tipo de mulheres merece-me o mais absoluto desprezo!
Zé Mesquita

João Menéres disse...

Meia despida já ela estava...


Melhores cumprimentos.

Pedro Coimbra disse...

Tenho a mesma sensação - as mulheres que foram efectivamente vítimas de abusos estão agora a ser abusadas de outra forma, como desculpa para algumas criaturas sem vergonha se mostrarem e ganharem dinheiro com isso.

Anónimo disse...

Violação?, neste caso, dá para pensar!... Os EUA, nestes assuntos sempre estão "muito" ao lado da mulher. Ficamos para ver o resultado do renascer deste episódio.

GSantana disse...

Com a agravante das verdadeiras vítimas recearem, com este tipo de noticias, que os verdadeiros crimes de violação sejam de alguma forma desvalorizados e possam por isso passar, em caso de queixa, por uma segunda humilhação perante a própria sociedade, coibindo-se assim de proceder à devida denuncia para que se faça justiça perante os verdadeiros criminosos!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Subscrevo o seu texto e realmente há muitas mulheres que nem

sequer vão participar que foram violadas. No caso, aquilo que

a americana quer é ser falada e receber mais uns milhões e com

a forma como os advogados americanos funcionam talvez acabe por

acontecer. Lastimável e o CR que aprenda e tenha mais juízo daqui

em diante.

Os meus cumprimentos.

Irene Alves

Maria Isabel Mesquita disse...

Concordo em absoluto com este texto.
Eu sei que o dinheiro em exagero, sobe a todo o tipo de cabeças, e julga-se tudo possível.
Mas ao fim deste tempo todo, depois de ter sido paga para estar caladinha, vir acusar, parece-me um bocado procura de fama.
Para falar verdade, não mexe comigo. Entendam-se
Um grande abraço Doutora Helena.
Não tenho andado muito por aqui, mas nunca me esqueço da Senhora.
Maria isaIsa

Anónimo disse...

A americana vendeu a honra,ponto.
E honra não tem preço, tem carácter,dignidade,verdade,umbridade.Dá um filme á americana.

Anónimo disse...

Provavelmente ela estava a contar com sexo normal e não com o que aconteceu.Ainda por cima disse-lhe muitas vezes "não" e "para", só que ele não quis saber. Agora, que pague.

Anónimo disse...

sim, ok.
Mas porque é que ele pagou para ela ficar calada?
Como explica isso?
Pois eu acho que esse foi o seu grande erro! pagar para abafar o crime.

Anónimo disse...

Então mas ele pagou-lhe porquê?
Chocante isto que se está a ver. A violada é a culpada e o violador é endeusado. Porque tem muito dinheiro, porque é nosso conterrâneo, porque, sei lá porquê. Porque somos um país que pouco respeita as mulheres. O pior é que são as próprias mulheres a defender acerrimamente o violador.
Sim, o violador. Se não lhe tinha pago para a silenciar, ainda podia dizer que aquilo não foi assim… se pagou, está tudo dito.
Seja lá quem for a rapariga, tenha ela querido eu não subir ao quarto com ele, durante o episódio ele forçou-a a um ato que não era da sua vontade. Logo, é culpado.
Choca-me ver mulheres a defende-lo. Choca-me imenso. Deixem ao menos os tribunais julga-lo. Não partam logo à partida para a sua defesa… cega.
Até porque, não sabem o que ainda está para vir.
Pedro

Helena Sacadura Cabral disse...

E os homens que pagam a prostitutas, são violadores? E as mulheres que pagam homens escolhidos "a la carte" são violadoras?
E os/as sado masoquistas são violadores?
E as mulheres que se esquecem durante 9 anos o que lhes fizeram e aceitaram dinheiro para ficar caladas, são virgens?
Não defendo Ronaldo, nem faço juízos. Mas que me surpreende que uma mulher de 24 anos cuja missão era atrair clientes para a discoteca, fosse para o jacuzzi do jogador tomar banho, isso surpreende-me. Se o "não" e o "pára" era ao sexo ou à forma escolhida do mesmo, isso já não sei. Mas calculo que fosse a forma mais segura de não procriar. Por tudo isto é que me parece - acentuo o "parece" - que neste caso há algo mal contado já que tendo sido clinicamente observada se sabia desde o principio quem era o "violador". E no entanto foi a senhora que decidiu não levar a queixa por diante na altura. O que a levou a faze-lo agora?!

Anónimo disse...

Não não Helena, não se deturpe o que eu escrevi. Ele não lhe pagou para estar com ela. Ele pagou para a silenciar, porque segundo ela e ele próprio admitiu no agora conhecido contrato, a forçou áquilo que ela não queria fazer. No contrato está explícito que ele assume que ela lhe pediu varias vezes para parar. Ele pagou para a silenciar. Ela fez mal em aceitar? fez, claro! Mas isso não faz dele um inocente. Leia o contrato agora conhecido e divulgado. Não é um contrato de serviços de prostituição.
É pena que as maiores inimigas das mulheres sejam as próprias mulheres. Depois admiram-se dos Trump's e Bolsonaros desta vida.
Eu também preferia que ele estivesse inocente, até porque podemos estar perante uma pena altíssima (nem me atrevo a menciona-la). Mas por amor de deus, endeusar assim de caras o Ronaldo neste caso…huuummm parece-me demasiado perigoso.
O que a faz 'reabrir' agora o processo? Pode haver montes de motivos.
Continuo a dizer, isso não faz dele inocente.
Pedro

Anónimo disse...

Só mais isto, (peço que me desculpe se tomo muito do seu espaço):
Se há violações nos serviços de prostituição? Ui ui… então não?
Só que, calculamos porque é que só aparecem queixas quando o rei faz anos.

Pedro

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro Pedro
Eu não tive nem intenção de deturpar o seu texto nem de endeusar Ronaldo. Tenho um Deus próprio que já me dá bastantes preocupações.
Mas quando eu tinha 24 anos, garanto-lhe que não havia nenhum Ronaldo que me levasse para um jacuzzi ao seu dispor, sem que eu admitisse de imediato o que ele queria com o seu convite. Certamente que não seria para ver as estrelas do céu.
Quanto a serem as mulheres a criticar outras mulheres, apenas lhe digo que gosto muito de ser Mulher, mas não aprecio muito as vítimizações tardias. Aliás, por muito que o possa chocar, acredito também que não sendo Ronaldo um assassino a vítima não pudesse te-lo manietado com um gesto apropriado no local apropriado.
Mas eu pertenço a uma geração diferente da desta senhora e aprendi a defender-me. Talvez por isso nunca tenha sido assediada...
Mas respeito a sua posição.
Cptos

Anónimo disse...

Mas eu ouvi agora nas notícias, que ela continuou na discoteca,e o taxista que a transportou disse que ela ia bem disposta e contou que o CR,tinha um físico excepcional!Eu posso estar enganada,mas quem é violada e fica com lesões, não vai logo ao hospital???!!!...

Rosa Afonso disse...

Não posso subscrever o texto. Houve uma violação, isso parece já claro. Não se pode desculpar Ronaldo.

Anónimo disse...

Fiquei atenta à última resposta que dá ao comentador Pedro, e devo dizer-lhe que essa sim, essa resposta é que menoriza de facto as mulheres verdadeiramente abusadas. Segundo o que escreve, uma mulher só é violada se quiser, se permitir. E, as mulheres do seu tempo estariam mais preparadas para se defender.
Lamento que esteja tão errada e que passe essa mensagem num blog com um alcance como o seu.
Ainda bem, para si, que não faz a menor ideia do que é um episódio de violação.
Certamente aprendeu artes marciais e mesmo de costas consegue verdadeiros golpes de defesa.
Está errada tambén quando faz passar a ideia de que as mulheres do seu tempo não eram assediadas nem violadas. Fez-me lembrar quando se comenta sobre a violência doméstica "dantes estas coiaas não aconteciam", quando se sabe que aconteciam quase porta sim, porta sim.
Ainda somos uma sociedade machista. E, contrariamente ao que era de supor, as mulheres continuam a consenti-lo. É pena, caramba. Nem parece que estamos no sec XXI.
Ana M

Helena Sacadura Cabral disse...

Ana M
Não deturpe o que eu escrevi. Nunca afirmei que uma mulher só é violada se quiser. Isso diz a Ana. Eu não.
O que digo e repito é que ela subiu para um quarto de livre vontade e que nesse quarto era suposto haver sexo. De qualquer tipo...
Quanto às restantes suposições que faz, não respondo. As nossas experiências de vida devem ter sido diferentes.

Helena Sacadura Cabral disse...

Rosa Afonso
A mim não me compete desculpar ninguém porque não sou juiz.
Mas por ser mulher não quer dizer que veja a senhora em causa como alguém a quem nunca passou pela cabeça que iria ter uma noite de sexo já que o seu comportamento lhe deu azo.
Aguardemos se o assunto vai a Tribunal ou acaba num acordo mais chorudo. Espero que seja adoptada a primeira solução porque ninguém está acima da lei.

Anónimo disse...

Sem querer tornar-me um chato, deixo aqui um artigo da Helena Garrido para o Observador. ´
Normalmente não aprecio as análises políticas de Helena Garrido. Curiosamente, neste caso, estou 100% a favor do que ela aqui escreve.
Dou-lhe toda a razão. E assusto-me com o que se passa na sociedade. Afinal, não há evolução alguma.

Cá vai:
https://observador.pt/opiniao/a-mascara-que-caiu-com-ronaldo/

Pedro

MAHJI disse...

Sejamos sensatos,e não ponhamos tudo no mesmo saco. A alegada queixosa só está a querer tirar partido de uma oportunidade fácil de extorquir dinheiro de CE, se não já tinha anulado o contracto há muito. Mas o dinheiro acabou-se, e sabe ou pensava que ia buscar mais dinheiro fácil. Tem que voltar a dar aulas porque o dinheiro não cai do céu. Não misturem o 'mitoo' com isto só porque sim!

Anónimo disse...

Observação !

Curiosamente fiquei bastante supreendida ao ler os diversos comentários que foram escritos sobre um assunto de acusações, obviamente de carácter bastante grave, onde nāo só afecta a imagem de uma personagem famosa a nível mundial, como põe em causa determinados preceitos e acordos realizados entre advogados e clientes. Estamos a falar de adultos, o Cristiano Ronaldo e uma adulta Sra. de nacionalidade americana !
Todos nós sabemos e bem, que não devemos julgar ninguém nem opinar, só de ouvir ou ler noticias que na realidade só querem preencher as suas colunas de jornais ou revistas com noticias sintéticas, nós não temos acesso a documentos, nem o devido conhecimento do cerne da questão!
Ser famoso /a nos Estados Unidos é fácil ... basta ter um bom advogado, fabricar um bom caso, baseado em algo, que até pode não ter gravidade, mas através disso conseguir rebentar um tremendo escândalo e constrangimento para todos !
O advogado/a dessa Senhora neste momento deve de ser tão famoso/a que deve estar cheio de trabalho !
Tema CR ? não deveria existir para nós !

As pessoas / povo é ingrato ! uma vez fala bem, outra vez fala mal! Adoram falar ... opinar ... Tudo Ingratidões desmesuradas !!
Como sua Santidade diz : Não existe família perfeita e nada é perfeito !

Será que o PR Trump gostou ? Lembro do nosso querido PR orgulhosamente ter puxado o tema Cristiano Ronaldo ... como o Super Herói de todos !?!

MPR

Anónimo disse...


Opinião assertiva.

https://www.flash.pt/atualidade/nacional/detalhe/quintino-aires-acusa-kathryn-mayorga-a-senhora-era-prostituta-ronaldo-sofreu-o-horror-da-violacao?ref=HP_DestaquesPrincipais
JGonçalves

Anónimo disse...

🌷