sábado, 30 de dezembro de 2017

Meu lema é “Mete o saca-rolha”,

"Outro dia estava com meu amigo Omar, num restaurante e vimos um vinho daqueles bons e caros. O garçom logo perguntou se queríamos aquela safra pra acompanhar o pedido e o meu amigo, sem pensar duas vezes, disse “Mete o saca-rolha”. 
Depois de dar boas risadas com aquela expressão, ele me contou que aquela frase servia pra vida. Que tempos atrás tinha perdido um grande amigo que tinha uma grande adega com vinhos caríssimos, e deixava os vinhos lá, sem abrir. Certo dia, morreu num acidente, e a esposa do cara acabou se casando com um outro, mais jovem, que consumiu toda a adega em tempo recorde. Depois disso, ele começou a perceber quantas vezes na vida desperdiçava oportunidades, deixando pra depois. Sendo que o depois pode nem existir. Eu fiquei refletindo sobre isso e hoje quero te perguntar: quantas oportunidades você desperdiça, se preparando, sem entrar em campo? Quantas roupas deixou de usar esperando a ocasião especial? Quantas atitudes deixou de tomar, acreditando que sempre existiria ‘a semana que vem’, adiando seus sonhos?, Por isso, a dica é ‘mete o saca-rolha’. Abra a garrafa de sonhos, tome as atitudes que precisa tomar, pare de procrastinar achando que a vida é eterna e que vai ter todo o tempo do mundo pra tentar, cair, errar e seguir em frente., “Mete o saca-rolha” pode ser uma filosofia de vida. Pra ele, que diz que nunca viu carro forte seguindo carro funerário, é uma frase inspiradora., Não deixe os bons vinhos pra amanhã. Não espere pra agir se a hora é agora e não desperdice seu tempo acreditando que amanhã dá pra fazer diferente. O que a gente tem é hoje. Então, mete o saca-rolha e segue em frente!.
Desejo a você um excelente vinho para 2018"...

                       Enviado por um amigo para o meu telemóvel

Este ano não faço votos. Limito-me a partilhar convosco este texto. Que cada um tire as suas próprias conclusões, porque ele merece reflexão. Não por ser fim do ano, mas porque muitas vezes, o medo, a precaução ou até a ganância, acabam por nos tirar o melhor que a vida, afinal, nos dá!

HSC

6 comentários:

Maria Isabel Mesquita disse...

Sem fazer votos também
Obrigada pelo texto
Que venha 2018 e nós cá estamos
Abraços
Maria Isabel

Silenciosamente ouvindo... disse...


Que belo conselho dr<º. Helena:
mete o saca-rolhas!
É isso, vamos passar a seguir essa
ideia do seu amigo.
E até ao ano 2018.
Os meus cordiais cumprimentos.
Irene Alves

Anónimo disse...

🌷

298 - Manuel Andrade disse...

Neste dia de mudança de ano e como leitor assíduo gostava de colaborar deixando um dizer que muitas vezes reproduzo da autoria de Miguel Sousa Tavares.
Aceite sff os votos de Bom Ano e com saúde.

".... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

- texto de Miguel Sousa Tavares sobre a morte da mãe, Sophia de Mello Breyner

Maria Eugénia disse...

Concordo totalmente. Isto de estarmos sempre a dizer" aí não, agora não " ou " faz-se depois quando chegar o momento certo" inibe-nos de desfrutar a vida. Estarmos à espera do momento ideal não resulta. E se esse momento nunca aparecer? Olhem o que perdemos....
Votos de um Bom Ano 2018 .
Bj da Maria do Porto

Anónimo disse...


Helena
Um texto inspirador, concordo com essa filosofia de vida, pratico algumas já outras falta-me coragem. Sabe o local mágico onde podemos comprar a coragem? Sou tão lutadora para umas coisas, mas para outras sinto-me impotente.
A racionalização inibe-nos de ir mais além, a racionalização com umas pitadas de coragem fariam um bom cocktail.

Que este ano continue a nos brindar com as suas palavras inspiradoras e textos.

Abraço forte
Carla