terça-feira, 14 de março de 2017

Dez anos e parece que foi há dias...

A propósito do tempo e do post anterior, acabo de reparar que abri esta casinha há 10 anos, quando deixei de escrever o meu Fio de prumo no Diário de Noticias e entendi continuá-lo aqui. Bom, os dois primeiros, sozinha no meu canto e sem pedir ajudas a ninguém, perdi textos, eliminei parágrafos, andei à nora para perceber onde me tinha metido. Por isso, só em 2009 é que passei a ter produção regular nesta casa que hoje é tanto minha como daqueles que aqui deixam os seus comentários. Como seria de esperar, parecia-me que a tinha aberto há dias...
E, no entanto, neste período, morreu o meu filho Miguel, morreu o amor da minha vida, morreram amigos e morreram pessoas que o não sendo, marcaram o meu caminho. O mundo e o país que amo e onde vivo foram alvo de profundas transformações, nasceram seres que amanhã darão que falar, fugiram pessoas à morte como destino, e morreram outras em atentados sem explicação.
Ganhei na net bons amigos, que concordando ou não comigo, me visitam sempre que podem, outros atravessaram as paredes virtual e estão agora presentes fisicamente na minha vida, onde sei que conto com eles e eles comigo.
Julgo que tudo terá contribuído para que eu continue a desejar ser uma pessoa melhor e para que o sentimento de partilha, antes estendido apenas aos meus conhecidos, seja hoje uma realidade bem mais ampla.
Enfim, penso que terei recebido de todos vós tanto ou mais do que aquilo que tentei pôr à vossa disposição. Mas o que mais me alegra é que eu não sinto nada que aqui estejam 10 anos do meu percurso. É que foi mesmo há dias que esta aventura começou e todos vós entraram nela!

HSC

16 comentários:

Benó disse...

Há dez anos que recebe a minha visita. Nem me parece e gosto sempre de a ler embora às vezes concorde outras não.Os amigos são assim, nem sempre estão de acordo. Continue a me receber e que Deus me dê possibilidades de eu continuar este caminho. Parabéns pelo aniversário, Fio de Prumo.

CA disse...

Muito grata pela partilha - gentil e riquissima - que faz neste espaço, desejo-lhe tudo, tudo, tudo de bom. :)

Um abraço apertado e todas as bençãos que lhe são devidas! :)
C.

Maria Isabel Mesquita disse...

Doutora Helena
Não sei desde quando passo por aqui.
É sempre bom vir beber um bocadinho deste licor que são os seus escritos.
Parabéns e que seja por muitos mais anos um dos meus lugares de paragem.
Abraços bem apertados
Maria Isabel

João Menéres disse...

Embora seja um leitor recente e não diário, sempre que a visito aprendo muito sobre a Vida.
E venham mais DEZ, por favor !

Felicitações e os meus cumprimentos.

maria silvestre disse...


Parabéns! Já está quase na adolescência menina "Fio de Prumo" :) Gosto muito de ler o seu blog e os seus livros. Beijinhos.

Dalma disse...

HSC, acho que venho aqui há uns 7 ou 8. anos, digo isso porque na altura estava em Montreal (Quebec) e sem nada de específico a fazer, longe dos filhos, mãe e irmãos, com temperaturas lá fora de -15... -17ºC o que me restava era mesmo viajar na internet. Um dia encontrei o Fio de Prumo e por aqui passo quase todos os dias independentemente do sítio onde me encontro!
Aqui ficam os meus votos para que o Fio de Prumo continue a dar-nos pequenos momentos de concordância umas vezes, de discordância outras... sinal de vitalidade de quem escreve e de quem lê, comentando ou não.
D.

Anónimo disse...

🌷

Isabel Mouzinho disse...

Helena, que querida! Foi em parte por causa do seu blogue que resolvi dar vida ao meu e hoje, lê-la continua a ser um prazer e uma inspiração. Mais que isso é um privilégio também, e uma honra, tê-la no grupo dos meus amigos chegados, aqueles que estão sempre comigo, que me animam nos bons e maus momentos, que me aconchegam o coração. Eu sei que já sabe, mas gosto muito de si.
Parabéns por estes dez anos. Que venham mais dez.

Beijinho ;)

TERESA PERALTA disse...

Querida Helena
Por aqui a conheci e por aqui passo quase todos os dias. Umas vezes respondo, outras adormeço a pensar naquilo que li.
Espero que esses anos se estendam por muitos mais e que o "cair na gandaia" nos acompanhe para sempre.
Beijinho e abraço com todo o meu coração



Tété disse...

Tem sido um privilégio acompanhá-la. Como o meu cantinho completou há dias 8 anos, há menos que a visito mas faço-o sempre que posso e com alguma assiduidade.
E então que dizer da "virtual que passou a real"?
Parabéns e que possamos continuar a encontrar-nos por muitos anos pois é sinal que vamos estando por cá.
Abraços e um beijinho.

Pedro Coimbra disse...

Venham mais dez, diz um seguidor recente.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Dez anos é muito tempo e de muita qualidade
os seus posts.
Não me lembro quando comecei a visitá-lo.
Mas faço-o sempre com muito gosto.
Qu daqui a muitos anos ainda o possa manter.
Os meus cumprimentos.
Irene Alves

Anónimo disse...

Parabéns pelos 10º aniversário do Fio de Prumo!
Que bom ler os seus textos sempre tão inspiradores e refletir sobre eles!
Venham mais 10 que por cá estaremos!
Beijinho :)
FL

Anónimo disse...


Helena
Parabéns pelos 10 anos.
Não recordo o que me levou a procurar o seu blog, nem o tempo que aqui entro, talvez 4 anos fazendo as contas. Entrar no blog foi uma lufada de boa energia, ar fresco, uma escola onde aprendi muito e aprendo sempre.
Com a entrada aqui comecei a ler os seus livros, fui a alguns lançamentos, conhecia-a pessoalmente. Passei a comer o chocolate/amêndoas/sal, esta parte foi a menos boa:)
Há um conjunto de coisas que fazem com que a visite, uma delas é a aprendizagem/evolução pessoal, só se pode evoluir com alguém muito
sábio e genuíno.

"Gosto de gostar"
HSC

Abraço forte
Carla

alfacinha disse...

O tempo tem paciência
Parabéns com o aniversário
Abraço

ERA UMA VEZ disse...

Querida Helena

Cada vida tem os seus "dez anos"...

Nessa data, eu ainda resistia à NET. Coração e mente dividiam-se entre a alegria de ser avó(A minha querida Inês fez anos a 15 de Março) e o maior desgosto da vida, a eminente partida da minha única irmã, Maria do Carmo, exactamente uma semana depois.

E acontece de tudo dentro de nós tão frágeis entre a alegria da VIDA e uma morte tão prematura. Culpa de estar feliz, culpa de estar
triste.

Mais ou menos dois anos depois, uma prima, em boa hora chamou-me burra por não aceder à Net. E aí, foi um safanão tão grande na minha auto estima que no dia seguinte alguém me ensinou e acordei estremunhada para um mundo novo.

Então, uma janela se abriu e gente que eu conhecia de perto, outros que admirava de longe, outros ainda que nem sabia que existiam estavam lá... e em poucos dias trocávamos palavras e ideias como se fossemos amigos de sempre.

A Helena e o Fio de Prumo receberam-me de braços abertos mesmo eu sendo apenas uma desconhecida, apenas ERA UMA VEZ...

Tenho saudades.
Nestes dez anos, não imagina como este espaço virtual e depois, de vez em quando, os nossos encontros reais, de risos e surpresas foram raios de sol.
Houve alturas em que cruzámos poemas, quase tertúlias, acho que até dançámos o tango em verso.
Perderam-se alguns pelo caminho e isso dói.

Em dez anos vive~se muito mas cada vez o tempo parece mais vertiginoso.
Que cada dia da nossa vida seja abençoado.
Foi bom fazer este balanço porque afinal como diz a canção "dez anos é muito tempo"...
Ou será muito pouco???

Abraço.