segunda-feira, 6 de março de 2017

Descobertas...

Há bastante tempo, quando decidi fazer análise, o médico incitou-me a seguir-lhe as pegadas, fazendo o exame de admissão. Na altura, passados seis anos em que tentei perceber-me melhor e entender as causas do que em mim me parecia como mais difícil, a ideia não me pareceu de todo desajustada. 
Todavia, tinha uma família para sustentar, era economista por gosto e uma descida de rendimentos que chegavam parcamente para as obrigações, estava fora de causa. Assim, a ideia não teve qualquer continuidade, mas nem por isso deixava de aflorar o meu espírito, quando me sentia profissionalmente injustiçada.
Há dois anos resolvi estudar filosofia, disciplina que me atraía e da qual, pensava, sabia alguma coisa. Logo no primeiro ano, dedicado a alguns filósofos, percebi que os meus conhecimentos eram rudimentares, o que me deixou um pouco perplexa, Acontece a muito boa gente pensar que sabe mais do que na realidade sabe...
O segundo ano, que começou há cerca de um mês, versa sobre a "ética" nas suas múltiplas formas e tem sido uma cavalgada de descobertas. Não só sobre as matérias apresentadas, mas também sobre mim própria. Com efeito, seis anos passados a tentar saber quem sou, não foram, afinal, suficientes para descobrir aquela em que, nos anos subsequentes, me transformei. Perceber esta circunstância, foi da maior importância e justifica plenamente que os analistas nunca dêem por terminada a sua e a nossa psicanálise.
Na verdade, nunca é tarde para lobrigar quem vamos sendo, ou quem são aqueles que nos rodeiam e com quem temos afinidades. Dito de outro modo, há sempre razões para nos sentirmos mais próximos de certas pessoas do que de outras. Ou ainda, o que é que explica que certos opostos nos atraiam tanto!

HSC

9 comentários:

Virginia disse...



Essa dos opostos é que me convenceu, Helena.

Beijinho

Anónimo disse...

Senhora,nenhuma distância nos separa do Paraíso.
Um doce para o Fio de Prumo.

https://www.youtube.com/watch?v=6Uq1c-Ks-78&sns=em

Ambrósio

Anónimo disse...

"Acontece a muito boa gente pensar que sabe mais do que na realidade sabe..."
Sem gralhas!

Gralhas sabe que não sabe
O que pensa que sabe
E quando não sabe
Sonha que sabe...

Gralhas

Pedro Coimbra disse...

Filosofia?
O meu pai tem 80 anos.
Há cerca de dez anos, depois de uma vida a trabalhar como Contabilista, resolveu realizar o seu sonho de menino - estudar na Universidade de Coimbra.
Que curso escolheu?
Esse mesmo, Filosofia!
Licenciou-se muito rapidamente mas anda a resistir aos meus apelos para não parar e ir fazer mestrado.
Sem pressas, sem pressões, só por prazer.

Silenciosamente ouvindo... disse...

A minha admiração por si é constante e sempre
me vai surpreendendo pela positiva.
O querer saber sempre mais e mais.
O querer entender-se em toda a profundidade.
Admiro-a.
Os meus cordiais cumprimentos.
Irene Alves

Aniceto Carvalho disse...

POIS, POIS... INFELIZ E DESGRAÇADINHO É OUTRA COISA

Anónimo disse...


Boa tarde Helena
Obrigado.
É por tudo isso que a admiro, leio, bebo as suas palavras, como bebo de muitos que despertam consciências, fazem pensar, questionar, resignificar.
A filosofia é um mundo infinito, um saber nunca completo, é ir mais além e querer saber mais, mais.
É nunca estar satisfeito, mas mesmo tempo ter satisfação.

Sejam resolutos em não servir e vocês serão livres.
Etienne de La Boétie

Se me obrigassem a dizer porque o amava, sinto que a minha única resposta seria: ''Porque era ele, porque era eu''.
Montaigne

Nesta frase Montaigne fala de Étienne de la Boétie, significado da amizade

Acho que vai gostar de ler
http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/boetie.pdf

Abraço forte
Carla

Maria Isabel Mesquita disse...

Parabéns Doutora Helena. Daqui a pouco, outro curso feito. Fiquei curiosa em saber de facto porque os opostos nos atraem tanto.
Quando nos pode dar uma liçãozinha?
Pode ser com um texto escrito, coisa que tão bem sabe fazer
Admiro-a muito, bem sabe. Não me canso de o dizer.
Um beijinho
Maria Isabel

Anónimo disse...

GRANDE MULHER!

Parabéns pela coragem/força/vontade de viver a VIDA!