terça-feira, 22 de abril de 2014

Acontece...


Freitas tira-me do sério. Antes fazia-me rir. Agora entristece-me, porque me faz pensar como a velhice pode ser perturbadora e afectar a nossa memória. Que Deus nos ajude!

HSC

12 comentários:

Anónimo disse...

Ahahahah

Deixe D. Helena, há quem envelheça bem e apure ainda mais o sentido de humor :)

Beijinhos
D

TERESA PERALTA disse...

E, eu, que até o admirava!! Agora, cada palavra, cada asneira... Já não se aguenta.
"Que Deus nos ajude" ...
Beijinho ate amanhã :)

João Menéres disse...

Estou consigo, HSC !
Coitadito !!!

Melhores cumprimentos.

Fatyly disse...

"Que Deus nos ajude" e infelizmente não é só ele...

Jose Martins disse...

Assim não vale... Colocar uma foto do Freitas que mais me parece um velhinho a dizer: "adeus mundo cada vez pior!"
Eu conheci o Freitas, fogoso, o endireita este e o outro mundo em que o "pagode" confiava nele...
A tudo se chega se a vida atura! Metem-me, imenso dó em fase terminal, os políticos do meu Portugal...Que triteza Deus meu!!!

Virginia disse...

Só não compreendo é como é que ainda há quem ponha microfones à frente desta criatura e lhe dê voz quando tantos e tantos são ignorados. Há pessoas que deviam ser ouvidas vezes e vezes sem conta, mas infelizmente esses os media não gostam de ouvir.

Felizmente ontem ouvi uma entrevista curtissima com o nosso Presidente da Câmara, Rui Moreira, e a sua lucidez, moderação e classe convenceram-me de que ainda há "políticos" honestos e coerentes!

Anónimo disse...

E já somos duas... Ouvi-lo ontem, em directo do Teatro Nacional, era um momento surrealista... O pudor e a idade poderiam ter sido um travão, mas não... E ver alguns duros da chamada esquerda, encantados e a acenar que sim, ouvidos os dislates do prof. é confrangedor.

Isabel Pais disse...

A fotografia é soberba..... é a legenda do post.

Um abraço,

Isabel

João Avelar disse...

Que Deus nos livre de vir a fazer estas figuras, mas não está só,há mais gente no mesmo estado mental.

Maria disse...

A velhice pode afectar a memória,mas não afecta o carácter.

Anónimo disse...

É mais um triste exemplo dos troca-tintas na política portuguesa!

Isabel BP

Anónimo disse...

muito se fala na idade do senhor... Mas afinal, qual é o limite de idade para se falar? Fartamo-nos de ouvir baboseiras e considerações estúpidas em todas as idades, quando é um mais velho a dize-las aí está o cabo dos trabalhos. Manda-se fazer tricot, manda-se para o lar, manda-se calar porque já é velhinho, manda-se ir tomar os comprimidos para o reumático. Oh céus...!