quarta-feira, 3 de agosto de 2011

E as promessas?!

O actual Ministro da Economia vai ter como seu braço direito Marta Maria Dias Quintas Neves, uma verdadeira super chefe. Óptimo, dada a reputação de competência de que a senhora goza.
O problema surge quando o salário que vai receber se situa 50% acima da sua antecessora.
A razão invocada é a de que a indigitada abandona o cargo de Directora de Regulação da PT Comunicações, para o qual havia sido nomeada em 2008.
Ignoro qual seria o seu salário nesse posto. Mas o que concluo, é que ou os vencimentos dos gabinetes ministeriais não são os adequados, e então devem ser revistos para todos, ou é injusto o atestado de incompetência passado àqueles aceitaram desempenhar as mesmas funções com vencimento inferior.
O serviço público não pode nem deve transformar-se num mundo de desigualdades consentidas. E este governo começa mal, ao permiti-las. Se alguma coisa os portugueses esperam, é que se não repitam situações tão criticadas no passado.
Manuela Ferreira Leite já havia tomado atitude idêntica com o Director Geral dos Impostos, que foi muito eficiente no seu desempenho. Porém, isso não altera a substância da questão. Ele seria igualmente competente ganhando menos. O que podia era não estar disposto ao sacrifício...
Se o Estado só consegue os melhores pagando mais é porque o que paga não é o que devia ser. As discrecionariedades só levam a que os bons jamais considerem que existe algo que se chama de espírito de missão cívica.

HSC

24 comentários:

ERA UMA VEZ disse...

Vós que lá do vosso império
prometeis um mundo novo
calai-vos, que pode o povo
qu'rer um mundo novo a sério

de ANTÓNIO ALEIXO
(poeta popular)

Ai Helena, Helena, como gostaria de não me ter lembrado desta verdade...

Fada do bosque disse...

O Neoliberalismo virou o Mundo do avesso! Se Tatcher soubesse que em meio século iria quase extinguir a espécie humana com a economia de mercado, teria feito o favor, penso eu, de se suicidar para não causar o Armagedão que aí vem. Está tudo a ser privatizado, o Mundo está a ser monopolizado pelas corporações, terras, água, sementes em todo o Mundo... os humanos esqueceram-se que foi assim que as ditaduras do século passado, Leninismo/Estalinismo, Nazismo e Maoísmo levaram ao genocídio sem precedentes e aos primeiros desastres ecológicos com envergadura devastadora?! A China ainda não recuperou dos seus desastres e anda a devastar todos os Países que pode "comprar" por dois tostões. Os USA e Europa, idem... que é um ordenado de mais uma mulherzinha sem escrúpulos dentro de uma organização mafiosa como o "nosso" Governo?! E vai entre aspas, pois eles não nos governam... governam-se o mais que podem, até que a catástrofe global aconteça, o que com a instauração do Nazismo nos EUA, ontem , não vai levar muito tempo! É um "vê se te avias que tenho pressa" e o povo que se mate!

Maria de Castro disse...

Permita-me que o publique Helena? Com os devidos créditos!

Anónimo disse...

Cara Helena,

Jurei não comentar mais as nomeações e respectivas remunerações porque a leitura do Diário da República e do Portal do Governo estavam a perturbar-me.

Ando tão desiludida que a minha esperança da noite de 5 de Julho desvaneceu-se completamente :(

Isabel BP

Corega Eh Ficse disse...

Pró meças?

Pedir meças a quem?

Prometer e cumprir sã duas coisas difrentes

Mateus Maciel disse...

Infelizmente, essa é uma realidade que vivemos no Brasil...

Naná disse...

Não posso dizer que tenha ficado surpreendida, mas acho lamentável que assim seja!
E subscrevo cada linha sua, HSC!

marianinha disse...

Helena mais uma coisa que me deixa fora do sério.
Quer dizer estamos em crise o FMI entra em portugal,entra-se em acordo com a troka.
Almenta-se os transportes em 15%por centro.
E do nada o ministro da Ecónomia contrata uma assessora com um sálario muito mais alto do que a anterior.
Mas o sálario dos trabalhadores não se aumenta e muito menos as pensões.
Afinal em que país estamos porque raío essa senhora é melhor do que o resto dos outros se a crise é para todos é para todos pois se o salário dos trabalhadores não pode ser aumentado o dos ministros e assesores também não o deve ser.
Isto é uma vergonha.

Marisa Mar disse...

E eu acrescento, desse nosso maior poeta popular

TU,QUE TANTO PROMETESTE
ENQUANTO NADA PODIAS
HOJE QUE PODES,ESQUECESTE
TUDO QUANTO PROMETIAS

Anónimo disse...

Um grande Post, muitíssimo oportuno, muito bem observado, escrito por uma Grande Senhora. Subscrevo como cidadão atento. Não se trata de criticar, mas de constatar. A pensar.
P.Rufino

Anónimo disse...

Vejo uma histeria sobre as nomeações de Passos Coelho como se um primeiro ministro não tivesse necessidade de fazer nomeações. O Jornalismo faria um trabalho honesto se comparasse as nomeações de Sócrates e de Passos Coelho pelo menos em número, profundidade e valor estratégico. Basta lembrar os casos de Paulo Campos, do César dos Açores e a mulher, do Presidente de câmara do Loures (nomeou mulher, filha, genro, etc), do presidente de Castro Verde, etc para ver que esquerda sempre fez melhor serviço nestas tarefas. Faltou aliás a Passos Coelho a coragem de fazer uma barrela total, RTP e PGR entre alguns, e nomear pessoas competentes por concurso e curriculum. Mais de 1000 permaneceram nos cargos e foram nomeados por Sócrates.

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro Anónimo das 22:13
Não tenho qualquer histeria nesta matéria.Apenas quero compreender as desigualdades salariais para um mesmo trabalho.
Claro que os governantes se rodeiam de pessoas em quem confiam. Na competência, sobretudo.
Acha que aumentar o número de administradores na CGD resolve os problemas da instituição em tempo de crise?
Acha que só os simpatisantes partidários é que merecem confiança?
Não se sente diminuído se um colega seu ganhar mais fazendo o mesmo?
Não acha que ficaria mais satisfeito se lhe explicassem a razão dessas discrepâncias?
Eu ficaria. Mas posso estar errada!

Anónimo disse...

Não me move a questão partidária: não tenho partido, não vivo e não faço política. Não conheço a Sra Secretária de estado mas sei o delírio despesista destes anos. Sou livre mas ando informado. Naturalmente há outras coisas que importa avaliar: a Sra vai ter carro oficial e motorista como tinham os secretários de estado quando iam à TV? Vai ter cartão de crédito e ajudas de custo sem limite como tinham muitos anteriormente? Vai viajar em primeira classe ou turística? A mesma função não obriga exactamente o mesmo salário: os resultados é que deverão decidir.

Mar disse...

Helena,

A desilusao, comeca a fazer-se sentir nas pessoas que tiveram esperanca em melhores e mais justos resultados, visiveis no dia a dia de cada um,e sao gritantes e injustas estas situacoes.
Um dia "a gente" ainda se revolta a serio e da-mos com um molho de cravos nas fucas de duzia e meia.

Anónimo disse...

O grande trunfo da democracia é que "o povo, saiba ou não saiba ler, é incapaz de criticar o que lê ou lhe dizem" (Fernando Pessoa)
Enquanto isso, vai de roda siga a roda...
JCM

carolina disse...

Parece-me que a minha desilusão deve ser maior que a da maior parte das pessoas que leio,escuto e observo e, ainda bem assim para elas..olho para os televisores em horário de telejornal e acho que nada daquilo que vejo e ouço me consola ou me identifica, custa-me entender a quem se dirigem quando pedem sacrificios aos "portugueses" sejam eles quem sejam, curioso e para mim inexplicável é que os tais "portugueses" até se esforçam por compreenderem os sacrificios que lhes pedem há tantos anos, sem quaisquer resultados sendo que para esbanjaram e saquearem, um país que também é meu, não se lembraram desses tais "portugueses" parece que agora somos todos amigos e patrícios e, cúmplices!
Olho para aquele “portuguesinho” de Bruxelas e fico com calafrios, mas, afinal tem um ar sério de pessoa que sabe o que diz , quando fala de crises financeiras e sacrifícios de todos, depois eu vou à minha vida e tenho menos 10% no ordenado do final do mês, crio sozinha dois filhos, pago as contas que posso, faço os sacrifícios todos que me são exigidos, peço um pouco mais de tempo para pagar as contas a que o dinheiro não chega, contos os cêntimos no supermercado, digo aos rapazes que só no próximo mês é que podem cortar o cabelo ou comprar as sapatilhas e o tal “português” de Bruxelas que é muitíssimo competente e melhor entre os melhores ganha ordenados indecentes, goza férias escandalosas e faz despesas quase imorais, diz-me os “portugueses” têm de fazer sacrifícios ele não faz porque é melhor português(?) não é português(?) não faz sacrifícios(?) paga uma espécie de bula (?) padece de alguma doença que o ilibe (?) e isto é extensivo a toda a classe politica, comentadores e intelectuais da nossa praça, tenho pena de mim e principalmente dos meus filhos …

Raúl Mesquita disse...

Cara Helena:

Partamos do princípio de que sim, de que a senhora é realmente competente. Com o sorriso, a cara, que pela primeira vez vejo, aqui, no seu Post, também me parece antever uma mulher caprichosa e um "aceito, mas têm de me pagar…" Fraco de quem cedeu à possível chantagem; desgraçado país este! Do governo, na pessoa do seu Primeiro, já nem falo.

Raúl.

Mar disse...

Querida Helena,estes assuntos felizmente deixam alguns abespinhados, bom sinal, pena que sub-repticiamente lhe chamem histerica (ah! ah!)e considerem outros estupidos (lol lol). Talvez seja de continuar nesta linha de pensamento,os seus leitores reagem bem.Os cravos estao caros,senao comprava mais uns.E assim vamos gracejando e rindo
Beijinhos

Anónimo disse...

Cara Helena ,

Você que a nivel profissional lidou com a governação e seus meandros administrativos e por isso não lhe parece mal levantar suspeitas sobre nomeações de acessores com pouca experiência?
Desde quando é que o salário pode medir a competência de uma pessoa?
Evocar a idade e o salário para rebaixar a pessoa e/ou ministério que a nomeou , não acha que é injustamente redutor e sobretudo agita demagogicamente os seus leitores!!!!

Eu já vivi um pouco por esse mundo fora e assisti ao Samora Machel a fazer um discurso de 7 horas para no fim condenar à morte um cidadão moçambicano ( Monhé) por tentar passar 2 kg de camarão na fronteira com a Africa do Sul .

Este monhé foi acusado por crime económico lesivo para estado e foi executado em praça publica, com tiros de AK 47 !!

Você sabe perfeitamente que o Samora não estava a executar tarefas da sua vontade , mas apenas a aplicar uma cartilha para domesticar o povo atravês do medo!!! Você não acha que os acordos que Moçambique fez com os Soviéticos foram mais lesivos que os 2 kg de camarão ???
SE calhar até acha!!! Ou ainda não pensou nisso !!!Talvez!
Mas o monhé foi fizilado !!!

Aqui em portugal é a mesma coisa e o mesmo discurso só que as pessoas não são assasinadss na rua, mas vivem já mortas!!!

Certamente a história incomoda-a e todos os dias quer falar de coisas novas e recentes. Que pena !!! Para você perceber os dias de hoje tem que perceber os ultimos 30 anos e nisso ninguém quer pensar !!! Porquê ?
Porque as pessoas que poderiam revelar alguma clarividência e abrir as portas para os mais novos , estão a receber boas reformas e estão dependentes delas para sustentar a sua boa vida!!!
é por isso que fazem fretes desses !!!
O Resto é conversa!!
cumprimetos a todos caso publiquem este comentário!

Raúl Mesquita disse...

Permita-me um esclarecimento, Helena, melhor, uma emenda. Em vez da palavra "chantagem" e do contexto, refraseio todo o final do meu comentário: Nos empregos do governo, e outros do Estado, não há negociação de ordenados. Fica muito mal a ambas as partes, além de me parecer ilegal. Não será? De terceiro Mundo é com toda a certeza!

Raúl.

Anónimo disse...

Helena estou com a boca cheia com o Seu nome o peito insuflado de tanto respeito e um orgulho-me de si e congratulo-me de a conhecer pessoalmente, face ao post pfoi tudo dito mas subscrevoo meu amigo de coração P. Rufino sempre perspicaz e tiro o chapéu com anuência e grata por ver reproduzidas as minhas apreensões nas suas palavras à fada...

Que post de análise de equidade para os nossos trabalhadores.

Isabel Seixas

Anónimo disse...

O(A) anónimo(a) que anda por aqui tão irado com a defesa da Senhora Chefe de Gabinete só pode ser alguém muito próximo porque o texto até deita labaredas :)

Agora, comparar este assunto com o o tal episódio do Samora Machel é no mínimo ridículo!

Isabel BP

Anónimo disse...

Se me permite eu estava em Moçambique aquando da história dos fuzilamentos aqui citados (sem qualquer enquadramento) e não estive no comício mas gravei o mesmo porque foi dado em directo pela rádio e foram fuzilados indivíduos armados, treinados e financiados pelo regime de África do Sul onde na altura vigorava o apartheid.

Dos 2 Kgs de camarão nunca ouvi falar mas confesso que comi muitos kilos do bom camarão moçambicano isso sim é verdade porque o camarão de Moçambique é de facto o melhor do mundo e também convivi com elementos das pescas onde os soviéticos e não só cooperavam não só nessas áreas como em muitas outras, tais com os italianos, os suecos, etc. até ao momento em que os tais "fulanos" para não utilizar a linguagem de Samora Machel resolveram raptar e matar técnicos pacíficos que ajudavam na economia moçambicana.

Ainda sobre o tema deste post acho lamentável que um Ministro tão clarividente e modernaço nos atire com essa de que a sua chefa de gabinete estava a perder muito dinheiro por ter aceitado trabalhar com ele, talvez por espírito missionário que em Moçambique também os havia e era assim que faziam em nome de altos valores espirituais.

Será esse o móbil da Senhora Chefa de Gabinete do Senhor Ministro?

(Gostaria de informar que existe o feminino para muitas categorias e profissões, nomeadamente o de PRESIDENTA da Assembleia da República e só não se usam porque as mulheres em Portugal não estavam habituadas a ocupar cargos de chefia, daí todos os deputados dizerem "Senhora Presidente")

Obrigado
José Bispo

Mar disse...

Now it became even more confused, shrimp versus chairman of the meeting...original.
Alguem bota mais um pra chegar aos 25! Tank You.