quinta-feira, 27 de abril de 2017

Igreja: Conversas com Maria (7)


No dia 4 de Maio, sairá para as livrarias um novo livro meu, sobre temas de espiritualidade. Esta trilogia iniciou-se, há cerca de quatro anos, com o VIDA E ALMA, prosseguiu com os CAMINHOS PARA DEUS e terminou agora com estas CONVERSAS COM MARIA.
Qualquer destes livros revela as etapas pelas quais a minha vida religiosa passou, nomeadamente após a morte do meu filho Miguel. A serenidade de espírito de que hoje gozo, foi um processo espiritual que se foi apoderando de mim e, com ele, veio a necessidade de encontrar Maria, nossa Mãe Divina e o rosto feminino de Deus, muitas vezes esquecida nas minhas orações.
A descoberta desse lado feminino da espiritualidade encontra-se nas preces que são de minha autoria. Mas o leitor irá perceber porque é que além dessas preces, muito pessoais, eu descobri e decidi partilhar algumas maravilhosas orações de Papas, de Santos e até de um povo que evidencia uma crença religiosa que vem dos seus ancestrais.. São preces populares lindíssimas e que comovem pela frescura, alegria e ingenuidade que revelam.
Um dia hei-de contar-vos as razões pelas quais este este livro acabou por me trazer tanta alegria e me fazer tão feliz!

HSC

9 comentários:

Pedro Coimbra disse...

Faço votos de que seja um sucesso.
Bfds

Anónimo disse...


Helena
A capa é muito bonita, vai fazer lançamento do livro?
Gostava de ir :) gosto tanto de a ouvir.

Encontrou na religião a serenidade que precisava, eu procurei a psicologia/filosofia para me serenar e serenou.
É tão importante ter o espirito sereno, tudo corre melhor, tudo brilha de outra forma.

Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, desperta.
Jung


Abraço
Carla

Silenciosamente ouvindo... disse...

Irei comprar o livro, porque me parece
ir fazer-me muito bem.
Vai ser mais um sucesso de vendas,
embora não seja essa a razão fundamental
porque o escreveu - penso.
Os meus cordiais cumprimentos.
Irene Alves

Anónimo disse...

🌷

Anónimo disse...

Senhora,as mãos escrevem o que o coração sente.

https://youtu.be/bhNu2o-tKmY

Ambrósio

Anónimo disse...

Senhora,as mãos escrevem o que o coração sente.

https://youtu.be/bhNu2o-tKmY

Ambrósio

Anónimo disse...

Vou comprar. Sem dúvida que será uma boa leitura. Se me der serenidade vai ajudar...

Fátima Magalhães

Anónimo disse...

Dra. Helena

Eu luto mas não consigo fazer mais. Já pensei em dar explicações de Matemática, mas já estudei há muitos anos e já esqueci.

Continuo a pintar os meus sabonetes e vendo alguma coisa, mas é tão pouco que não acrescenta muito à minha pensão.E além disso tenho que comprar as caixas e os sabonetes e para mim é muita despesa.

Queria pintar fraldas para bébes e panos de cozinha, porque aprendi a pintar em tecido. Também aprendi a pintar em vitral.

Queria aprender a pintar caixinhas com a técnica do guardanapo.

Pensei fazer um Site para vender os meus trabalhos, mas não posso porque tinha que me registar nas finanças e perderia a minha pensão.

Também pinto quadros e tenho o sonho de fazer exposições, mas posso não vender e é muito dispendioso.

Eu pintei muitos sabonetes quando estive na casa da minha irmã que é uma vivenda e não tinha vizinhos a chatear me.

Na minha casa práticamente não consigo pintar.Ao lado do meu quarto tenho uns vizinhos que não trabalham e cujo passatempo é meterem se na minha vida e passam o tempo a dizer o Portas disse, o Passos Coelho disse, a mãe e a filha, ela é esperta, não se pode casar, vai aprender, etc. Todo o dia, é de qualquer pessoa ficar doida.
A minha irmã trabalha muito e anda muito cansada e não tem paciência comigo.Ela e o meu cunhado vão muitas vezes para fora e eu não me sinto bem ficar naquela vivenda enorme sózinha.
Na passagem do ano foram sair com uns amigos e deixaram me sozinha.

Gostava que não publicasse isto.

Fátima Magalhães.

Anónimo disse...

Cada um interpreta segundo a maldade que leva no coração. Não vou admitir que me humilhem e percebi perfeitamente que há pessoas que não me merecem .

Fátima Magalhães.