domingo, 28 de agosto de 2016

Os Anónimos


Proliferam na net uma vaga de "anónimos" que não tendo blog próprio, ou não querendo assumir responsabilidades pelo que escrevem, se aproveitam do manto diáfano do anonimato, para vir bolsar nos outros blogues que tal lhe permitem, aquilo que não são capazes de dizer ou escrever, identificando-se.
Até aqui vim tolerando esse tipo de comportamento. Não foi o mais certo. Por isso, a partir do dia 21 de Agosto último, os ditos passaram a ser excluídos deste blog. Poderei perder leitores. Mas os que ficarem são aqueles que valem a pena. A vida é feita de escolhas. A que considero, neste momento, como a mais acertada é esta. Aqui fica a explicação da medida!

HSC

20 comentários:

Maria Isabel Mesquita disse...

Parece-me muito bem. Para o bem e para o mal, devemos assumir o que escrevemos e dizemos.
Não vai perder leitores. Os que gostam daquilo de escreve vão continuar, os que vinham só para aborrecer, deixarão de o fazer.
Uma boa atitude, Doutora Helena.
Um resto de domingo muito bom e um grande abraço
Maria Isabel

Maria Eugénia disse...

Concordo com a sua atitude. Pessoas assim são covardes, sem carácter . Há que os ensinar e a melhor maneira é bani-los do convívio. No seu caso, foi a decisão mais acertada. Ninguém tem o direito de, sob o anonimato, achar que pode insultar e ofender quem quer que seja!
São pessoas muito infelizes certamente, pois se fossem felizes estariam de bem com eles e com os outros. Há muito ódio e veneno dentro deles. O que me aflige é que muitos são pais e mães e que tipo de educação dão aos filhos...
Bjs da Maria do Porto

Silenciosamente ouvindo... disse...

Quando tomou essa decisão disse que concordava
inteiramente com ela. Nos meus blogues não
insiro comentários de anónimos.
Os meus cumprimentos e um bom domingo.
Irene Alves

Ivaz disse...

👏👏👏👏👏👏👏👏👏

maria madeira disse...

Fez muito bem. Há muito que fechei o blog a anónimos. A primeira vez que li um comentário anónimo ainda a aguardar para ser publicado, admito que me chocou, não fazia ideia que pessoas que não nos conhecem de lado algum chegassem ao ponto de insultar um estranho daquela forma. Gostam de palavrões e usam-nos de forma a deixar a pessoa dona do blog a sentir-se "suja". Numa dada altura a perseguição chegou a ser doentia. Assusta, realmente. Devem existir pessoas muito desequilibradas por detrás de um monitor. E eu que não sou nada nisto dos blogs, imagino quando uma pessoa é figura pública... Aliás, nem quero imaginar.

Anabela from Portugal disse...

Cara H.S.C.,

Os que a admiram e respeitam ficarão.
Um abraço da Anabela S.R.

Isabel Mouzinho disse...

Eu nunca aceitei os "anónimos" que me parece uma forma de cobardia extrema. Fez lindamente. Não se preocupe com o número de leitores. Estou certa que continua a ter muitos e, como diz, ficam os que valem a pena. Também acho isso: quem não está é porque não devia estar ;)

(Eu estou sempre. mesmo quando estou calada. Mas isso já a Helena sabe muito bem...)
Até amanhã
Beijinho

Aniceto Carvalho disse...

NATURALISSIMAMENTE QUE CONCORDO EM ABSOLUTO.... SAUDINHA DA BOA

Portuguesinha disse...

É sempre «A» questão com que se debatem os blogueiros.

Nada tenho contra o anonimato, mas aprecio o uso de uma identificação. Pode ser fictícia e não tem de ter link direto com um blogue. Até pode ser Sr. Anónimo mas acho que quem comenta, principalmente com regularidade, deve escolher uma identificação e mantê-la.

Quando faço um comentário essa «identificação» vai junto. Não por desejar chamar a atenção, isso nunca gostei. A privacidade agrada-me e a exposição incomoda-me, pelo que o resguardo seria mais adequado, mas é uma questão de princípio.

E já que tenho uma identificação cibernética automaticamente ativada ao fazer o _log-in_, é essa que uso.

É uma questão de lealdade para com nós mesmos. Se quem comenta conhece pessoalmente a pessoa ou já comentou antes, isso não deve ser camuflado. Nem se deve comentar usando diferentes _nick-names_ ou fazendo-se passar por diferentes anónimos. Nem todo o «anónimo» usa o recurso para a cobardia. Até para deixar um elogio uma pessoa pode desejar a discrição.

braulia disse...

👏👏👏👏👏👏

Helena Sacadura Cabral disse...

Caras comentadoras/es
Felizmente, até hoje, nunca fui pessoalmente maltratada. Mas há gente que insiste em me identificar com os meus familiares, como se eu não tivesse identidade própria. Não é o caso. Sempre pensei pela minha cabeça e ter tido um filho de esquerda e outro de direita talvez diga algo sobre o assunto.
Chamei, aqui neste blog, por mais de uma vez, a atenção para isso. A tolerância destes sete anos não deu resultado. Houve sempre quem pretendesse opinar sobre os meus filhos - curiosamente sobre ambos - sem perceber que deveria ser aos próprios que deveriam dirigir-se.
Assim, como um faleceu, mas tem filhos e o outro está vivo, não será neste blog que os anónimos os irão enxovalhar. Façam-no, democraticamente, nos seus próprios blogs ou onde lhes pareça mais adequado. Mas aqui, não!

Virginia disse...


Ignore-os que é o pior que lhes pode acontecer. Risque o que não interessa.....

Tété disse...

Cá nos encontraremos sempre, sem anonimato, como sempre e tudo porque gosto muito de si, dos seus posts e da sua escrita.
Um abraço grande

Dalma disse...

HSC, mesmo um simples nome pode funcionar como "anónimo". O meu por exemplo, muitas vezes o consideram como "anónimo" não o sendo. Para que não haja confusões aqui vão os meus blogs.

http://noareeiroeporai.blogs.sapo.pt/


http://naterradosplatanos.blogs.sapo.pt/

Helena Sacadura Cabral disse...

Dalma
Mas o ID fica registado. Logo o A,B ou C até podem usar nome falso, mas através do registo sabe-se sempre quem são.
De qualquer modo para mim a Dalma não foi nunca uma comentadora anónima. Era e é a Dalma, seja qual for o seu nome. Para mim, é uma comentadora conhecida!

Dalma disse...

HSC, é mesmo este o meu nome, nome que sempre detestei e continuo a detestar. Ideias do meu avô que tinha família no Brasil, onde constatei haver centenas, tal como na Argentina, aliás, o Maradona (futebolista) tem uma filha com este nome!
Sempre defendi que os pais devem ter muito cuidado com os nomes que dão aos filhos de forma a que, em alguma vez que seja, não os façam infelizes com um nome que os atrapalha...

Fátima Magalhães disse...

Dra. Helena boa tarde.

Sei que estou incluida nesses anónimos porque já escrevi como tal.

De príncipio, fi-lo porque não sabia trabalhar bem com isto, pois não costumo escrever comentários em blogues.

De seguida, foi porque pensei que evitava que a google andasse a ver as mensagens particulares das pessoas. Há muita invasão de privacidade.
Pelos vistos enganei-me. Peço-lhe desculpa.
Eu identificava-me sempre no fim.
As minhas intenções são as melhores.

Gostava que a minha situação fosse diferente, mas eu não tenho culpa.

Tenho uma enorme admiração por si!!

Gostava de não a decepcionar!!

Fátima.

Observador disse...

Com todo o respeito, direi que já o devia ter feito.
Tenha uma boa semana, Helena.

maria manuela ramires helena disse...

Doutora Helena; Costumo seguir este seu blog, e ler as novidades que a amiga publica aqui... também sou leitora sua. Acho que a amiga fez muito bem em tomar essa medida, por muito que alguém a ache radical.Cheguei a ler comentários de quem só vinha achincalhar a amiga, e fazer troça dos seus escritos... confesso que não gostei.. Se fosse comigo, bania logo essa gente! Ou as pessoas se assumem, ou não! Agora, aproveitar o anonimato para dizer o que lhes passa pela cabeça, como se fosse vento, e depois não se saber quem foi porque veio anonimamente? Demasiada papa! Deveras gostei da sua atitude! E É POR A AMIGA SER UMA PESSOA COM PERSONALIDADE BEM MARCADA E ATITUDES NOBRES QUE GOSTO DE SI! UMA GRANDE SENHORA, QUE, A MEU VER, MERECE TODO O RESPEITO! bRAVO, DOUTORA HELENA! UM GRANDE ABRAÇO!
MANUELA HELENA

Fatyly disse...

Vim tarde porque tenho andado um pouco arredada, mas concordo plenamente consigo e acho que faz muito bem.

Uma boa noite