terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sublime!

"Na presente corrida eleitoral no PS, asseguram-nos isentíssimos comentadores, há o candidato que insulta, ofende e agride. E há o outro.
Na presente corrida eleitoral no PS, asseguram-nos isentíssimos "analistas políticos", há o candidato que recorre aos argumentos mais rasteiros para fugir ao debate de ideias. E há o outro.
Na presente corrida eleitoral no PS, asseguram-nos isentíssimos opinadores, há o candidato sem elevação nem nível. E há o outro.

Espreitei dois blogues que apoiam o outro.
Chamam gajo ao candidato que combatem. Mas não só: chamam-lhe também bandido, sacana, rufia, canalha, pulha, porco.

Insultos, ofensas, agressões. Argumentos rasteiros. Enfim, um modelo de elevação."

                      Pedro Correia in Delito de Opinião

Dei uma volta pela blogosfera com o mesmo intuito. Seguramente não teremos visitado os mesmos blogues. Mas, então, porque será que o resultado foi o mesmo? Será que viver em democracia é isto?! Que tristesa, que vergonha, que imagem dos partidos e do país.
E o mais grave, é que quem não alinhar, fica pelo caminho...

HSC

16 comentários:

Anónimo disse...

Voltamos sempre à mesma conclusão: é sempre um problema essencial de EDUCAÇÃO!!
O seu filho Miguel, mesmo quando mais inflamado em relação à causa que defendia no momento, nunca insultou ninguém.
Saudades! E nunca me esquecerei das suas palavras de respeito e admiração pelo irmão (que não conheço pessoalmente), que sempre se pautou também por esse registo. Gente com ideais, mas muito educada. Não me canso de lembrar esses exemplos aos meu filho (quase da idade do seu mais novo) e aos jovens amigos dele e não me importo de lhes parecer antiquada. Abraço grande e amigo para si

Anónimo disse...

Querida autora HSC
Isto não é comentário pfavor!
Tristesa ... Tristeza.
Gralhas

Anónimo disse...

E pele ... E pela bolgosfera.
A minha revisão que não é comentário para publicar pfavor
Gralhas

Fatyly disse...

Também o li, aliás gosto muito do que escreve Pedro Correia, mas gostei mais da imagem dele:):)

Não é novidade alguma Dª. Helena a nossa democracia está gravemente doente, neste momento no SO onde cada partido vai mexendo os tubos e tubinhos com guerras partidárias nunca vistas e o que eu mais oiço de tanta gente é a descredibilização em todos os partidos, que não vale a pena lutar e viver neste país daí a demandada de tanta "juventude credível" que dentro de portas dão nível ao ilusório número de 14, ?% de desempregados!
Costa e Seguro o que pretendem fazer? A saloiada (que me perdoem a expressão) de colherem simpatizantes nas ruas...e quem lhes garante que votarão? Um para ministro e outro para o partido? Inovadores sem dúvida pela pior via...Primárias...ó gente sigam rápido para o Doutoramento que já enjoam!
A juntar a isto veio o espirito santo baralhar cada vez mais as cartas, a Educação arrancou em pleno(?) a Justiça mais o seu citius a meio gás, mais isto e aquilo, assaltos, assassinatos e suicídios como nunca se viu e alguns bem graves porque a impunidade é quase total.


e pergunto eu: é isto a democracia?
Onde estais Portugal vendido a retalho e quase sem nada? Sendo eu já uma carta fora do baralho que mais poderei fazer para incutir nos mais jovens que ACREDITEM e não saltem do barco mas que tentem remar?

Daí a internet ser inundada por insultos,e atrevo-me a dizer em que 98% deles é a única via que encontram para desabafar o que lhes vai na alma. E volto ao tema do Pedro...os insultos sobre "o outro" serão mesmo dos simpatizantes, partidários ou infiltrados os tais que refiro?

Não sei, não sei e cada vez menos sei sobre o EDDN - Estado Doente Desta Nação...ainda é Nação não é?

Um abraço enorme e vamos continuar a remar!

Anónimo disse...

A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol III
No caso da farsa do despedimento coletivo do Casino Estoril,passam já
quatro anos sem fim à vista por atraso da justiça a maior parte das
pessoas estão na miséria e vão inevitavelmente por falta de
ordem económica entrar em pobreza profunda este é o maior
espectáculo de drama deste Casino Estoril.

http://revelaraverdadesemcensura.blogspot.pt/

Anónimo disse...

É simples,meus caros!
Numa sociedade há de tudo.Os normais e os anormais,os justos e os injustos,os agressores e as vítimas,os feios e os belos,os ricos e os pobres,os simpáticos e os antipáticos,os crentes e os ateus,os bons e os maus,os instruídos e os analfabetos,os educados e os mal-educados,os com auto-estima e os frustrados,os caridosos e os egoístas,os amados e os mal-amados...e também os que não são nem uma coisa nem outra...simplesmente passam pelos "pingos da chuva".
Por isto tudo já nada me espanta.
Mas há sempre uma porta que nos leva ao caminho certo,basta ter fé e Acreditar!

*

CF disse...

Uma vergonha, de facto. Que traduz, certinho e direitinho o país que temos... :(

bea disse...

Como o poeta, "não sei por onde vou, mas sei que não vou por aí."

Anónimo disse...

Com um jeitinho, os comentadores pelo outro (este termo tb me parece ofensivo, mas ja que o usa...) serao até de outro partido, nao me admirava nada. Apostava... com o terreno a fugir-lhes eram praças para isdo e mito mais.

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 23;29
A expressão o outro - nada ofensiva, visto não se tratar de qualquer triangulação - não é minha. É do Pedro Correia, cujo post transcrevi.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Querida Helenamiga

Falta-nos civismo? Falta. Falta-nos coerência? Falta. Falta-nos solidariedade? Falta. Falta-nos boa educação? Olá, se falta!

De qualquer jeito vou votar Costa...

Qjs

Anónimo disse...


Boa tarde Helena!
É por isso que a politica me desencanto...e a antítese do que gosto!

Gostei tanto de ler a parte que fala do seu pai, é um livro que transbordo as minhas expectativas!
Já falta pouco para terminar, vai ser um livro que não guardarei porque nele, existem frases que preciso de interiorizar em mim!

Carla

Dinis disse...

Os bloggers não são comentadores. E acho que toda a gente tem direito à sua opinião. Eu gostava mas é de saber a opinião da Helena Sacadura Cabral em relação a um e a outro.

Anónimo disse...

Ás cobras falta alguma coisa?
Eu acho que sim! Morderem a própria língua.
Estou convicto que o tempo a todos ensina...e se não,talvez noutra vida,quem sabe!

Anónimo disse...

Bem; já lhe ouvi chamar muita coisa ao paraíso, mas escola de boas maneiras e educação civilizacional não sabia que era, não.
Assim sendo temos o problema educacional resolvido para esses privilegiados moradores.
A grande desgraça é para nós, os infelizes que vamos atravessando este vale de lágrimas a levar com a má formação de quem quiser, em cima.

Corvo.

Anónimo disse...

Gralhas também tem gralhas :-(
Blogosfera e não bolgosfera...que tristesa com a Dra diz.
Gralhas :-)