segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O primeiro dia...


Costa, tem agora dois desafios importantes pela frente. O primeiro será unir e mobilizar todo o partido, depois de uma campanha pontuada por fortíssima acrimónia entre os dois candidatos. Mas aqui a promessa de poder costuma unir as hostes. E Seguro acabou por lhe facilitar a tarefa esta noite, saindo do palco. Fez o que devia e tinha prometido.

Mais complicado vai ser o outro desafio que Costa tem pela frente: combater algumas tendências centrífugas no PS, que estão a marcar os partidos da família europeia a que pertence. É que o fascínio por novas forças partidárias, com novos protagonistas e um discurso mais radical, constitui um problema sério para socialistas moderados como, no fundo, e por estranho que pareça, acredito que Costa será.

Passos deve retirar daqui, também, as devidas conclusões. O que se passou no PS, muito possivelmente ditará o que irá passar-se no país até às próximas eleições. É que as consequências ultrapassarão o ambito da política partidária e pesarão bastante nas coligações que venham a revelar-se necessárias, já que as maiorias absolutas, no actual quadro económico e financeiro, serão cada vez mais difíceis de alcançar.
E se, como disse Costa hoje, este foi o primeiro dia do fim deste governo, ele será também o primeiro dia do seu caminho para Primeiro Ministro. Não sei se será Pedro ou António quem terá a tarefa mais difícil...

HSC

21 comentários:

Anónimo disse...

O macaco também cai da árvore.

Fatyly disse...

Sinceramente para mim que não percebo nada desta dança de bastidores, será o "vira o disco e toca o mesmo".

Já agora uma pergunta ele também ficará como Presidente da Câmara de Lisboa?

maria isabel disse...

António Costa ganhou,já era esperado.Por favor comecem já a procurar as ilegalidades cometidas por ele enquanto ministro de várias pastas,antes de chegar ao governo.como vai ficar tudo igual ou pior,ninguém faz milagres, e como temos vindo sempre a piorar de governo honesto para governo mais honesto evitaríamos ouvir daqui a algum tempo como na série da SIC Aqui não há quem viva :"Sr Costa demita-se".Doutora Helena desculpe que isto é sério,mas já não há quem aguente.Isto parece um circo.

Anónimo disse...


Helena,
numca duvidei da vitória, o percurso não vai ser fácil, caso chegue a 1ª ministro...

Carla

Anónimo disse...

A trupe está de volta... Mas o povo tem memória curta!

Virginia disse...

No estado em que está o país em termos de crença política, a abstenção da direita vai ser enorme e Costa ganhará com maioria absoluta.
Não há alternativas para a direita, a não ser o CDS, que talvez ganhe mais alguns deputados à custa do PSD.
Não vejo PPC a ser demitido pelos seus pares e o povo está farto de sofrer. Costa surgiu como o salvador da pátria...o pior são os "walking dead" que já começam a sair das tocas.

Desejo-lhe felicidades, mesmo sem nunca ter sido socialista, nem nada que se pareça!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Não vai ser fácil, mas foi
necessário. Só o futuro dirá
quem vai ser Primeiro-Ministro
mas espero ser um futuro a
curto prazo.Registe o comportamento exemplar de AJS
após a derrota. Também já abandonou o Conselho de Estado.
É um homem honesto. A sua fragilidade política é que o
derrubou.
Os meus cumprimentos
Irene Alves

bea disse...

A história pouco diz de percursos fáceis.Vamos ver o que é que o homem faz. E desejar que, por bons motivos, a história fale dele.
Seria bem para nós, os portugueses.

Quanto a "coisas que se descobrem": depende do que for; há erros naturais, humanos (ou tem auréola? não dei por isso), e erros que mancham demais o carácter e nos dizem claramente que há quem não sirva para governar. mas até assim, me parece que sobrevive. Não será pior que o que temos visto.

Desejo-lhe vida longa e uma boa disputa para o podium.

João Menéres disse...

Quem escapar desse lugar pode respirar fundo e ir de férias por muito tempo !


Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

Quem trata uma flor como este sr...
Ao fim ao cabo espezinhou-a...
Prefiro quem cuida sempre e não quem arranca para atirar ao ar.Pode cair ao chão e não ter quem a apanhe.
E...uma flor não merece.
Sara

bea disse...

Sara, gostei do gesto de António Costa.

E também vi as inúmeras cadeiras vazias junto de António José Seguro. Os amiguistas onde andariam?! Ao cheiro do poder.
Tristeza!

Anónimo disse...

«Conselheiro Acácio», protegido pela «Brigada do Reumático»!

Anónimo disse...

Retifico o lapso, a bunch of oportunistas.

Anónimo disse...

A lagartixa que chegou a jacaré.
PS

TERESA PERALTA disse...

Querida Helena:
O único comentário que me lembro de aqui lhe deixar é o seguinte:
"Se quisermos pôr à prova o carácter de um homem é dar-lhe o poder". Ontem (ou seja, anteontem) foi o primeiro dia…

Beijinho para si :)

Anónimo disse...

pior que PPC não há. Por isso, siga a marinha!

Anónimo disse...

E o 1 dia começa com uma imperial...não começa mal.

Anónimo disse...


Helena,
veja até ao fim https://www.youtube.com/watch?v=7sfX0yPTiNo

Lembrei-me de si, quando Tony fala da mãe, o que aprendeu com ela, linda lição de vida!!

Carla

Anónimo disse...


Queria dizer Alice!

Carla

Observador disse...

Não faço futurismo, pelo que não vou avançar, a um ano de distância, quem poderá ser primeiro-ministro.

Gostei da vitória de António Costa, aliás votei nele, e tenho a certeza que poderá ser um bom candidato em 2015.
Há muito a fazer (e a dizer) e um percurso longe de ser fácil.

Divisão dentro do PS? Já passou. O poder que pode ser a próxima etapa, é motivo para reunir o que se mostrou despedaçado.

Para Passos Coelho, António Costa é um adversário muito mais difícil do que seria António José Seguro. Não vale a pena explicar porquê. É demasiado óbvio.

O caminho faz-se caminhando.

Cumprimentos, estimada Helena.

Anónimo disse...

PETIÇÃO ENTREGUE HOJE NO PARLAMENTO
António Costa: direito à greve na PSP "nunca, jamais e em tempo algum"

Grande democrata AC