domingo, 20 de março de 2011

O PEC XXII


Hoje é Domingo e dia de descanso. Depois do cansativo sábado, deixem-me brincar. Esta imagem mostra o nosso futuro, em banda desenhada e a cores.
Estaremos em Janeiro de 2014 a discutir as últimas medidas do PEC XXII. Ainda mantemos os chinelos. Salve-se isso... para não ficarmos descalços!
HSC

8 comentários:

voz a 0 db disse...

A próxima será todos os da imagem a apanharem sabonetes...

CãoPincha disse...

Óptima imagem!
Nós acabámos de falar no PEC e no PAP.
CãoPincha

Marcolino Duarte Osorio disse...

Drª.Helena,
Ontem, por mero acaso, mirei e remirei a mesma imagem que me foi enviada para o meu correio electrónico. Como nunca tive jeito para brincar com estas anedotas adaptáveis a determinadas circunstancias, ainda pensei em si.
Agora sim, aqui um belissimo post dos tugas sem tanga porque até essa tiveram que a empenhar...
Contudo fiquei algo acomplexado ao umaginar-me neste grupo de expoliados mas, velho, tremulo, enrugado, sem viço de varão a ser assinalado, mãos ocupadas com a minha trouxa de artigos de uso pesoal, em fila indiana, como quem vai para o cadafalso...
Noite tranquilona com muitos e felizes sonhos!
Cumprimentos
MO

Presépio no Canal disse...

LOLOLOL o que eu ri com este bocadinho ;-) o pormenor dos chinelos esta muito bom ahahaha
Bjs!

Fada do bosque disse...

ahahahahah essa é de rir... para não chorar. É que o pior, é depois!... ficamos com a pedra no sapato, ou neste caso, no chinelo... com o azar que temos, o senhor da recolha ainda fica por cá muito mais tempo! É caso para dizer que somos governados por um Polichinelo... Será um polichinelo italiano? Não, este não revela os jogos, esconde-os, mas com o tempo vem a saber-se... como aí no seu desenho... ahahah que demais! :)))
Mas um facto é que como os italianos, merecemos o Polichinelo que nos rouba... porque sim! a minoria não o merece, há sempre as excepções, mas quem nele votou e quem se absteve, merece... ai isso sim! Fazendo as contas, é a maioria! Ora aqui está o Polichinelo da Wikipédia, que tanto se assemelha! Adorei:

A personalidade, entretanto, costumava variar, de acordo com o país: em França, tem um caráter de anti-herói, fanfarrão; na Alemanha assume o papel de bobo; na Inglaterra é esperto e malandro.

Para os italianos representaria, ainda, a forma como os estrangeiros vêem os naturais do país, em especial na característica do personagem em que enfrenta seus problemas com um sorriso, consciente do jogo dos poderosos que revela publicamente.

Já que não falam dos suecos.... AQUI fica um filme de 4 segundos, de como reage um sueco, às notícias políticas de Portugal!ehehhhehe

Anónimo disse...

Ainda têm aspeto nutrido...
Mas o frio...
Enquanto houver lenha para queimar...
Isabel seixas

miGuel pesTana disse...

ola.
Passei por aqui, a este seu espaço e gostei do que escreve.
Nunca li nenhum livro seu, mas já agora pode me dizer qual o seu preferido??

parabens pelo blogue,

Miguel

silenciosquefalam.blogspot.com

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro Miguel
Ninguem é bom julgador em causa própria.
Se gosta de biografias pode escolher entre as "Nove Magníficas" e as "Mulheres que Amaram Demais", ambos da editora Esfera dos Livros.
Se gosta de poesia e short stories, leia o último Nós de Amor da editora Clube do Autor.
Bem haja!