sexta-feira, 5 de junho de 2009

Lamentável campanha

Como amanhã entramos em "período de nojo" -prefiro este epíteto ao da "reflexão", em que ninguém acredita - pelas europeias, aproveito hoje para expressar o quanto me desagradou toda esta campanha. A pobreza de ideias, o linguajar ofensivo e a total ausência de esclarecimentos quanto ao que estava em causa, deram-me uma sensação difícil de descrever, mas que anda muito próxima da convulsão gástrica.
Foram quinze dias penosíssimos, que demonstraram bem a falta de qualidade da política em Portugal e a tremenda mediocridade da maioria dos seus interventores. Num país à beira do colapso económico, financeiro e educacional, os candidatos a deputados foram incapazes de dizer em que é que o Parlamento Europeu interessava a Portugal, quais os caminhos que devíamos trilhar, quais escolhas que deveríamos fazer, que restrições iriamos, enquanto europeus, enfrentar. Nada. Absolutamente nada. Apenas enganchados na vingança que o caso BPN acabara por proporcionar ao partido do governo que, por uns instantes, se livrou do Freeport. E livrou não se sabe bem porquê. Ou, pelo menos, eu não sei...
Lamentável, tudo isto. E razão primordial para a abstenção que iremos ter. A qual, se for a esperada, dará aos resultados que se apurarem, um valor meramente simbólico que, em nenhum aspecto será retrato do que os portugueses pensam.
E é assim que passaremos às seguintes!

H.S.C

4 comentários:

hfm disse...

Será mesmo de perguntar sobre que vamos votar, é que de Europa, nada. Triste. E comoeço a perder a esperança no direito à indignação.

Mommy Kiki disse...

Cara HSC,
Por ser hoje o dia de reflexão, foi mesmo isso que estive a fazer. Até porque, pela primeira vez, estamos em véspera de eleições e não sei em quem vou votar. (com dúvida em dois candidatos) Uma das coisas que reparei, é que nenhum candidato falarou nas suas propostas, não se ouviu falar na Europa, apenas de limitaram a atacar-se uns aos outros e a enumerar problemas nacionais (que já todos sabemos quais são!)sem sequer presentarem soluções!
Acho que amanhã vou olhar para o talão de voto e fazer Pim-pam-pum!

humano disse...

revolução?

Anónimo disse...

E de Europa pouco se ouviu falar. Mas não foi só por cá. Enfim...e depois, os políticos, que se queixem.
P.Rufino