terça-feira, 9 de junho de 2009

Já cá canta outra!

Mal respirámos e zumba! Já cá temos nova data para festejos. Parece que vai ser a 11 de Outubro que os autarcas vão à sua vida. Uns. Porque outros vêm à sua vida.
O nosso PR continua calado quanto às legislativas, que essas são da sua lavra. Faz bem. Assim, pelo menos, faz sofrer o directório...que já lhe tem pregado algumas!
Talvez para fim de Setembro, dizem uns. Talvez. Adoro "estórias" de suspense. E esta ainda mais. Bem dizia Herculano que "a esperança vale mais que a realidade". Ele é que sabia.
E porque não a 5 de Outubro que é um dia bem republicano e nos permitiria uma espécie de motu continuo? Por mim, achava bem. Dava-me a sensação de estar em democracia, sempre a votar, sempre a expressar-me, sempre a dar vazão aos meus sentimentos. E depois ficava, também, com a ideia de que, afinal sempre eramos, de facto ricos, com duas inquirições populares, quase de seguida. E esta sensação iria perdurar, claro, pelo menos até ao fim do mês, altura em que o meu orçamento pessoal, me faria descer à crua realidade...

H.S.C

3 comentários:

Mia disse...

Ia mesmo muito bem essa data do feriado republicano. Não posso deixar de lhe dar os parabéns pelos fantásticos filhos que tem, embora eu seja mais centrista :)

Obrigada pela partilha dos seus textos que nos fazem reflectir e atentar melhor ao que realmente interessa na vida.

Bom feriado. Viva Portugal.

hfm disse...

Gosto muito da fina ironia das suas palavras que subscrevo. Obrigada.

Anónimo disse...

Apostaria para as Legislativas na data de 27 de Setembro (curiosamente...sendo o "day after" 28 de Setembro...lembram-se de 1974? Há datas do Diabo!). 4 de Outubro não dá...pois 5, 2ªFeira, é feriado, não conviria arriscar...a "rapaziada" pisga-se para mais um fim de semana alargado e temos abstenção da grossa, uma vez mais! A ver vamos, como dizia o cego. Mas, por falar em abstenção, de registar que os emigrantes tiveram uma percentagem de cerca de 95%...!nestas "europeias"...Pergunta: vale a pena dar-lhes direito de voto, para isto? Já não sei, sinceramente! Interrogo-me!)
P.Rufino