segunda-feira, 22 de junho de 2009

Estou muito satisfeita comigo!

Não vi a entrevista de José Socrates. Na previsão do que aí vem tomei, de imediato, algumas medidas visando um regular funcionamento do meu coração que quero manter todo inteirinho para o amor da minha vida - Lily Caneças não diria melhor - o qual não merece um orgão arritmado pelos sulcos da política nacional.
Mas vi imagens a prestações, todas invocadas nos diferentes programas em que pontificam os opinion maker.
De tudo o que vi e li, o que mais me encantou foi a expressão "estou muito satisfeito comigo". Primeiro perguntei-me porque se sentiria o nosso PM tão satisfeito? Depois comecei a pensar, a pensar, a pensar. E, garanto, continuei sem perceber a razão da afirmação.
Voltei ao pensamento por várias ocasiões. Nada! Mas absolutamente nada me fazia entender a declaração. Então cheguei a uma conclusão. O defeito devia ser meu.
E, para o corrigir, só havia uma solução: colocar-me, por empatia, no seu estado de espírito. Foi o que tentei. Não foi nada fácil. Mas estou, finalmente, muito satisfeita comigo!

H.S.C

2 comentários:

Anónimo disse...

O nosso PM é de um optimismo (para com ele, naturalmente) genial. Está satisfeito com ele! Ena! Mas porquê? De muito mal fazer (a muita gente), ou de pouco ter conseguido fazer? Quanto à entrevista, julgo que Ana Lourenço, que até começou bem, deve ter-lhe visto os tais dentes escondidos, de animal feroz, e pôs-se a recato, com perguntinhas mais mansas, não fosse o Diabo tece-las e ainda levar uma dentada! Mas vingou-se no final, com a leitura do currículo dele, chamando-lhe Pinto de Sousa e tudo. E ele ali, a pestanejar, como quem não esperava aquela. Estava mais “light” sem dúvida, no tom de voz, com aqueles olhitos muito doces, com palavrinhas quase sussurradas, mas tivesse a entrevista sido conduzida por outros, ou tivesse durado mais tempo e aquela contenção não aguentava. Nos debates eleitorais e nos comícios “ele” (o animal feroz) volta. É tiro e queda. Voltam os gritos, as exaltações e temos aí o PM que sempre conhecemos. Para alegria dos 26,5% que nele votaram. Vão ver!
Ginbrinhas

Mia disse...

Ahahahah adorei a conclusão do texto :)