sábado, 25 de abril de 2009

Tudo sob controle...


É preciso ser-se santo para se conseguir sobreviver a certas afirmações. Eu não sou. E o Ministro das Finanças que eu saiba também não. Mas é urgente que se lhe aconselhe ir rapidamente... ao oculista.
Com efeito, diz-nos, cheio de segurança e tranquilidade, que a execução orçamental está inteiramente controlada. Exactamente. Inteiramente controlada.
E di-lo apesar de, no campo das receitas, no último trimestre, a do IRC ter caído 150 milhões de euros, a do Iva ter despencado em 700 milhões, a do imposto automóvel ter descido 25% e a do imposto sobre o combustível ter sofrido um golpe de 14%.
Estranho? Claro que não, porque segundo Teixeira dos Santos, " a receita fiscal está controlada".
Por outro lado, também a despesa vive incólume, como se deduz, é evidente, do aumento de 14% registado nestes três últimos meses, porque o ministro afirma "que a despesa está perfeitamente contolada e o governo está a gastar onde planeou gastar".
Alguem me esclarece se sou eu que estou a precisar de ir ao oculista?


H.S.C


1 comentário:

Margarida Pereira disse...

Com a proliferação de ópticas e quejandos pelo País, presumo que alguém terá entendido que o mal é nacional, i.e., estamos todos necessitados de ajuda 'visionária'... ;)