domingo, 7 de junho de 2015

Saúde 24 Sénior


Um amigo deu-me conhecimento e julgo importante divulgar. Trata-se de um serviço da Direcção Geral de Saúde que se chama Saúde 24 Sénior.
Quem tiver 70 ou mais anos, pode utilizar. Quem tiver menos, decerto terá Pais ou familiares que o poderão aproveitar se dele tomarem conhecimento.
Funciona da forma seguinte:
Liga-se para o 808242424 para dizer que nos queremos inscrever na Saúde Sénior. Posteriormente alguém nos ligará e fa uma breve história clínica com levantamento das necessidades, não só de saúde, mas também daquelas que resultem da preocupação de perceber se a pessoa está orientada no tempo e no espaço e se tem propensão para quedas.
A partir daí passamos a ser contactados de 15 em 15 dias. Este meu amigo recebeu hoje o telefonema e foi por isso que julgou importante passar a informação.
Perguntaram-lhe sobre a medicação, sobre a actividade física, sobre alimentação.
Se por acaso, entretanto, houver dúvidas sobre saúde, se cairmos ou nos acontecer qualquer coisa podemos telefonar.
Por exemplo, se estivermos sozinhos em casa caírmos e ficarmos magoados, ligamos o 808242424, eles enviam uma ambulância e contactam o hospital para dizer que vamos a caminho.
Funciona em todo o país. Trata-se de um bom serviço, que deve ser divulgado e utilizado. E tem, ainda, a vantagem de dar emprego a enfermeiros.

HSC

19 comentários:

George Sand disse...

Não tem a vantagem de dar empregos a enfermeiros, uma vez que os enfermeiros são os mesmíssimos que dão apoio à Linha saúde 24. Neste momento estão a ser atendidos cerca de 2700 idosos. Ou seja: demagogia eleitoral barata do Dr. Paulo Macedo, para tapar os olhos com a peneira, enquanto paulatinamente, este governo absolutamente desprovido do mínimo de respeito pelos cidadãos, corta a torto e a direito na saúde e,tenta a todo o custo, delapidar, quiçá de forma mortal (para depois, quem sabe, terem mais alguma coisinha para privatizar, porque ainda não roubaram que chegue) o Sistema Nacional de Saúde.

Helena Sacadura Cabral disse...

George Sand
Dei conhecimento de algo que desconhecia - sorte minha - e de que um amigo que utilizou o serviço me deu conhecimento de ter funcionado com ele muito bem.
Se lhe conhece os defeitos reclame e dê conhecimento deles. É o que faz qualquer cidadão.
Aqui não pretendi defender nem o ministro nem o governo- no qual, é público, não votei- mas apenas fazer "serviço público".
Tenciono inscrever-me e espero que resulte o mais tardiamente possível.
Aliás as vezes que tive de ir a uma urgência em S. José - sorte minha - fui muito bem atendida e no meu Centro de Saúde tambémo sou há bastantes anos. E isto foi no tempo em que não tinha familiares no governo.
Quanto aos problemas dos enfermeiros que, esse sim, é muito grave, não o conheço suficientemente bem para fazer afirmações. Creio, pelas suas palavras, que deve conhecê-lo. Pena é que os políticos, quando estão doentes, vão para os hospitais particulares...

Isabel disse...

Que informação valiosa. Obrigada.
Quero deixar-lhe aqui o meu abraço, que faz tempo lhe queria dar.
Este vai da Ilha do Príncipe, onde estou a trabalhar em projecto de "gente maior"...
Isabel

Silenciosamente ouvindo... disse...

Drª. Helena:
Uma correcção, é apenas para pessoas
com mais de 70 anos. Tentei registar-me
e não foi possível, apenas o meu marido
ficou registado, dado ter mais de 70 anos.
Os meus cumprimentos.
Irene Alves

Isabel Belo disse...

Muito obrigada pela sua informação sobre o Saúde 24 Sénior. Já tinha ouvido falar e vou inscrever-me a mim (com 69 anos)e a minha irmã com 77.
Só lamento que algumas pessoas se aproveitem deste tipo de informações utilíssimas para politizarem o que pode ajudar as pessoas e gostei da sua resposta.

Helena Sacadura Cabral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Helena Sacadura Cabral disse...

Silenciosamente Ouvindo
Tem toda a razão. São 70 ou mais anos. Acabei de confirmar e de me inscrever. Foi-me explicado que a notícia dada pelos orgãos de comunicação social continha esse erro, que os jornais não corrigiram. E já são mais de 4000 idosos a beneficiar do programa.
Acabei de fazer a alteracçáo no texto, cuja rectificação lhe agradeço.
Bem haja!

Maria do Porto disse...

É um óptimo Serviço se funciona como diz.
O mesmo deveriam fazer as Juntas de Freguesia pelos idosos, ou seja, saber se estão sozinhos ou acompanhados, se têm algum tipo de necessidades que eles possam resolver ( papeladas,...), serem regularmente visitados por Assistentes Sociais. Mas não! Um exemplo é o meu Pai com 89 anos a viver numa Freguesia da cidade do Porto, que embora a minha irmã viva com ele agora, mas mantendo a sua residência noutro local, NUNCA ninguém apareceu ou se preocupou se está sozinho, doente,...
Há milhares de idosos, sozinhos sem ninguém se preocupar.
Bjs

Anónimo disse...

Tenho uma mãe com 88anos que está a ser seguida por este serviço.Até ao momento só e apenas ligam de vez em quando ,falam com ela têem o meu telemóvel e já me aconteceu ligarem-me porque ela não atendeu para saberem se algo se passava ...Não consigo dar mais informação mas até ao momento tem sido esta a minha relação com este sereviço!!!


Manoel José de Santana disse...

Querido (a) amigo (a) estou dando uma passadinha no teu Blog. E gostei muito e voltarei sempre. U abraço: Manoel Limoeiro de Recife - PE.Brasil.Visite o Blog por favor: http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

Recife -PE. 08 de junho de 2015.

Helena Sacadura Cabral disse...

Maria do Porto
Com o meu amigo tem funcionado.Eu não faço aqui apologia senão do que conheço. Inscrevi-me. Veremos, quando precisar, como funciona.
Limitei-me a dar conhecimento dele, porque eu própria ignorava a sua existência. Apenas isso. Cada um fará o que entender.

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 19:35
É sinal de que a sua mãe não teve, felizmente, qualquer problema que carecesse da intervenção do serviço!

Anónimo disse...

Boa linha! Mas penso que devia existir a linha de saúde mental feliz,talvez,Linha 13.Para os séniores que estão tristes e deprimidos ouvirem um alô e uma música.
Acho que seria uma boa terapia.
AC

Susana Neves disse...

Obrigada pela partilha. Desconhecia este serviço, que me parece muito importante. Já recorri a Linhas de Apoio (uma das vezes quando uma das minhas filhas resolveu engolir um comprimido meu que estava pousado na mesa - à minha frente) e são uma ajuda preciosa.
Obviamente (e nisso estaremos todos de acordo) não substitui um enfermeiro "em carne e osso", nos momentos em que este é necessário.
Lamento, pois, certos comentários tão simplistas por serem, tão só, do contra.
O facto de existirem coisas más em Portugal não faz com que até o bom seja mau.

Fatyly disse...

Desconhecia e vou tentar saber do que realmente se trata. Tenho a minha mãe com quase 86, ainda autónoma mas subir e descer quatro andares já não o faz com a frequência que queria, mas quando é estritamente necessário. Telefono umas cinquenta vezes por dia, vou lá dia sim, dia sim:):) estou atenta...mas tudo pode acontecer em segundos.

Agradeço a informação!

Maria do Porto disse...

Julgo que me fiz entender mal. Não estou a pôr em causa esse Serviço. Tenho a certeza que funciona bem e acho louvável a sua atitude em compartilhar, porque é muito útil! Aliás já o divulguei depois de ler o seu post.
Só fiz a analogia entre esse Serviço que funciona tão bem e os serviços dea Juntas de Freguesia, para idosos, que funcionam tão mal. Só isso.
Bjs

M.Ferreira disse...

Em 29-09-2010, recebi um SMS dizendo:
Em caso de doença ligue 808242424, Saúde 24 - O número que o liga à saúde.
Um serviço do Ministério da Saúde.
Vai fazer 5 anos.Quando recebi o SMS, pensei que tinha havido cruzamento de dados, iniciativa do centro de saúde, etc.
Nesta data, não tinha idade Sénior.Hoje já?!

Grande abraço,

Anónimo disse...

As pessoas não têm de estar todas de acordo.
Desde que o façam civilizadamente é saudável ter opiniões diferentes e mesmo contrárias. Aumenta o conhecimento, faz com que nos mexamos para obter informação, com o objectivo de termos opinião própria e fundamentada.
Quando alguém manifesta uma opinião diferente do post, é logo um burburinho...
Em Portugal as pessoas ficam cheias de sensibilidades e pruridos quando não estão todos de acordo. Não falo de Helena SC que mostra muita abertura de espírito no seu blog, que conheço há pouco tempo.
Talvez por ter vivido fora de Portugal, sinto muito isto, o debate de ideias não é bem visto. É visto como ataque pessoal, político, eu sei lá.
Filomena

Isabel Figueira disse...

Gostei da informação vou partilhar e guardar para daqui a uns anitos, pode ser que ainda "estejam vivos".

Um abracinho