sexta-feira, 27 de junho de 2014

E depois queixa-te...


Há quem acumule tarefas. Eu acumulo convívio. E quanto mais velha vou ficando, mais boémia me torno. Gosto de jantar com amigos fora ou dentro da minha casa e ficar até às tantas na conversa. Hoje olhei para a minha agenda e ia colapsando. Não tenho uma única refeição livre nestes próximos 10 dias. Ou seja vou andar num virote como se fosse uma miúda, para cumprir prazos - sou de um profissionalismo doentio nesta matéria - mas, em simultâneo, não perder nenhum dos repastos aprazados.
Ao invés, em Agosto, quando todo o mundo está fora, eu delicio-me  em Lisboa. Há sempre lugar para arrumar o carro, os restaurantes atendem-nos melhor, os cinemas agradecem a nossa presença, as esplanadas têm quase sempre lugar e os estrangeiros que nos visitam, transformam o burgo numa capital cosmopolita.
Claro que em certos dias, estou mesmo cansada e censuro-me. Mas não demoro muito na censura, porque me lembro da minha Mãe a dizer-me "...e depois queixa-te. Sabes? Quem corre por gosto, não cansa". Tinha toda a razão!

 HSC

6 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Querida Helenamiga

Estou definitiva e total concordância contigo: em Lisboa o melhor mês é Agosto; e o resto são cantigas que o vento leva...

Aproveito para te informar que estou a escrever na Travessa uns textículos verdadeiros e retalhos da minha vida. A rubrica é NA PRIMEIRA PESSOA.

Postei lá um texto Ai a minha mãe sobre a guerra colonial em Angola, na qual infelizmente participei - naturalmente obrigado.

Talvez gostes e queiras comentar. Obrigado - só...

Qjs

João Menéres disse...

Elogio a sua "pedalada" ( desculpe o termo, por favor ), HSC.
Sei que tenho uns anos largos mais, de qq forma !...

Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

E não é que eu corro por gosto?! E não me queixo.

http://youtu.be/rv6oWhG76pQ

Que o seu dia amanheça florido.

Ghost

Anónimo disse...

É realmente assim ! Lisboa em Agosto ´respira-se´ sem atropelos..

Jonavigator

Maria do Porto disse...

É assim que a vida deve ser vivida, em qualquer idade. Eu sou assim também, apesar de "cinquentona".
Mas, pelo meio, há uns dias mais calmos, felizmente.
Deixe-me corrigir o ditado popular, também ensinado pela Mãe:
Quem corre por gosto, cansa-se na mesma,não tem é o direito de se queixar!:-)
Cumprimentos chuvosos do Porto...

Anónimo disse...

Um presente para uma noite de insónia.
http://youtu.be/4OPJq_R7Qjw
Nada como uma bela exibição para chamar o sono.
Aqui fica o ingresso para o show e orquídeas.
Bom sábado.
:-)