segunda-feira, 23 de abril de 2012

O Atlântico Sul




Passaram hoje 90 anos sobre a travessia do Atlântico Sul. A Marinha e a Aviação comemoraram a data e convidaram os familiares próximos.
Sacadura Cabral era o irmão mais velho de meu Pai e um homem de que toda a família se orgulha. Não só pelo feito glorioso mas, sobretudo, pelas qualidades humanas que possuía e que fizeram com que, após a morte de meu avô, tenha tomado a seu cargo os onze irmãos que ficaram órfãos.
Foi por isso, com muita satisfação, que estive presente na cerimónia, honrando um nome que é o meu e o de alguém que, para nós, foi sempre uma figura exemplar!

HSC

67 comentários:

Isabel Seixas disse...

Parabéns,acho que deve ostentar esse bom nome com orgulho por tudo.

Anónimo disse...

Figura maior da História de Portugal. Parabéns

Jose Martins disse...

Avivado, na altura, em Portugal o patriotismo e este ainda perdurava nos bancos da escola quando fui matriculado, em 1941, na escola primária numa aldeia no sopé da Serra da Estrela que até não estava designada no mapa.
.
Bem me lembro o orgulho com que o meu professor contava a seus alunos a travessia, aérea, de Gago Coutinho e Sacadura Cabral que ligou Portugal ao Brasil.
.
Era o seguimento de dois homens os feitos lusos de quando ligaram o Mundo, europeu, a outros Mundos a partir do século XV.

stiletto disse...

Nós, comuns mortais portugueses, só conhecemos do seu tio este extraordinário feito. Pelo que descreve há ainda mais razões para sentir orgulho neste ilustre Português (com direito a "P" maiusculo).

Pôr do Sol disse...

Cara Helena,
Sempre que ali passo, e faço-o muitas vezes, penso como foi possivel uma viagem tão longa, creio que perto de 3 dias, num aparelho tão pequeno... feito unico, heroico de que nos devemos orgulhar.
Parabens.

Maria disse...

Helena:
Lembro-me do entusiasmo do meu pai, quando falava na grande aventura e nos seus heróis.
Ainda vi, várias vezes, Gago Coutinho, o companheiro e amigo de seu tio.
Meu pai foi muito amigo, de um senhor das Caldas, chamado Juviano Sacadura, que se dizia primo de Sacadura Cabral, de quem tinha grande orgulho.
Triste fim, para um grande homem, ele teve. Ou será, que queria morrer assim, em voo, como tanto gostava?
Compreendo o seu orgulho. Eu que não lhes sou nada, tenho orgulho desses dois heróis. Pena, já não se fabricarem no nosso triste País.
Mas esse feito glorioso, como outros, nunca nos tirarão.
Beijinho, amiga.
Maria

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Leninhamiga

Peço-te desculpa de repetir.


Estou de volta e maluco como sempre. Carregado de saudades de Goa e da sua excelente gente. E agoniado com o que encontro por cá: tristeza, desânimo, desgraça. E, pelos vistos, o que está para vir será pior. Amanhã é dia de homenagem aos Capitães de Abril; mas também de luto por esta enorme maldade que os criados nacionais (???) da troika nos estão a fazer. Portugal, infelizmente, é assim…

Espero por ti – como sempre.

Qjs

Helena Oneto disse...

Querida Helena,
Il y a de quoi être fier!
Grande abraço

Laura S. disse...

Sei que nada tem que ver o que nenhuma diferença fará, mas deixo-lhe os meus mais sentidos pêsames pela morte do seu filho, assim como um beijo de apoio.

AGV disse...

Requiesceat in Pace.

Anónimo disse...

Querida Senhora,

Os meus mais sinecros pêsames pela sua enorme perda.

Que Deus lhe dê a força que precisa neste momento.

Um beijinho grande,
Ana Amorim

olinda silva disse...

Só para lhe dar um beijo enorme no seu coração.

Anónimo disse...

Quero aqui deixar o meu enorme pesar, pela notícia que acabo de receber. Foi um choque que me está a abalar muitíssimo. Ainda ontem partilhei no meu mural, uma intervenção do Miguel no PE. Não fazia ideia. Pensei que ele estava a conseguir. Um grande, grande, abraço nesta hora tão difícil. Que descanse em paz, esse grande parlamentar, honesto, esse grande homem de inteligência e cultura. Os meus sentidos pêsames a toda a família. Peço desculpa, estou muito emocionada.
Teresa Botelho Moniz

Anna^ disse...

Srª Dª Helena, as minhas mais sentidas condolências. Um abraço cheio de carinho nesta hora tão desoladora para uma Mãe.

ana disse...

querida Helena, à falta de um lugar mais apropriado, quero expressar-lhe aqui a minha mais profunda trsteza pela sua perda. Nem quero imaginar o seu sofrimento neste momento. Que Deus lhe dê coragem e ânimo. Um abraço. sua leitora e admiradora
Anabela Sampaio

Livro da Actualidade disse...

Grande senhor e grande feito!

Anónimo disse...

Não sabia como contactá-la de outra forma. Deixo aqui um abraço amigo e sincero para si e que Deus lhe dê tranquilidade para enfrentar a dor da perda do seu filho. Infelizmente para os que ficam, Deus parece gostar de boa companhia.

Irene Alves disse...

Imagino o seu estado de espírito
para estar nesse acto.Mas foi
um acto de coragem.
Venho apresentar os meus sentidos
pêsames pelo falecimento de seu
filho Miguel Portas.
É imaginável a dor que estará
a sentir.Precisa de muita coragem.
Um grande beijinho
Irene Alves

Susana disse...

Venho agora até aqui só para lhe deixar um grande abraço e para dizer que, embora não a conheça pessoalmente, lhe desejo muita força neste momento difícil. Todos, independentemente das nossas ideologias políticas, ficámos hoje mais pobres.

Benó disse...

Soube da triste noticia. Aceite os sentidos pêsames duma mulher que é mãe.

Livro da Actualidade disse...

Os meus sentimentos

Anónimo disse...

ORAÇÃO DE SANTO AGOSTINHO
A morte não é nada.
Apenas passei ao outro mundo.
Eu sou eu. Tu és tu.
O que fomos um para o outro ainda o somos.
Dá-me o nome que sempre me deste.
Fala-me como sempre me falaste.
Não mudes o tom a um triste ou solene.
Continua rindo com aquilo que nos fazia rir juntos.
Reza, sorri, pensa em mim, reza comigo.
Que o meu nome se pronuncie em casa
como sempre se pronunciou.
Sem nenhuma ênfase, sem rosto de sombra.
A vida continua significando o que significou:
continua sendo o que era.
O cordão de união não se quebrou.
Porque eu estaria for a de teus pensamentos,
apenas porque estou fora de tua vista ?
Não estou longe,
Somente estou do outro lado do caminho.
Já verás, tudo está bem.
Redescobrirás o meu coração,
e nele redescobrirás a ternura mais pura.
Seca tuas lágrimas e se me amas,
não chores mais.

Os meus mais sentidos pêsames DrªHelena
Fátima Gomes

Gaivota Maria disse...

Com uma abraço de mãe aqui lhe deixo uma poesia que alguém me enviou num momento de dor. Acho que o seu filho Paulo gostaria que procedesse assim.

A Morte

Se me amas não chores

A Morte nada significa,
Eu passei simplesmente para o outro lado.
Eu sou eu. Tu és tu
O que éramos um para o outro, assim continuamos.
Chama-me pelo meu nome, como sempre me chamaste,
Fala-me como sempre o fizeste,
Não uses um tom diferente.
Não tomes um ar solene ou triste,
Continua a rir do que, juntos, nos fazia rir.
Reza, sorri, pensa em mim, reza comigo.
Que o meu nome seja dito em casa como sempre foi,
Sem ênfase alguma, sem qualquer melancolia.
A vida significa o que sempre significou,
O que sempre foi: a ligação não está cortada
Porque havia eu de estar fora do teu pensamento?
Só porque estou longe do teu olhar?
Eu não estou longe,
Mas apenas do outro lado do caminho...
Vá, tudo vai bem...
Tu reencontrarás o meu coração
E nele a verdadeira ternura.
Enxuga as lágrimas. Se me amas, não chores!

(Traduzido por A. G. de Paris Match, 16-02-1995 )

Felipa disse...

Venho trazer os meus mais sentidos pêsames.
Não há palavras que possam consolar neste momento, por isso ofereço o meu silêncio solidário e o meu abraço.

Anónimo disse...

Quero dar-lhe os sentimentos neste dia triste.
Como mãe não consigo imaginar o que está a sentir.
Um beijo e todo o meu carinho.
Ana

Lura do Grilo disse...

Deixo-lhe aqui um enorme abraço neste dia difícil. Espero nunca ter de passar pelo que a Helena hoje e nos tempos mais próximos vai passar.

Anónimo disse...

Helena, um abraço.De mãe para mãe.
Um grande abraço.

inês, lisboa

Fátima Laouini disse...

Helena, soube agora mesmo a notícia. Deixo-lhe aqui um beijinho de profundas condolências neste momento,sentimentos extensíveis a toda a sua família. (AEfetivamente)

César Laranjo disse...

Beijinhos, acho que sabemos o motivo,
César Laranjo

Presépio no Canal disse...

Querida Helena,

Li agora no Blog Estado Sentido que o Miguel partiu para junto de Deus.
Os meus sentidos pesames a toda a familia e um beijinho grande para si. Lamento muito.
Coragem nesta hora, que acredito, seja a mais dificil da sua vida.
Um abraco apertado.

Sandra

. margarida . disse...

Não será este o local mais apropriado,mas não tendo outra forma de o fazer,quero deixar os meus sentidos pêsames neste momento tão doloroso da sua vida.
Admiro-a profundamente pela sua coragem e determinação.
Nenhuma mãe merece passar por um momento como este.
Que Deus lhe dê a coragem que necessita,hoje,mais do que nunca.

. margarida .(uma mãe... )

angela disse...

Minha senhora,

não tendo outro meio de transmitir os meus sentimentos quero aqui deixar as minhas sentidas condolências.

Inês Pedrosa disse...

Minha queridíssima Helena, deixo-te aqui um beijo do tamanho do Mundo, porque perdi o teu email.
Estou contigo.

Inês

Tété disse...

Querida Helena,
Tudo o que me ocorre é pedir a Deus que lhe dê forças para acalmar o seu desgosto mas quero dizer-lhe que estou consigo de alma e coração.
Um abraço com muito carinho.
Teresa

Jose Tomaz Mello Breyner disse...

Não quero deixar nesta hora dificil de lhe enviar um abraço de sentidos pêsames, e deixar-lhe estas palavras que meu Pai antes de morrer nos pediu que colocássemos no seu "souvenir pieux"


A MORTE NADA É
Eu estou apenas noutro lado
Eu, sou eu, tu és tu.
Aquilo que éramos um para o outro
continuamos a ser.
Chamem-me como sempre me chamaram.
Falem-me como sempre me falaram.
Não mudem o tom da vossa voz,
Não façam ar solene ou triste.
Continuem a rir daquilo que juntos nos fazia rir.
Brinquem, sorriam, pensem em mim,
rezem por mim.
Que o meu nome seja pronunciado em casa como sempre foi:
Sem qualquer ênfase
Sem qualquer sombra.
A vida significa o que sempre significou.
Ela é aquilo que sempre foi.
O “fio” não foi cortado.
Porque é que eu
estando longe do vosso olhar
estaria longe do vosso pensamento?
Espero-vos, não estou muito longe,
somente do outro lado do caminho.
Como vêm
ESTÁ TUDO BEM

Ana disse...

Os meus mais sentidos pêsames! Um beijinho! Muita FORÇA!

marta disse...

de uma mãe para outra mãe, aceite a minhas sinceras condolências.

Anónimo disse...

Ha uma exposicao documental e bibliografica sobre a travessia no Museu da Marinha , julgo que termina dia 29 de Abril

ann.dorinha disse...

Deixo aqui os meus sentimentos à família.

rosaamarela disse...

Não encontrei na blogosfera melhor post que este para me dirigir a si.

Sei que é forte, embora possa imaginar a dor que é perder um filho do qual se pode orgulhar como se orgulha dos seus antepassados pelas qualidades humanas.

Tal como a Helena, orgulhamo-nos de ter convivido com uma figura exemplar o seu filho Miguel.

Um forte abraço

ARPires disse...

Neste momento de grande tristeza e pesar e não tendo eu outro modo de expressar os meus sentimentos por quem nutro e sinto uma grande simpatia e estima, queira Dr. Helena receber de um simples cidadão as minhas mais sentidas condolências.

“Aqueles que amamos nunca morrem”

Gonçalo Mendes disse...

Helena,

Venho aqui apresentar as mais respeitosas homenagens e mais sentido abraço, pelo seu filho Miguel. Um beijo.

Blondewithaphd disse...

Silêncio; de choque e respeito.
Ouso um abraço.

Saltapocinhas disse...

Não tenho palavras para me exprimir em momentos como este...
Lamento muito, muito.

Os meus sentimentos..

:(

Anónimo disse...

Cara Dra. Helena
O sobrinho saiu a ele. Sem medo. Que falta vai fazer a sua voz.
As minhas mais sentidas condolências.

TERESA SANTOS disse...

Um forte abraço, um abraço que gostaria servisse de algum conforto.

K disse...

um beijinho e um abraço bem apertadinho.

Isabel disse...

Sabemos agora melhor de onde vem essa garra e essa vontade de viver que nos transmite.
Não quero imaginar a dor que tem agora no peito pela perda do seu filho Miguel. A sua vida foi demasiado curta mas vivida com intensidade e felicidade. Enfrentou a doença mas ela foi mais forte e ele partiu. Que a sua alma fique em paz e que no céu se ilumine mais uma estrela que olhe pela vossa família. Coragem e muita força para seguir a vida. Um beijo. Isabel

Anónimo disse...

Carissima Helena,
Sei que muito provalmente muito tempo passará ate que leia esta minha mensagem (se é sequer que a lerá), mas nao posso deixar de lhe enviar um abraço apertado e de lhe garantir que o meu coração está consigo nestes dias tão, tão dificeis. Peço lhe por favor que tenha muita força, muita coragem e que consiga dentro do possivel encontrar alguma serenidade. É contra-natura ver-se um filho partir, mas deus ou a natureza pregam-nos estes duros golpes e estou certo de que muitos (como eu) estaremos cá para ajuda-la sempre, quando, como e onde necessario.
"Oh meu Deus, dá me força para resolver o que pode ser resolvido; serenidade para aceitar o que nao tem resoluçao; e sabedoria para diferenciar os dois anteriores".
Um abraço apertado

Mariana disse...

Muita coragem neste momento! Não conhecemos o plano de Deus, mas temos que ter fé. Rezo por si. Mariana

Mariana disse...

Muita coragem neste momento! Não conhecemos o plano de Deus, mas temos que ter fé. Rezo por si. Mariana

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Querida Helenamiga

Hoje é só para dar um beijo sentido à Mãe.

Anónimo disse...

U Artur de Sacadura Freire Cabral, aviador, foi mesmo uma figura exemplar.
O seu sobrinho-neto,o Miguel Portas, tambem merece louvor por ter lutado por um mundo menos egoista, injusto, duro e crueR.
Fica em Paz, Miguel

Anónimo disse...

Um abraçinho



erva cedreira

Anónimo disse...

Um abraçinho, minha querida Helena



erva doce

Anónimo disse...

Cara Dra,

Ontem vi a repetição da entrevista que o seu filho deu à SIC, em Janeiro deste ano, que não tive a oportunidade de ver e para mim foi doloroso saber que aquele homem já não está entre nós.
Embora a minha dôr seja infinitamente pequena comparada à sua queria no meio dos meus afazeres rotineiros deixar uma mensagem solidária para com a sua dôr e enorme perda que está passando neste momento.

Eu não sabia do estado de saúde do seu filho nem sabia que ele já não fazia parte da direcção do partido , mas fiquei impressionado com a lucidez dele e com a clareza com que falou do sistema "mafioso" das farmaceuticas do qual ele acabou por ser também mais uma vitima.
Reconhecerá certamente que não sou sitacionista e que vejo muita conspiração no sistema de saude global e portanto fiquei triste de ver desparecer uma pessoa que pelo menos levantava a sua voz, embora com cuidado, contra essa mafia.

Ogman

Unknown disse...

Passo aqui para, como mãe e portuguesa, a cumprimentar e participar de sua dor. De uma coisa pode estar certa : o sobrenome que carrega continua a ser honrado e admirado aqui e além fronteiras. São emocionantes as manifestações de carinho que seu filho Miguel tem recebido.Políticos honestos e convictos defensores de Ideias contam-se pelos dedos. Nós paravamos para o ouvir, analisando seu discurso com respeito.E vão sobrando os pirotécnicos vazios, mas cheios de causas próprias.Que Deus a abençoe e dê mimo nesta hora difícil.Conte com a nossa admiração e carinho.

Anónimo disse...

http://quadripolaridades2.blogspot.pt/2012/04/carta-helena-sacadura-cabral.html

Achei que gostaria de ler.

Grande beijinho.

Um Jeito Manso disse...

Querida Helena,

Este não é, certamente, o local indicado mas não sei de outro. Isto que estou a escrever não é comentário ao post, isto é para si.

Não quero sequer imaginar, porque deve ser tão terrível, aquilo que sente. Nem sei que lhe dizer que possa consolá-la. Mas quero que saiba que eu e, certamente, todas as mães deste País e todas as pessoas que a conhecem (seja daqui ou da televisão ou dos seus livros) estão ao seu lado neste momento tão triste, tão injusto.

Ainda hoje escrevi que eu, nestas situações, costumo pensar que, quem se vai, apenas foi já andando. Todos, um dia, iremos e alguns vão antes do que deviam. Estar-lhes-á na natureza, são viajantes, gostam de se fazer ao caminho. O seu Miguel sempre foi assim, não foi?

Mas, querida Helena, se ele já foi andando, nós, que ainda aqui estamos, não nos esquecemos dele. Escrevi lá no UJM no dia em que tivemos a notícia tão triste que não esqueceremos o sorriso de menino que o seu menino tinha. Sempre a sorrir, com um sorriso que lhe vinha de dentro, como o seu, Helena. Um sorriso de homem bom.

Receba, Helena, um abraço cheio de tristeza. E tenha força Helena. O seu filho Paulo certamente está ao seu lado, cheio de saudades e tristeza, mas está ao seu lado e deve custar-lhe muito ver a tristeza da mãe. Por isso, Helena, força e apoie-se também nos seus amigos, mesmo nos que são amigos virtuais e que estão aqui, de longe, a sofrer ao seu lado, a apoiá-la.

Um beijinho, querida Helena.

marianinha disse...

Cara Helena daqui quem lhe escreve é a mariana pacheco que tinha um blog que se chamava geladocomchantili,estou-lhe a escrever para lhe dar os meus sentimentos pelo falicimento do seu filho Miguel,neste momento de dor quero que saiba que estou aqui do seu lado para lhe dar apoio.
Sei que está a sofer muito.
Não sou mãe,mas sei que para uma mãe não á pior dor do que a morte de um filho.
Muita força para si neste momento tão dificíl por que está a passar.
Muitos beijinhos grandes e muita força para ultrapassar este desgosto que nunca desaparece,estou do seu lado se precisar de uma palavra amiga sempre que precise.

José Rodrigues Dias disse...

Senhora Dra Helena Sacadura Cabral:

Gostava do Miguel, sendo diferentes.
Ontem escrevi e publiquei no meu blogue "Traçados sobre nós" um poema a que dei o título "Miguel de Abril".
Aqui lho deixo, exprimindo-lhe os meus sentimentos:

Miguel de Abril

Olho nele o Abril do cravo
No braço levantado sonhador
De razão em grito sofrido
Num abraço de amor sorrido
De livre homem pensador,
Nunca de gesto de escravo …

Abril nele sempre,
Sempre Abril sonhado
E mais ele ainda
Se Abril enevoado …

Militante ele livre,
Enorme nele tudo,
Maior o sorriso nele doce
No olhar de candura dele!

Évora, 2012-04-26

J. Rodrigues Dias

http://joserodriguesdias.blogspot.com

PS: Esta mensagem é particular, podendo publicá-la ou não.

Margarida Fonseca Santos disse...

Helena,
Só nos cruzámos uma vez, naquele almoço na Alorna, mas sinto sempre que a conheço de perto. Queria deixar-lhe um abraço grande.
Ao ler esta sua nota, sorri, um bocadinho triste. Fiz em tempos uma peça de teatro sobre esta travessia, as travessuras, as dificuldades transversais ao país que somos. Nunca chegou a ser posta em cena, mas ficou sempre o enorme respeito por este feito e não posso parar de dizer: sabe-se tão pouco do que passaram estes homens, de como foi difícil! Talvez um dia... quem sabe.
Um beijinho

anamar disse...

Também me sinto orgulhosa de ter um filho piloto e de viver no "Largo do Sacadura" de outrora, hoje a Piemonte do Monte Estoril.
Abracinho

Anónimo disse...

Viva Helena
Viva com o desgosto e faça dele mais vida.
M.

rosaamarela disse...

Não encontrei na blogosfera melhor post que este para me dirigir a si.

Sei que é forte, embora possa imaginar a dor que é perder um filho do qual se pode orgulhar como se orgulha dos seus antepassados pelas qualidades humanas.

Tal como a Helena, orgulhamo-nos de ter "convivido" com uma figura exemplar o seu filho Miguel.

Um forte abraço

Maria disse...

Desde já a felicito! Deixo aqui uma aventura que servirá para homenagear a 1ª Travessia Aérea entre Lisboa e o Funchal, protagonizada pelo meu Pai.

http://www.fpjetski.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=381%3Ainteresse-regional-para-travessia-de-jetski&catid=2%3Aultimas-noticias&Itemid=22

Anónimo disse...

Sra Dona Helena
Não sei se algum dia vai ler isto,mas se o fizer ficarei muito feliz pelo esforço de estar a escrever letra a letra.Tudo isto por causa desta comemoração.Tenho uma fotografia da chegada do aeroplano ao Brasil.A mim não me diz nada.Gostava que a senhora ficasse com ela ou que a entregue a quem bem entenda.Gosto muito dos seus blogs de a ver na televisão e já li alguns livros seus, não leio mais porque os livros estão muito caros e o dinheiro não chega para tudo,com muita pena minha pois sou leitora compulsiva,mas de bons livros.Deixo o meu mail para me dizer para onde devo enviar a foto caso esteja interessada.Depois conto como veio parar ás minhas mãos.ticodelfi@yahoo.com.br.Pode rir como só a senhora sabe mas é o nome do cão mais o do gato.Ao dispor
Margarida
Serra da estrela.