segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O LOOP

O conceito de “LOOP”

Trata-se de uma terminologia assim nomeada por estudiosos de informática para definir uma confusão criada e que não possui uma explicação concreta para solução do problema.


Diz-se que um programa “entrou em loop” quando acontece a seguinte situação:

O director chama sua secretária brasona e diz:

-Vanessa querida, tenho um seminário na Argentina por uma semana e quero que
me acompanhe. Por favor faça os preparativos para a viagem …

A secretária liga para
o marido:

- João! Vou viajar para o estrangeiro com o director por uma semana, cuida-te querido!

O João liga para a amante:

- Elvira, filha. A bruxa vai viajar para o estrangeiro por 1 semana, vamos estar juntos, minha princesa …

No momento seguinte, a amante liga para casa de um menino a quem dá explicações particulares:

- Luizinho, esta semana estou com muito trabalho e não vou poder dar-lhe as explicações….

A criança liga para
o seu avô:

- Avo
zinho, esta semana não tenho explicações, a professora vai estar muito ocupada. Vamos passar a semana juntos?

O avô, (que é o director desta história) chama imediatamente a secretária:

Vanessa – Suspenda a viagem, vou passar a semana com
o meu neto que não vejo há um tempo, por isso não vamos
participar no seminário. Cancele por favor a viagem e o hotel.

A secretária liga para
o marido:

- Ouve João querido! O idiota do director mudou de ideias e acabou de cancelar a viagem.

O marido liga para a amante:

- Amorzinho, desculpe! Não podemos passar a semana juntinhos! A viagem da bruxa foi cancelada.

A amante liga para o menino a quem dá aulas particulares:

- Luizinho, alteração de planos: afinal esta semana teremos explicações como de costume.

A criança liga ao avô:

Avô! A estúpida da minha professora ligou a dizer-me que afinal terei explicações.
Desculpe mas assim não poderemos ficar juntos esta semana.

O avô liga para a secretária:

Bom Vanessa – O meu neto acabou de me ligar a dizer que não vai poder ficar comigo essa semana.

Portanto dê seguimento à viagem para a Argentina.


Esta história foi-me enviada por um amigo perito em informática e que se ri muito das minhas habilidades na matéria. Depois de um fim de semana acidentado, nada como rir com uma história que fala de um novo conceito que também poderá vir a aplicar-se à política que não navega em melhores lençóis!


HSC

10 comentários:

rosaamarela disse...

Estou a rir e não consigo parar.


Mt bg

Paulo de Abreu e Lima disse...

:))) Assenta na perfeição: até realça a extrema importância dos pequenos na orientação dos mais crescidinhos...!

Kiki disse...

Tal como no nosso país temos um problema sem solução portanto! :)

diogo disse...

este é que é o verdadeiro síndroma " pescadinha de rabo na boca ".
adorei

Mar disse...

Ai Vanessa Vanessa!
Rir ee o melhor remedio.
Bjs

Marcolino disse...

Estimada Helena,
Bela história que faz rir à gargalhada qualquer mortal!
Abraço
Marcolino

Anónimo disse...

Genial!!! :)

Isabel BP

Pedro disse...

loop = ciclo

quando um programa entra em loop normalmente é porque o ciclo está (inadvertidamente) fechado, do qual não sai sem intervenção externa, do programador; até dialogamos com o programa:

- Ah malandro, que entraste em loop! :)

este diálogo é verídico e é comum em programação :)

normalmente um loop ocorre de forma controlada, ciclicamente, e termina de forma elegante, previsível, comme il faut :)

um exemplo :)

while (condição) {
acções
}

se a condição nunca chegar a ser verificada, e no conjunto de "acções" não houver um "break" que force a saída do "while", está criada a situação de um loop :) já pode dizer como é um loop na linguagem C :)

parabéns pelo domínio das tecnologias, e do skype em particular, o programa mais útil na net para os expatriados, é com ele que acompanho a filha em Londres e o filho em Bruxelas, que isto dos filhos longe só o skype para matar saudades e a distância :)

mas prepare-se! o skype não os mostra a crescer! quando os voltar a ver há-de reparar que cresceram e o skype não mostrou! a não ser que já tenham passado a fase de crescer :)

Pôr do Sol disse...

...pois, tudo dependente dos nossos
netos, futuros homens do amanhã, (já cá não estarei para ver), portanto nada melhor que uma boa gargalhada neste tempo corrente sem graça.

Ou como diria minha avó "o que não tem remédio, remediado está, para a frente é que é o caminho".

Cumprimentos

Isabel Seixas disse...

Bem interessante e com imensa piada.
Abraço