domingo, 6 de novembro de 2016

Eu bem me esforço!

Desde que não tenho políticos na família perdi o fio à meada do que, nesta área se passa em Portugal. Quando ligo o aparelho e paro num dos canais informativos, sou perseguida pela novela da CGD que se arrasta há dois meses sem sair do mesmo sitio, pelos licenciados que afinal não o são, pelo ministro da educação a dizer umas coisas e os mail's do secretário de estado a dizerem outra, pelos analistas do futebol a explicarem o que não tem explicação, pelas eleições americanas a darem quase maioria a um louco varrido e uma Hillary a utilizar mail´s privados para tratar de assuntos públicos e, enfim, ao pacato silêncio dos nossos sindicatos que andam num deficit de greves maior que o do próprio país.
Eu bem me esforço por apanhar uma notícia nova, mas não consigo. Pode ser que na terça feira isto mexa um bocadinho, com os resultados das eleições americanas e a resposta do Tribunal Constitucional ao Presidente dos afectos.
Mas já pensaram quem é que vai aceitar a CGD se não tiver as mesmas regalias salariais que estes tinham? Ninguém. O nosso ministro das finanças meteu-se numa camisa de sete varas e se estes administradores saírem, não pode ser ele a convidar os seguintes. O mesmo será dizer que terá de ser outro a faze-lo...
Percebem porque é que eu bem me esforço por perceber o que se passa e não consigo?!

HSC

8 comentários:

Maré alta disse...


Boa noite Helena.
Ao ler o seu artigo, que aliás me identifico.
Não sei porquê lembrei-me de uma música
A música é: Inquietação de Camané e Dead Combo.
Cordialmente
Maré alta

João Menéres disse...

Esse que usa uma camisa de sete varas tem uma cara de patarata...


Melhores cumprimentos.

Maria Beirao disse...

Se percebo...

Silenciosamente ouvindo... disse...

Já somos duas.
Muito menos entendo como se pode prometer
aquilo que a lei mão permite.
Também estou ansioso pelo resltado
das eleições americanas e pelo desfecho
do caso CGD.
Os meus cumprimentos.
Irene Alves

Anónimo disse...


Helena
Ando perdida há muito tempo nesse campo, embora ache importante o que se passa à nossa volta. Não percebo e nem sei se algum dias as percebemos, são novelas demais.
Já dizia o nosso saudoso Badaró:
Como me explico?!

Carla

Helena Sacadura Cabral disse...

Viva Maré Alta!
Sabe que eu gosto muito dessa canção ?
Inquietação é, talvez, uma das palavras mais a dequadas ao estado de todos nós...

A Nossa Travessa disse...

Querida Helenamiga

Isto não te serve de consolo, mas eu também não... Será que sou burro? Será que sou iliterato? Será que sou politicamente incorrecto? Não sei. Eu só sei que nada sei... Nas, garanto-te: um dia hei de aprender. Com 75 anos ainda tenho muitíssimo tempo pelo frete..., pela frente.

Alzira (segunda parte)
Na sequência de pedidos diversos publica-se hoje a segunda parte da séria Alzira, que tem por título Alzira: vida e obras. Mais se informa que a série não deve ficar por aqui…
Entretanto o mistério do feed continua sem solução, ainda que tudo esteja a ser feito para ultrapassar esta chatice. Desculpa, mas ela não é minha


Henrique, o Leãozão

Anónimo disse...

Boa noite Dra. Helena,

As suas publicações fazem-me sempre reflectir e concluir que geralmente tem sempre razão. Quanto ao estado da América dá-me muita preocupação, como podem dar crédito a uma pessoa louca e terem que ficar com a Hillary porque não tem mais nada por onde escolher. Como vai este mundo. O futuro mete-me medo.
Uma boa noite a todos.