quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Prontos para acostar


O meu sentido do humor vai-me valendo para não levar muito a sério nem os outros nem a mim própria. Assim sobrevivo às "boutades" que leio e oiço na televisão, ditas com o ar mais compenetrado deste mundo.
Eu sei que hoje é um tremendo risco ligar o aparelho ou ler jornais, porque é ébola e guerras em doses tão maciças que, ou se fica doente ou se caminha para isso.
Porém, ultimamente, algo tem despertado a minha curiosidade. Trata-se do "movimento de acostagem" que começou de forma incipiente, mas que está a desenvolver-se a muito bom ritmo.
Não conhecem? Não ouviram falar? Julgam que se trata de algo relacionado com temas náuticos? Nada disso. O movimento de acostagem é um progressivo deslize dos partidários de António José Seguro para António Costa. Com efeito, eles estão a tentar "acostar" para poderem tomar o barco.
Inicialmente terão, acredito, até discutido prebendas futuras. Mas, perante o desaire, que haviam de fazer senão frenar o barco, evitar a adornagem e tentar acostar?!

HSC

20 comentários:

Anónimo disse...

Agora estou baralhado. Não sei se por via do AO, se é mesmo erro ou se foi só uma troca de dedos: macissa ou maciça? Acho que mais dia menos dia tenho que ir para a "escola da marreca" (como se diz aqui por Setúbal.

Cumprimentos e muita saúde.

lm 15.10.14

Anónimo disse...

Sensacional! Não por ser a primeira vez que estas «danças» acontecem, muito pelo contrário...
Com o seu sentido de humor ajuda os seus leitores a manterem a saúde mental. Obrigada e boa semana

Mineu Martins Santos disse...

Realmente só com sentido de humor é que se consegue sobreviver!
Esta da acostagem está de morte...
Por isso é que eu tenho que visitar este espaço todos os dias, pois além de coisas muito sérias, sempre aparecem estas divertidas para me fazer rir.

TERESA PERALTA disse...

Eheheh!..
Os movimentos de acostagem são coordenados através de pilotagem automática, caso contrario, a manobra poder-lhes-á custar posses e títulos.
Beijinho :)

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 20:59
Quem vai para a escola da marreca sou eu. Tinha massivas, emendei, saiu erro.
Obrigada!

bea disse...

Absolutamente previsível. Desde que vimos quase deserta a sala onde se encontrava António José Seguro no momento de assumir a derrota...que previmos as manobras.

FMP disse...

Ahhh... ahhh ...bem bolado! Há que preservar o humor, mesmo. O bom é que não faltam anedotas!!!

Virginia disse...

Esperemos que a acostagem não dê em adornagem por peso excessivo só dum lado! E é cada peso pesado.....meu Deus!!

antónio m p disse...

Se fosse no sentido contrário, seria "segurar", o que também... Enfim, encavacar não seria melhor. Mas o melhor é ficar-me por aqui, não vá a conversa ter a "Paular" - com todo o respeito!

Fatyly disse...

5*****:):):):)

Um bom dia

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pois totalmente de acordo com o
seu texto. Mas isso parece que4
acontece em todos os partidos
do arco da governação. E ambas
sabemos porquê.
Verticalidade é coisa que não
acontece muito nas pessoas que
vivem da política...os que a
querem manter afastam-se!!!
Bj.
Irene Alves

Anónimo disse...


Bom dia Helena!
Adorei :):)
"movimento de acostagem" , será o barco um cruzeiro??
Parece que sim...já diz o velho ditado:

“Se não podes vencer o inimigo, então junta-te a ele”

Carla

Anónimo disse...

o termo está muito bem empregue ... mas não é este fenómeno e todos os seus sinónimos uma característica lusa?
É frequentemente vermos isso acontecer nas famílias, nas amizades, nas comunidades, nos locais de trabalho e o mais engraçado é que o visado deste fenómeno costuma deliciar-se por sentir tanta vassalagem ao invés de se sentir indiferente e até alguma repugnância a tanta falta de personalidade!
Cumprimentos,
Cláudia

Anónimo disse...

Muito se achincalha as gentes do PS. De pouco vos servirá, meus amigos.

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 16:17
Se o que eu escrevi é "achincalhar", que dizer do que todos ouvimos aos candidatos do PS...
Haja paciência!

Gardufa disse...

Soberbo! Estou farta de rir...

Carochinha disse...

Mas não é assim em todos os partido? Não é isso a política ou fazer política?

Anónimo disse...

O que eu me tenho rido dos do PSD e CDS. Completamente desorientados. Deviam prestar mais atenção ao que diz uma colega do partido, Manuela Ferreira Leite.

olinda silva disse...

Brilhante!!

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 17:24
E, já agora, junte-lhe também outro colega de partido, o Pacheco Pereira.
A mim o que me surpreende é que eles lá continuem e não saiam...
Estou como o Churchil. Os nossos inimigos não estão entre os adversários. estão entre nós.
Digo eu que, felizmente, não tenho filiação partidária.
Mas sei, que daqui a um ano, serão outros que estão a rir. O problema é que serão os portugueses que vão continuar a chorar...