segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Dois Portugais


O Embaixador Seixas da Costa lançou no seu blogue a ideia de que há dois Brasis - http://duas-ou-tres.blogspot.pt - e eu desconfio que ele tem razão.
Vou, porém, um pouco mais longe. Depois das primárias e do discurso presidencial nas celebrações do 5 de Outubro - sejam as de 1143, sejam as de 1910 - ouso dizer que cada vez me parece mais que também aqui existem dois Portugais.
Não sei por quanto tempo qualquer destes países conseguirá conviver com esta dualidade. Confesso que tenho as mais sérias dúvidas!

HSC

6 comentários:

João Menéres disse...

E eu também e já há muito..

Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

O país de Cavaco Silva, que é um reflexo do país deste governo, um país que ambos desconhecem, ou não querem conhecer, é uma coisa, outra é o país real, em dificuldades sérias, pelo menos para a larga maioria da população. Cavaco, de cada vez que discursa, pergunto-me, discursa para quem? Para o espelho?
P.Rufino

Dalma disse...

Bom, mas na Área do Brasil cabe toda a Europa, do Atlântico aos Urais!

Anónimo disse...


Bom dia Helena!!
Só o tempo ditará...

Tenho uma forte admiração por Coimbra de Matos, deixo uma entrevista muito interessante e lúdica...

Coimbra de Matos:
Paciente Portugal Diagnóstico: depressão desamparada

Somos inseguros, imaturos, praticantes da transgressão na sombra, além de desorganizados, individualistas, garbosos, disponíveis. Nós, os portugueses, o que esperamos do chefe, do pai, do protector, é que decida por nós, que assuma a responsabilidade por nós, que saiba sempre a resposta. Mas que resposta para Portugal? O psicanalista António Coimbra de Matos faz o diagnóstico de um país deprimido, que, em crise, se olha desamparado.

http://www.publico.pt/tema/jornal/coimbra-de-matos-paciente-portugal-diagnostico-depressao-desamparada-24058206

Carla

Observador disse...

Temos que esperar.
Adivinhar é proibido.

Paulo Abreu e Lima disse...

Portugais há muitos, muitos mais dos que se revêem nesses deux portugais...

Bjo