quinta-feira, 5 de julho de 2012

Casou!



A televisiva Maria Elisa Domingues, de 62 anos, casou-se, numa cerimónia íntima num luxuoso hotel de Lisboa. A jornalista não estava à espera de voltar a apaixonar-se. Numa altura em que vivia dedicada e babada com a sua neta, foi surpreendida por este grande amor por um advogado americano de 59 anos. O casal conheceu-se há cerca de dois anos em Washington e desde então estão juntos.

Ora aqui está a prova, irrefutável, de que a paixão e o casamento não têm idade... pensará ela! 

HSC

9 comentários:

Smile disse...

Não tem idade nem estatuto social, nem definição de sexualidade nem tantas outras coisas que as pessoas, lamentavelmente insistem

Que seja feliz

ann.dorinha disse...

Eu acho mesmo que não têm... mas eu sou uma otimista em relação ao amor. :)

Vânia disse...

E eis que o romantismo continua no ar... de manhã no "Querida Júlia" e agora no "Fio de Prumo"...
Só espero que não faça como a F.P.C! (Quem viu o programa e ouviu o Mário Zambujal sabe o que estou a dizer)
Também terá sido com o mesmo?

Isto e aquilo disse...

Que a paixão não tem idade, até acredito. Mas já não percebo tão bem a necessidade de casar...

Silenciosamente ouvindo... disse...

Desejo muita felicidade ao casal.
Maria Elisa merece ser feliz.
Um beijinho
Irene

sandrine disse...

... Isso era quando os elefantes tinham "h" , os pensamentos eram minúsculos mas tão minúsculos, que nem com um microscópio conseguiríamos " entender ". No entretanto houve evolução Ao ponto do óptimo perder o "p"

Haja Hollywood( tudo pode acontecer )
Haja habilidade (inteligência )
Haja hodierno(moderno- actual )
Haja helenistas ( povo grego de excelente cultura)
Haja hoje
(Ha)Já.

Beijos e abraços

Observador disse...

Nada disso tem tempo.
Principalmente quando, a estes condimentos, se junta o amor.

Cumprimentos

Jéssica Barreira disse...

O que interessa é que sejam felizes! Beijinhos*

Anónimo disse...

Felicidades para o Casal e um Muito Obrigada à Sra. Maria Elisa por todo o seu trabalho ao longo destes anos que nos contempla com o seu bom profissionalimo como Jornalista, admiro-a mt!Mais uma prova em como o Amor não tem idade e uma réstia de esperança para mim e outros tantos descrentes nessa coisa já tão rara o "Amor"!