quarta-feira, 15 de junho de 2011

Para sorrir

Mão próxima fez chegar às minhas o desenho supra. Não pude deixar de sorrir face à verdade que ele humoristicamente transmite.
Com efeito, o século XXI pôs ao nosso alcance uma série de ferramentas que deveriam proporcionar-nos uma muito maior rentabilidade laboral e pessoal e libertar o nosso espírito para as tarefas que são verdadeiramente interessantes. Aquelas que jamais as máquinas substituirão porque têm a ver com a humanização de cada um de nós.
Infelizmente não é isso que acontece. As ferramentas transformaram-se em simbolos de nível social e de estatuto pessoal em que o "parecer" importa mais que o ser ou o saber.
Um dia, os nossos netos irão é perguntar-nos o que fizemos da cabeça?!

HSC

2 comentários:

marianinha disse...

Ora aí esta um desenho muito divertido e bastante engraçado,adorei e transmiti uma mensagem que nos faz pensar.

Fada do bosque disse...

A boa notícia é que as vendas de telemóveis, com a crise, tiveram uma queda brusca cá em Portugal... há sempre o reverso da medalha e se esta crise não der numa guerra como suspeito, então terá o seu lado bom. Pode ser que seja a forma das pessoas não consumirem tanto lixo! O que é de todo verdadeiro, pois a Islândia reduziu o seu lixo para 1/3 desde que entrou em bancarrota! É lixo por todos os lados! Até na cabeça das pessoas...