sábado, 3 de abril de 2010

E mais um...a pedido!

Hoje o post é dedicado a uma das minhas comentadoras que, como eu, também gosta de sapatos. A Julia Macias-Valet teceu sobre a obra de arte que acima em foto reproduzo, algo que me vou permitir reproduzir sem lhe ter pedido autorização. Mas, como ela se identifica, calculo que me não levará a mal.

"...Hoje morro de amores pelo Dorothy de Joana de Vasconcelos, fabricado com 280 tachos.
Transformando as tampas dos tachos em "lantejoulas" para uma festa cheia de glamour, Joana de Vasconcelos pretendeu chamar a atenção para a ambiguidade da vida da mulher contemporânea, que é activa, trabalha e anda de salto alto mas, ao mesmo tempo, tem uma vida privada à vota dos tachos. Dorothy é, no fundo, uma mistura de Feiticeiro do Oz e Gata Borralheira."

Não seria fácil descrever melhor o que a autora da obra terá querido transmitir-nos ao criá-la. É exactamente isto que, penso, poderá ter sido a mensagem de Joana. Alguém que, de facto, revolucionou o conceito de escultura, ao utilizar materiais do nosso quotidiano - como garrafas ou o tradicional crochet - , na criação das suas obras que considero serem de uma imensa originalidade.
Obrigada Julia, por esta bela invocação de uma das nossas grandes escultoras, se é que lhe posso aplicar este nome!

HSC

4 comentários:

Raúl Mesquita disse...

É escultural, de facto! Raúl.

conceição gomes disse...

boa tarde e boa pascoa: n tenho lido o blog e hoje até tive vertigens ao ver esta imagem... q me foi proibida pelo medico pois sofro de vertigens... fazem-me lembrar as torres do Dubai:)))eu e meu mais q tudo somos "tennis" se calhar é p andar mais depressa:)

citando Camões: o mundo é feito de mudança e de diferenças construtivas... há espaço p todos nesta nossa bela costa marítima de q tanto gosto::... o mar protege-nos.

Julia Macias-Valet disse...

Cara Helena,
Acabo de chegar de Omaha Beach (Normandia) onde passei um excelente fim de semana de Pascoa a 50m do mar, com a familia, com sol e com chocolate q.b. mas sem rede (também nao se pode ter tudo...). E apos passar revista aos meus blogs preferidos...me deparei com o belo "Dorothy" e um tao simpatico post.
Obrigada Helena.

Nuno Sotto Mayor Ferrao disse...

Caríssima Senhora Drª Helena Sacadura Cabral,

junto-me ao elogio da obra escultórica de Joana Vasconcelos como aliás já o foz ontem no meu post publicado em dois blogues intitulado "Obra de arte - breves considerações sobre o valor simbólico, patrimonial e estético da Arte" in www.cronicasdoprofessorferrao.blogs.sapo.pt

Neste texto faço algumas comparações em termos de História da Arte e encontro alguma, eventual, influência da corrente "Ready made" na obra de J. Vasconcelos, mas tendo esta nossa promissora escultora superado a técnica simplesmente provocatória de M. Duchamp.

Subscrevo o elogio à obra de J. Vasconcelos: vale a pena passarem plemmo Museu Berardo no CCB para tomaram contacto ao vivo com algumas das suas obras.

Saudações cordiais, Nuno Sotto Mayor Ferrão
www.cronicasdoprofessorferrao.blogs.sapo.pt
www.mil-hafre.blogspot.com