quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A arranhar...

Os Gato Fedorento conversaram, ontem, com Manuela Ferreira Leite. Bastante diferente do entrevistado anterior que, embora bom, lá foi tentando passar a sua mensagem panfletária.
Com efeito, a líder da oposição, no estilo que é o seu e ao qual não fez concessões, esteve à altura do entrevistador.
Levando mais tempo a retorquir - gata escaldada, de água fria tem medo - usou de um humor quase britânico. Mas no final, quando Ricardo Araujo Pereira a questionou sobre quais seriam as possíveis razões que teriam determinado que os seus Pais não procriassem desde1974, a entrevistada deu uma resposta à altura. Aí, onde se intuía, de forma elegante, um certo ataque ao "conservadorismo" de Manuela, ela tem a mais notável resposta: Ricardo depois do trabalho que você lhes deu, dá, e ainda vai dar, eles desistiram de procriar!
O entrevistador, por seu lado, saíu-se bem ao admitir que, após aquela explicação, talvez a lider tivesse ganho o voto paterno...
Foram, até aqui, duas excelentes oportunidades de oxigénio, nesta asfixiante campanha eleitoral!
HSC
Nota: Como a de hoje me diz directamente respeito, ninguém se admire de amanhã eu falar de outro assunto. É que não sou masoquista, como já se deve ter percebido...

5 comentários:

papoila disse...

É verdade, hoje deve ser difícil!
Mas vai ser de certeza bom e divertido.
Espero que consiga tirar partido da situação e que passe um noite divertida.
Boa sorte.

Anónimo disse...

Socrates "lá foi tentando passar a sua mensagem panfletária" mas sem atacar/mencionar ninguém, o que ela não fez! Se estiveram atentos ouviram o mesmo que eu!

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro anónimo
Por acaso o que me chocou foi a parte anterior. A do questionário entre Socrates e a outra senhora. Mas creio que terá passado despercebido. Essa achei mesmo deselegante. Mas entendi não dever chamar no texto a atenção para o facto.

Anónimo disse...

Parabéns!! o seu filho foi um "must"!!
;o)
mhmalhoa

Lura do Grilo disse...

Manuela não é afinal tão fria quanto dizem.