segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Povo sábio...


Mesmo com a terrível "gripalhada" com que fui acometida, não resisti a ver o que se propalou pelos vários canais televisivos. Disse-se tudo e eu não acrescentaria nada de original. 
Mas não posso deixar de referir que este povo a que orgulhosamente pertenço, além de sereno é imensamente sábio. Tanto, que resolveu não pôr todos os ovos no mesmo cesto. Governo de uma cor e presidência da república de outra. Tudo o resto que se diga serão filosofias...

HSC

Nota: mais umas palavrinhas sobre este tema lá no meu oestadodaarte.blogspot.pt

17 comentários:

Anónimo disse...

Sábio?
Não creio ter sido essa a razão. Longe disso. Deveu-se tão só ao facto de Marcelo ser popular (pudera, depois de tantos anos de mediatismo televisivo!). Foi ele que agarrou os 52% de eleitores, não foram os eleitores que decidiram nessa base que refere.

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 17:32 pode ser que a sua leitura seja certa. Mas se todos os comentadores conseguissem sozinhos esse resultado teríamos muitos políticos por onde escolher...

João Menéres disse...

E teríamos uma Presidente...
Ora, caro, comentador das 17:32...

Melhores cumprimentos, HSC.

Anónimo disse...

Povo sábio,ordeiro e ordenou muito bem.
Sara

Isabel Mouzinho disse...

Concordamos, pois. Beijinho :)

(As melhoras...)

Portuguesinha disse...

Mas então e Marcelo não se definiu sem cor partidária?
Um Humpty Dumpty?
Ah, afinal sempre há cores!

Não acredito que tenha sido esse o raciocínio do «povo». Foi antes a versão que os simpatizantes tiveram gosto em divulgar.
Reflicto cá comigo quem é o «povo»... O que elege.

Anónimo disse...

Até há bem poucos dias era o catavento e bla bla bla bla, depois lá veio o apoio mesmo na ultima. Agora já não falta quem queira vir colher os louros.
Agora, que dá jeitinho.
O povo... oh o povo ... o homem lá teve de andar nos cafés a comer e a servir bolos, lá andou a fazer-se à vidinha, risinho aqui e beijinho ali. Teve uma vitória pessoal e mais nada.

Fatyly disse...

Subscrevo inteiramente porque o que nos foi mostrado nas campanhas foi simplesmente isto: nove a malharem num e Maria de Belém ficou muito aquém do que eu esperava, entrando no mesmo "bongo" e não só...

Anónimo disse...


Helena
Não votei no Marcelo, mesmo simpatizando com ele como pessoa, as diversas entrevistas que li, ouvi, Alta definição, entrevista com Cristina Ferreira, parece-me ser um boa pessoa, com bons valores.
Gostei de ouvir Marcelo dizer, que quer ser um presidente de aproximidade, com afecto, um bom ouvinte. Quero crer, que seja um presidente como revela ser de pessoa. Sensível aos outros, chegou a perder um avião, porque algo lhe dizia que tinha que ir ver um doente,foi vê-lo( faz voluntariado no cuidados paliativos),quando chegou de viagem o doente tinha morrido.
Existem coisas que cativam os ouvintes, o povo português precisa de alguém que lhe dê esperança, força, optimismo nisso Marcelo sabe ser um bom terapeuta.
Sendo o voto secreto, não tenho receio de dizer que votei no bloco de esquerda, a Mariza tem potencial.

As melhoras
Carla

Anónimo disse...

Não concordo nada, Helena. O sábio povo escolheu, e muito bem, uma só cor política, quer para o Governo, quer para a Presidência. A Geringonça é que, por caminhos ínvios e insidiosos, tramou o povo, infelizmente sereno, e o resultado é o que a Helena acima aponta.
Pode ser que por pouco tempo. O sábio povo assim o espera. Como mostra o resultado destas eleições. Porque só à má-fila a Geringonça se meteu lá, o resultado destas eleições mostra bem quem o povo lá quer. E não é quem lá está.

Anónimo disse...

Anónimo das 17:32: O Costa também teve anos de mediatismo televisivo. Mesmo assim, o povo não o escolheu, o que só prova que o povo sabe bem fazer as suas escolhas. Ele está lá, é certo, mas não porque o povo o tenha escolhido. Se, enquanto lhe deram palco televisivo, não conseguiu agarrar o povo como o que agora lá chegou, tal ficará a dever-se a falta de carisma..., de carácter..., de personalidade..., ..., (o anónimo decidirá), o que, manifestamente, não acontece com quem agora, meritoriamente, o povo escolheu.
Ou, usando a sua lógica, o Costa teve anos de mediatismo televisivo e nem assim conseguiu agarrar o eleitorado, que decidiu em sentido contrário.

Anónimo disse...

Professor Marcelo
1- Escolheu bem o local para discursar após a vitória
2-Fez um Bom discurso
3- Ter terminado com o Hino de Portugal foi glorioso
4-Que tenha muita saúde para cumprir o alto e nobre cargo da Nação.
5- Parabéns pela maioria.




Madalena Ferreira disse...

Olá,

Fui sua fã enquanto foi comentador.Não teve o meu voto, mas será o meu presidente!
Gostei do seu discurso, oxalá possa cumprir o seu mandato sem grandes agonias.Será um presidente diferente - de todos os que tivemos até agora,
por razões diversas e não importa enumerá-las.
Quanto ao Povo ser sábio? Acho que sim, mas neste caso........, tenho dúvidas!?

Um abraço,

Anónimo disse...

Povo sábio ...precisa de lições sábias

http://youtu.be/ovj5dzMxzmc

Ghost

Anónimo disse...

B'Leza!

Anónimo disse...

O Prof. Martelo martelou-nos durante anos.
FL

Anónimo disse...

Vamos ter uma Valérie T, uma primeira dama «de facto»?
FL