sexta-feira, 14 de agosto de 2015

As palavras desnecessárias

Uma pequena visita à blogosfera nesta época estival, já demasiado animada - para meu gosto - com análises políticas, fizeram-me dar conta de que os adjectivos mais usados nesse tipo de críticas, são "a canalha" e "a bandalheira".
Significando ambos quase o mesmo são, todavia, objecto de usos diferentes. O primeiro captou a chamada classe média baixa e o segundo apoderou-se das chamadas elites.
Não haverá maneira, neste país, de se fazerem campanhas, sem ataques soezes e pessoais? Será com eles que a abstenção diminuirá? Alguém acredita?!

HSC

18 comentários:

Virginia disse...


A manipulação dos fanáticos dos partidos rivais - tal qual como no futebol - servem-se de qualquer pretexto para arremessar pedras aos vizinhos que odeiam. Não há equilíbrio, o diálogo é tudo menos coerente, os ataques ao passado constantes, a negação de evidências gritante...

Assim como assim, mais vale votar em Passos Coelho, pois é um prince charmant, eleito pelos americanos como o 7º governante mais sexy do planeta!!! :)

Será com certeza mais agradável ouvi-lo do que gramar o discurso esvaziado e pomposo do Costa socialista, que de sexy nada tem.

( desculpe ironizar....em coisas muito sérias)

E a verdade éque em 4 anos, o país progrediu e saiu do lamaçal .... não há que negar.

Anónimo disse...

Infelizmente a educação em algumas manifestações também tira férias,e é uma pena.Mas há quem não seja capaz de melhor do que recorrer ao insulto.Brincar é uma coisa,ofender é intolerável.

E,com isto,Costa disse que na rua todos lhe dizem:" corra com eles".
E não é que toda essa gente tem carradas de razão! Sr Costa devia calçar uns ténis e correr com eles no duro,para saber bem o que é limpar a sujeira que fizeram e em que deixaram o país.Ganhava ele - ficava elegante -,e ganhava o país com mais um na corrida para nos livrarmos do pagamentos de dívidas ao exterior.

Siga o que diz o povo - corra com eles!

Teresa

Anónimo disse...

Oh virginia, em q mundo vive a senhora?

Anónimo disse...

Ora então,bom-dia caríssima Leninha.
Venho despedir-me de si porque também vou de férias.Aliás,já estou de férias há algum tempo,5 anos,para ser mais preciso.É que estou desempregado.Mas olhe,também não me importo nada porque é só boa vida.Não faço nada,leio o Fio,mando uns bitaites,apanho um sol e por vezes umas ondas na Gafanha,etc,etc e tal.Ahhh bebo umas molas com o pessoal para matar o tempo,and so on...

Psiuuu!Não diga nada a ninguém mas isto é tudo ficção como nos outdoor do Costa.
É só Jajão.
Tivesse eu dinheiro que ia de férias como ele para a Manta Rota,Serro do Guelhim,Coiro da Burra,Á das Cadelas que Á dos câos na gosto.
Enfim! Sonhos,quimeras mil eu um castelo encontrar ...e convidá-la para um Martini on the rock.

Anónimo disse...

Santana Lopes é que tem razão - É só ficção.
Paulo

Anónimo disse...

...bebo umas jolas ...

Diacho para as molas.:-)

Helena Sacadura Cabral disse...

Ao Zé das 12:45
Se não faz nada e lê o fio de prumo o que é que pode querer mais?!

Anónimo disse...

Senhora,
"-Quando a boca fica muito tempo sem beijar,a saliva se transforma em veneno."
Mia Couto

Deve ser por isto que alguns têm más palavras.
Uma tarde doce.

Ambrósio

Anónimo disse...

Teresa
E eu acrescentaria,corra com eles e Para a Frente é que é o caminho.
Dê um Paf mas não se estafe.
Anabela Martins

Fatima disse...

Senhora maravilhosa gostaria muito conhece-la
BEij
Fatima

Dalma disse...

Ó "silly season, silly season" até os comentários ao Fio de Prumo são "silly"!!

Anónimo disse...

As palavras necessárias que deixo neste dia tão Especial (para mim),é que Maria a abençoe a si e aos seus com muita luz,paz e saúde.
Um dia feliz.


No dia 15 de Agosto a Igreja celebra a festa da Assunção de Nossa Senhora aos céus
Celebra-se a Assunção de Nossa Senhora, a solenidade da Igreja Católica referente à elevação de Maria em corpo e alma à eternidade para junto de Deus de forma definitiva.

Maria

Silenciosamente ouvindo... disse...

Em Portugal os partidos políticos "todos" não querem discutir
seriamente o quer que seja...Querem gastar o tempo dizendo umas
parvoíces e que chegue rapidamente o dia 4 de Outubro para ser
depositado o cheque em branco para mais 4 anos!!!
É triste? Pois é!
Cumprimentos Drª. Helena
Irene Alves

Anónimo disse...

Ides ter uma sorte ...

Anónimo disse...

🌹🌹🌹

Joaquim de Freitas disse...

Já há muito tempo que não passava pelo "Fio de Prumo" . Tenho um respeito particular e admiração pela D. Helena Sacadura Cabral. Gosto do que escreve e sobretudo a "sagesse" do que escreve. E admiro a Mãe . Porque deve ser difícil ser Mãe dum politico e governante. Porque escondê-lo : tinha mais "atomes crochus" com o outro filho. Sonhamos do mesmo mundo. Se vivesse em Portugal, faria oposição ao governante. Assim é a vida.

No primeiro comentário da Senhora Virgínia , duas frases me surpreenderam. Claro que não vivo em Portugal há 60 anos e não sei tudo. Sei mesmo muito pouco.

Mas quando leio: "E a verdade é que em 4 anos, o país progrediu e saiu do lamaçal .... não há que negar ".
Então a hemorragia da juventude portuguesa que parte para o estrangeiro, porque não encontra trabalho, não existe? Nas décadas de 60 era por causa da ditadura, da miséria e das guerras coloniais . Hoje, 50 anos mais tarde, são Portugueses de todas as idades, de todas as qualificações, que partem sós ou em família, milhares, que fogem a ausência de perspectivas, o desemprego, ou a promessa de não vida dum país submetido à ditadura da troika, que ameaça todos os dias que "é preciso fazer melhor, isto é, mais austeridade". E a Senhora não vê isso?
Portugal é o único país do grupo da miséria onde o PM aconselha vergonhosamente aos seus cidadãos de partir.
E que se regozija da baixa relativa da estatística do desemprego... graças ao êxodo!
Não minha Senhora: a emigração portuguesa não é um fenómeno recente, porque um país que começou mal na vida , e que entrou num clube europeu que não foi feito para ele, só podia ter problemas.
Portugal, a minha Pátria, é , segundo a OCDE , um dos países mais pobres e com a maior desigualdade na Europa.
As bichas de dezenas de metros nas grandes cidades para comer uma tigela de sopa, os bancos de alimentação para os mais necessitados e o nível social destes aumentou,
os milhares de estabelecimentos comerciais fechados pela crise, as falências dos bancos e a evasão fiscal dos seus proprietários, a corrupção desenfreada em todos os sectores da economia, incluindo no próprio governo, tudo isso a Senhora não vê.

Os "outros" até não farão melhor, porque muito não depende deles nem destes. Mas negá-lo é contraproducente.

Madalena Ferreira disse...

Olá,

Eles, os políticos aí estão no seu melhor. Tudo serve, mentiras, verdades,meias-mentiras, meias-verdades, calúnias, etc. Nesta altura do campeonato (político), estão todos em bicos de pé, convém não desagradar ao chefe, que depois recompensa...com um lugarzito!

Anónimo disse...

Não faço nada,subentende-se de trabalho,é só lazer ler o Fio e etc e tal.
Quero que tenha umas boas férias e dê umas boas gargalhadas.Quem sorri seu mal espanta.E há tanto mal...