quarta-feira, 16 de julho de 2014

Os simpatizantes...


Ando cheia de dúvidas sobre se não serei uma simpatizante do PS. Sou com certeza. Tenho que ser. Explico-me já. 
Desde que António Costa, ou quem por ele, inverteu as subidas e descidas da Avenida da Liberdade e inventou as rotas do Marquês, que esta pacata cidadã foge de lá a sete pés, com receio de ser morta numa emboscada. 
Com efeito, já por duas vezes eu subia e outros desgraçados, ambos estrangeiros, entendiam que podiam descer pelo mesmo lado...
Assim, o que me interessa é que ganhe António Costa, para que ele saia da Câmara de Lisboa e alguém por ele, reponha os sentidos laterais de descer pela direita e subir pela esquerda, slogan aliás muito mais concordante com a força da razão do PS, e que até devia ser o mote do vencedor das Primárias.
Julgo que, depois desta explicação, todos perceberão porque é que eu sou da oposição e simpatizante de António Costa, a quem, aliás, pessoalmente, muito estimo. Só espero que depois desta simpatia toda, a família não me venha reduzir mais a pensão...

HSC

21 comentários:

Virginia disse...

Chama-se a isto brincar com coisas sérias, mas realmente como é possível não levar estas crises para a brincadeira?
Nunca poderia ser simpatizantes do PS porque NÂO simpatizo com nenhum deles, ambos me fazem pele de galinha....

maria isabel disse...

Doutora Helena
Gostei de ler o post anterior,mas a Doutora habituou-me mal e por isso gosto mais destes. Tem mais a ver comigo. Estes tem um bocadinho de veneno à mistura e assim tenho oportunidade de rir,coisa que gosto muito.Os temas sérios acredito que sejam necessários,mas a Doutora Helena tem um certo dom de tornar aquilo que nos irrita em texto humuristico muito bem feito.
Obrigada e pra frente com António Costa.

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

O pior é se ele começa a colocar o país a andar ao contrário! ;))))

Anónimo disse...

Esse Marquês de Pombal ficou um caos!Sempre que posso, evito.
P.Rufino

Isabel Mouzinho disse...

Pois eu, Helena, não o conheço pessoalmente (nem queria...), mas não tenho simpatia de nenhum tipo por semelhante criatura.
E temo que ele pretenda fazer ao país qualquer coisa de semelhante ao que fez no Marquês e na Avenida.
O que isto tem de bom, no imediato, é os lisboetas verem-se livres dele. O pior é o resto...

Helena Sacadura Cabral disse...

Estimados comentadores:
Há algo que temos de reconhecer: Costa tem sentido de humor. Fez aquela calamidade do Marquês e Avenidas e nós não reagimos...
Claro que o post era sarcástico. Mas o que eu não dava, para voltar a passear por aquela zona da cidade!
Parece que as obras ribeirinhas ficaram bonitas. Irei ver...e molhar o pé!

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó Virgínia creia que a entendo muito bem. Sou alérgica a partidos sejam eles quais forem. Mas se eu não fizer humor, já viu o que era a minha vida, com a família toda na política?
Ó vida que até já um neto começa a pedalar...

Anónimo disse...

Adorei o seu post, é espantosa e sabe... não sou simpatizante do PS mas gosto do António Costa, vá se lá saber porquê !!!
Beijinho
Maria Duque

Observador disse...

Começo por dizer que as obras ribeirinhas correram bem e que o resultado final é muito bom.

Não podemos, todos, ter os mesmos gostos. É impossível e seria, até, uma tremenda monotonia.
Gosto de António Costa, embora reconheça que o cenário Marquês de Pombal - Avenida da Liberdade é de mau gosto mas, antigamente, era muito pior.
Quando Sebastião José de Carvalho e Melo mandou construir o Passeio Público na área actualmente ocupada pela parte inferior da Avenida da Liberdade e Praça dos Restauradores. Embora se denominasse de Passeio Público, inicialmente era rodeado por muros e portões por onde só passavam os membros da alta sociedade.

Ideias comparadas, António Costa ganha por 1-0.

Cumprimentos

Raúl Mesquita disse...

Os chauffeurs de táxi dizem que agora há muito menos desastres…

Raúl.

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó meu caro Observador eu não sou do tempo do Marquês... -:))).
Sou do século passado, sim, de quando se descia pela direita e subia pela esquerda e na rotunda se podia ir virando em todas as vias à direita.
A zona ribeirinha está linda. Fui lá hoje, a correr, entre duas saídas cá do burgo! E creio que a maioria concordará comigo!

Anónimo disse...

Eu admito:

Sou simpatizante HSC!

;)

Um beijinho muito grande,
Vânia Baptista

Anónimo disse...

Como é bom lê-la. O fio de prumo faz-me bem à alma. Põe-me a pensar, a rir, a concordar, a discordar, eu sei lá, mas tenho sempre uma reação ao que a Helena escreve. Não comento habitualmente e fico com o comentário para mim. Mas hoje não resisti. E aqui estou a aplaudir de pé porque a Helena sabe como mexer com as pessoas. Ouço a sua gargalhada e esboço um sorriso maior. Com muita estima e esperando que a família não lhe reduza mais a pensão aceite o meu sorriso de orelha a orelha.
Pedro.

Anónimo disse...

Bom dia
Por mim, que vivo no Porto, prefiro AC na câmara de Lisboa. Nada pessoal, obviamente, mas considero-o símbolo da política socrática (à portuguesa) e isso causa-me arrepios e pesadelos diurnos.
É tudo.

Anónimo disse...

Nunca compreendi porquê haver sentidos contrários para os automóveis lá na Avenida. Modificar, estou de acordo, mas a direita e esquerda... quanto ao sentido do trânsito... valha-nos Deus!

LGS disse...

É o que se chama de medida para..."inglês ver" :)

Anónimo disse...

Quem disse que foi António Costa o autor da inversão dos sentidos, na av da Liberdade?

Agora, concordou e mudou e, fez muito bem.

Diminuiram os acidentes, porque somos obrigados a abrandar, tentando perceber por onde entrar...e sair.

Ora é sempre de louvar quem consegue levar portugueses a "pensar" e decidir no meio da confusão.

Lia Santos disse...

Caro Anónimo 18 de Julho de 2014 às 10:00, felizmente que agora já não terá "arrepios e pesadelos diurnos", isso é passado e já lá vai. Agora estamos todos mortos e ninguém fez o favor de nos avisa...

TERESA PERALTA disse...

Helena amiga, estou consigo em todos os sentidos....
E, para além desses, junto-lhe a esperança de uma visão mais acertada quanto ao local do mega - piquenique. Não há dúvida que o Senhor presidente tem um oportuno sentido de humor, só que pouco polido e muito subjugado...
Beijinho para si com saudades.

Fatyly disse...

Tive que sorrir com o seu humor genial e realmente está bem rodeada e deve ser dose pôr ordem nesse quartel militante:)

Não gosto do Seguro (que não segura nada) e de António Costa (porque sabe nadar yô e só dá a costa quando lhe convém)

Quanto ao Marquês e a sua Avenida...é um pesadelo e ainda não acertaram apesar das várias (muitas) alterações.


Anónimo disse...

Cara Lia Santos,
morta eu não estou.
O meu frigorífico continua bem vazio, porque tenho andado a pagar "luxos" dos quais nunca usufrui!
A crise ainda está bem activa, o meu marido continua desempregado e a mim ninguém me "enterra" fazendo-me crer que isso se devem às medidas de austeridade, pois a cigarra cantou e bailou muito antes da Troika cá chegar!
Se tiver crianças e souber o que é o seu filho pequeno adormecer, cansado de tanto chorar, porque quer um pouco de leite quente no biberão e não tem como lhe dar, porque há dias que mais não tem de míseros cêntimos na carteira, acredite os arrepios e os pesadelos não passam tão depressa!
Sabe qual é o truque? Aquecer um pouco de água e por-lhe alguma farinha, engana-lhes o estômago, aquece-lhes o corpo com o seu calor e extingue-lhe a si a alma.
Não me goze, por favor, nem desrespeite quem de nada sabe!
(Anónimo Caro Anónimo 18 de Julho de 2014 às 10:00)