sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Plastificada

Na televisão já todos sabem como é. Ninguém me maquilha nem me arrebica. Saio de casa prontinha para entrar em estúdio. Nas entrevistas para jornais ou revistas, já nem têm a coragem de perguntar se é preciso mandar alguém para esse efeito. Era assim quando era nova. Continuo assim depois de velha. A razão parece simples. O que posso ter para mostrar - e não é falsa modéstia - é o que está dentro da minha cabecinha e não fora dela.
Vem tudo isto a propósito de  Alexandra Lencastre que, leio e vejo, terá feito uma cirurgia estética. Na minha opinião está irreconhecível, apesar de eu ter estado uns bons minutos a olhar  para as fotos.
Acredito que Alexandra seja uma mulher inteligente. Se assim é, deverá ter consciência de que o seu "brilho" terá que progressivamente ir sendo outro, algo que faça com que a sua "pessoa" se torne mais importante do que o seu "corpo ou o seu rosto". É a lei natural da vida e norma vital para quem faz do plateau a sua profissão.  
Que ela continue a prezar o seu invólucro, é absolutamente natural. Mas que faça disso uma obsessão publicitada faz-me alguma impressão e é prova de alguma insegurança pessoal.
Não tenho nada contra quem faz este tipo de intervenções. No meu caso pessoal, apenas as encararia para corrigir defeitos físicos. Sei que muita gente precisa delas para se sentir segura e tento compreender.
Mas o que é que acontece a estas pessoas quando o resultado não é o esperado? E até quando é que vão recorrer a este processo? Qual o limite? Acreditarão mesmo que é por se operarem que a sua vida muda?
Devo ser muito vaidosa, porque assim como não consinto que me maquilhem, muito menos consentiria que me rejuvenescessem...

HSC  

15 comentários:

Anónimo disse...

... é "SEGURAMENTE" prova de (RETIRO alguma) insegurança pessoal.
O que nós não VIMOS é a ida ao PSICANALISTA...

mina Jesus disse...

Drª. Helena, mais uma vez com toda a razão.Irreconhecível, e para quê, fazerem estas cirurgias?!
Desejo-lhe Drª. UM SANTO NATAL, e continue a escrever coisas e verdadeiras!Mina

miminhos cruzados disse...

Eu também fiquei espantada quando vi as fotografias. Aliás, se não tivessem frisado que era a actriz portuguesa que estava na fotografia eu não a reconheceria. Está irreconhecível e, na minha opinião, a cirurgia em nada a beneficiou.
Quanto à senhora, minha querida doutora, o seu brilho é natural e intrínseco e quanto ao ser vaidosa quando li o último parágrafo do post lembrei-me logo de uma grande amiga que diz "Eu não sou vaidosa: eu gosto é de me arranjar".

Um beijinho, Vânia

Fatyly disse...

Totalmente de acordo e quantos queimados pela "incúria" e lembro-me bem das vitimas de uma escola do Cartaxo hoje jovens adultos que esperaram e esperam por operações tão necessárias...outras destroem o que de belo tinham. Está irreconhecível...

Não condeno quem as faça...mas prefiro manter o meu processo de envelhecimento conforme Deus me destinou!




Hélia Cruz disse...

Cara Helena,

Subscrevo totalmente tudo o que escreveu
.Sempre com amizade.

Anónimo disse...

sou de outra época... não sei como se consegue mudar o visual, onde vão arranjar nova identidade?
estranho!!!!
um forte abraço,
lb/zia

Graça Cruz disse...

Drª Helena,

só me vem à lembrança a frase da pintora Graça Morais que diz mais ou menos isto: "cada ruga do meu rosto tem uma história para contar..." É preciso guardarmos as nossas histórias para que nos reconheçamos nelas.
Um grande abraço de enorme admiração
Um Natal Santo.
Graça Cruz

Maria Filomena disse...

Cara senhora,
também não reconheci a actriz quando vi a foto. fiquei bons momentos a olhar, tentando ver se reconhecia algum detalhe...nada...
Já fiz uma cirurgia plástica reparadora, e apesar de não ser em local visível, ( tive doença oncológica) demorei um bom tempo para me acostumar....
Não faria, de jeito nenhum, uma cirurgia estética...jamais....
Minhas cordiais saudações...

MF

Dúvidas e Certezas disse...

Pensei o mesmo quando vi as fotos mas ao vivo na festa da TVI de aonteontem parecia a Alexandra Lencastre, sim, notavam-se algumas diferenças mas subtis e nada do que se vê nestas fotos que surgiram dias antes. Um beijinho

Maria Antunes disse...

Tem toda a razão, só um defeito fisico me faria submeter a uma cirurgia plástica.
Não condeno quem as faz, simplesmente tenho pena que recorram a tal, perdendo assim a sua expressão. É bom olharmo-nos no espelho e conhecer-mos de cor todos os traços que ele nos mostra. A Helena transmite luz, brilha...é linda, não mude nunca.
Beijinho

Maria João disse...

Eu sou desta época e ainda assim não consigo compreender... mas enfim cada um sabe de si...

Blondewithaphd disse...

eu fiquei tão aparvalhada que continuo sem crer que as imagens disponibilizadas ao público sejam as daquela pessoa. Continuo a achar que são d euma outra pessoa (por acaso, nem sequer parecida).

Julia Macias-Valet disse...

Que tonta ! Ela era tao gira...

Eu sou mais velhinha que ela 14 meses 14 e continuo a resistir ! : )

Sandra disse...

O que me preocupa é o facto da busca da beleza física se tornar uma obsessão. Vejo que há mulheres bonitas (principalmente figuras públicas) que acabam por se tornar «plásticas» e até mesmo ridículas com estas cirurgias. Sou professora e noto que a maioria dos jovens se preocupa, cada vez mais, em cuidar do corpo e muito pouco da mente. Quanto à Alexandra, há muito que dá mostras de ser uma pessoa muito insegura. É uma pena. Nesta fase da vida, poderia estar mais preocupada em, por exemplo, ensinar/partilhar a experiência de vida profissional com os jovens, futuros atores. Helena, desde sempre que a considero uma mulher bonita. É de uma elegância...Tem toda a razão quando diz que o que vem de dentro é tão importante.
Beijinhos Helena e um Santo Natal.

Anónimo disse...

Boa tarde, parece que a pessoa que está na foto não é a Alexandra Lencastre, ela própria já o afirmou. A atriz não usa aliança.