terça-feira, 8 de dezembro de 2009

O presente de Natal

Ando irritada com o ministro das Finanças. Muito irritada, mesmo, com o estado de ignorância em que os portugueses, cidadãos de segunda, foram mantidos durante meses a fio.
É lamentável que o homem do leme das finanças tenha escondido e não explique o que se passou nas contas públicas, com o argumento do impacto que a verdade poderia ter trazido ao sistema.
Os portugueses não são débeis mentais. Por isso têm o direito a saber como vão as contas da casa. Da sua casa. Do seu país. Do que deveria ter sido feito, do que foi realmente feito e do que ficou por fazer.
A consequência da mentira está à vista. Um defice grave, que não pode ser recuperado em três anos como pretende a Comissão Europeia e um rating de fiabilidade que nos coloca numa situação dificílima para obtenção de empréstimos no exterior.
Este foi o presente de Natal dado aos europeus de versão poruguesa!

H.S.C

13 comentários:

Blondewithaphd disse...

E mais irritada fiquei quando ouvi nas notícias que o Governo andou a vender os edifícios de estabelecimentos prisionais e que, como não desactivou esses mesmos estabelecimentos, agora tem de pagar renda pelas instalações aos proprietários a quem vendeu os imóveis. Isto sim, eu chamo de debilidade mental.

Anónimo disse...

CARA HELENA,

Esta pais está a saque.
CRISE DE VALORES?
VALERÁ A PENA ACREDITAR?

Com admiração,

AC

voz a 0 db disse...

Como visualizar é o melhor remédio deixo aqui este link com um quadro resumo da beleza!!!

Quanto à divida... das três agências de rating duas dão-nos apreciação "outlook" negativo a outra estável... Quanto aos juros que pagamos para nos emprestarem dinheiro para vivermos acima das nossas capacidades é no curto prazo a rondar os 3% no longo prazo a rondar os 4,5%... nada de mais!!!!!

Paulo Abreu e Lima disse...

Helena,
Um dos mais velhos truques de um economista é escudar-se na gestão das espectativas. Quer sobre as consequências nos mercados, quer na dos cidadões. Acontece porém, que entre o seu real conhecimento e a sua assunção, decorreram dois curtos estivais meses de Outono. Que, "suponho", por meríssimo acaso, coincidiram com as eleições legislativas e autarquicas...

Contudo, impõe-se uma questão: adiantaria alguma coisa, no sentido do voto, aos menos avisados (cidadãoes de segunda?), terem prévio conhecimento da "ocorrência"? Ou melhor, mudariam, efectivamente, seu sentido de voto? Não duvido: tenho a certeza de que não!

That's all folks...

K disse...

Pois, em ano de eleições não quiseram contar-nos a verdade (mesmo nos outros anos, é o que se sabe). VERGONHOSO!!!

Teresa disse...

Desculpe, mais uma vez, Helena.
Mas alguma vez acreditou que a situação fosse diferente?

Fada do bosque disse...

Eles oferecem os presentes a eles próprios! Tudo para eles a nada para nós, Helena...

A empresa portuguesa Mota-Engil, cuja comissão executiva é presidida pelo ex-ministro e dirigente socialistas Jorge Coelho, atingiu no fim de Setembro uma facturação de 1,6 mil milhões de euros e um lucro de 68 milhões, o que representa um crescimento respectivo de 15 e 377% face a igual período do ano passado.

Está tudo dito, miea dúzia estão a açambarcar tudo e o pior é que nós deixamos...

carolina disse...

Mais assombroso que um mau ministro das finanças "pilar do governo" " homem forte e tão confiável, dentro de portas e apenas o 5º pior na europa ( vergonha é o nosso melhor ministro ser um dos piores da europa), pior que um mau ministro de finanças são os nossos maus empresários, arrogantes, cheios de si próprios, incapazes de incentivarem a produção e de criarem emprego que o que melhor sabem dizer é " congelem-se os salários, gente ridicula que não sabe sequer o valor de 475€... mas lembro-me muitas vezes quando me apetece dizer mal dos politicos e das politicas que eles apregoam, o que diz Dalai Lama sobre isto, " uma sociedade não tem muita moral para falar da corrupção dos seus politicos, pois, eles são fruto dessa sociedade, são o seu espelho", pois, então nós somos um povo, fraco, pouco eficaz, corrupto, porque assim são os nossos politicos;

Cumprimentos
Carolina

causa vossa disse...

Que ninguém duvide que a responsabilidade é de todos! Daqueles que aceitam placidamente a intromissão na sua vida, daqueles que criticam aos outros os comportamentos que se pautam na sua vida, daqueles que acreditam que há vida em si sem olhar para os outros. Ainda há gente boa em Portugal mas como Barack Obama sublinhou no seu discurso à academia, os heróis e os putativos ganhadores do prize, são aqueles que desfilam em Teerão, que votam em Harare e não aqueles que choram no remanso dos lares a castração dos deixarem ser felizes.

Eu tive um sonho! Foi o de ver o meu país levantar-se em peso e disser em uníssono, basta!

Claro que foi um sonho, mas também o que esperavam depois de me comover com o milagre de Santana e com o gigante de cioccolato!

voz a 0 db disse...

Se o meu comentário ontem era verdadeiro... hoje já não o é... Pois a partir de hoje passamos a ter rating negativo dado pelas três agências. Podem ver aqui

Fada do bosque disse...

Antes de abandonar o Governo, o ministro Mário Lino autorizou a transferência de 30 milhões de euros para a Fundação para as Comunicações Móveis (FCM)"
Ler mais em: http://paramimtantofaz.blogspot.com/

E é isto o que os nossos desgovernantes andam a fazer ao dinheiro público!

Investir neles próprios e na manipulação de massas!!!

Lura do Grilo disse...

Não sou economista mas era de prever. Acho que foi aqui que comentei que o deficit deveria rondar os 8%.

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro Lula
Foi sim E pelas minhas contas deve já estar em pelo menos 9%. É obra!