domingo, 10 de abril de 2016

A melhor das escolhas!


Devo, à partida, fazer uma declaração de interesses. Sou uma admiradora incondicional do poeta Luis Castro Mendes. Acresce que a sua poesia me levou ao seu conhecimento pessoal, que havia de confirmar tudo o que a sua obra permitia adivinhar.
Iremos ter como Ministro da Cultura um homem muito inteligente, muito culto, e cuja profissão de origem, a diplomacia, lhe permitiu correr mundo e contactar com culturas muito diversas.
Humanamente é um homem caloroso, cujo olhar sereno mas directo só pode tranquilizar aqueles que, na área que vai conduzir, ponham parte do destino profissional nas suas mãos.
Desta vez, não posso deixar de louvar António Costa pela escolha feita. Vamos ter à frente de um dos mais importantes ministérios, alguém que sabe o que deve fazer. Só desejo que com todas as limitações financeiras que temos, Luis Castro Mendes possa mostrar bem aquilo de que é capaz. E a única pena que tenho, é a de não poder, certamente, continuar a lê-lo com a mesma regularidade.

HSC

14 comentários:

Anónimo disse...

Sem dúvida! A Cultura a quem tem cultura.
JG

Anónimo disse...

Que a sorte esteja do seu lado.

Virginia disse...

Melhor o soneto do que a emenda.....

Anónimo disse...

🌷

João Menéres disse...

Mas se o orçamento não dá para mandar tocar um cego...
Museus sem verba para comprar papel higiénico, por exemplo.


Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

Sensitive
Culture
Strong
Cool
...
http://youtu.be/xlGgu7wDGKU

:-)

Anónimo disse...


Helena
Esperamos que possa ter meios para realizar um bom trabalho.
Confesso que não o conhecia.

Carla

Anónimo disse...

Com um poeta na Cultura
Vamos ter altura
E até compostura
Para acabar com a rotura
Que já satura
E provoca tontura
Que enalteça a pintura
E a arquitectura
Com a sua textura
E com toda a ternura
Também a música e sua mistura
E a boa leitura
Com fartura
Para subir a temperatura
E numa aventura
A sua assinatura
Ser a floricultura
Da boa escritura
E acabar com a escravatura
Na nossa cultura

Gralhas




Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Alcipe disse...

Muito obrigado, querida amiga. Continuarei seu leitor fiel

Luis Filipe

Anónimo disse...

🌹🌹🌹

Helena Sacadura Cabral disse...

Caros comentadores
O dinheiro é pouco mas eu acredito que o Ministro se saiba rodear de pessoas criativas que o ajudem a fazer coisas que não dependam apenas do dinheiro. Muitas vezes na minha vida profissional consegui, em regime de mecenato, realizar os meus objectivos. E neste campo da cultura "eu sei" que é possível envolver gente sem que isso saia muito caro. Não serão obras gigantescas como o Museu dos Coches, mas serão grãos que darão fruto. E eu tenho uma enorme confiança na capacidade de Luis Castro Mendes polarizar à sua volta, este tipo de pessoas!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Desejo toda a sorte a este Ministro.
Também me parece uma escolha "para recebermos com confiança"!!!
Vamos todos ajudá-lo a cumprir bem o seu novo cargo.
Cumprimentos
Irene Alves

ERA UMA VEZ disse...

Querida Helena

Também estou muito feliz com a escolha e acredito que nem sempre é preciso muito dinheiro para se fazer obra na Cultura.Quem sabe a sua diplomacia venha a dar dividendos.

Passei por lá, por esse "lugar longínquo e virtual" onde tantas vezes deixámos as nossas rimas...

Agradeço-lhe a si ter conhecido o nosso Poeta pessoalmente pelo interesse que me contagiou e lembro divertida o que nos rimos e conversámos entre "dourados" no Palácio Foz.

Oxalá consiga fazer um bom trabalho.
É que tudo passa, apenas a cultura perdura...
Abraço