quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Há dias assim...

Há dias falei aqui da "serenidade" que as afirmações de membros deste governo me provocam,.Não estou certa de que todos tenham alcançado o objectivo do texto. Mas isso não será grave. Hoje o Pedro Correia salienta no seu Delito de Opinião mais três frases - desta feita do Ministro das Finanças - que também contribuem para a minha profunda tranquilidade. A saber:

17 de Fevereiro

17 de Fevereiro

17 de Fevereiro

Tudo isto foi ontem. Aguardo o que hoje poderá seguir-se. Estas novelas em pequenos capítulos trazem sempre um enorme suspense...


HSC

Nota: Hoje no Estado da Arte fala-se de bacon, ovo e suicidio. E está tudo ligado...

7 comentários:

C.N. Gil disse...

...o problema é que no fim são como aqueles livros policiais maus em que o culpado é sempre o mordomo...

:)

Anónimo disse...

...e água no bico dos abutres.

bea disse...

Vamos esperar para ver, mas eu gosto de quem arrisca, de quem tenta, de quem não desiste e, pelo menos tenta desobedecer ao almirantado de Bruxelas. Admiro. Entrega sem luta é muito mais irrisória.

Anónimo disse...

... e muitos a rezar para que 'não funcione'... :-(

Anónimo disse...

... e é melhor crescer metade que não crescer... ou que descer. Não é verdade?

... volta a rever? pois volta. e não será isso o normal?

Anónimo disse...

Os aldrabões é assim fazem

Anónimo disse...

Uma grande verdade
A política sem ética é uma enorme cobardia.