sexta-feira, 9 de outubro de 2015

É pena!

"...Desde 1974 que o PCP sonha partir o PS em duas metades: isso foi tentado logo no primeiro congresso socialista, ganho à tangente por Mário Soares e Manuel Alegre. De então para cá, nunca os comunistas deixaram de tratar o partido do punho e da rosa como um apêndice da "direita", tornando-o em alvo principal das suas invectivas. Nem precisamos de recuar quase nada no tempo: basta lembrarmos o que foi a recente campanha legislativa do PCP, com o PS transformado por Jerónimo em saco de pancada verbal.
Que depois disto Costa - enquanto líder do partido mais votado à esquerda - tenha acedido em comparecer cordatamente no quartel-general dos comunistas - terceira força mais votada - diz muito da degeneração que o PS sofreu nestes últimos anos. Nunca, em circunstâncias análogas, Soares aceitaria rumar ao encontro de Álvaro Cunhal 72 horas após a contagem dos votos: o diálogo, a existir, implicaria sempre uma deslocação em sentido contrário.


Porque a política, além da sua dimensão factual, alimenta-se igualmente da dimensão simbólica - ao ponto de facto e símbolo serem realidades indivisíveis. Um político de primeiro plano jamais ignora esta evidência. A menos que ambicione apenas um poucochinho de espaço num rodapé da história."
                       
                        Pedro Correia em http://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/

De facto, Mario Soares tem uma outra estatura política. Goste-se ou não dele - e eu não gosto, não o escondo - nunca se submeteria a negociar no quartel general dos comunistas. Tão pouco o faria João Soares, de quem gosto. 
A política também se faz de sinais. E António Costa, com 40 anos de experiência, tem obrigação de perceber isso. É pena que assim não aconteça!

HSC

12 comentários:

Anónimo disse...

Oh, entao e com outras personagens isso nao acontece? Os lideres da coligacao antes de o serem, tambem eram, como agora, amiguinhos? Pois é ... parece q nao. Mas agora da jeitinho. Sao todos iguais minha senhora, e todos querem é o seu tachinho e o seu lugar ao sol. Pedro

João Menéres disse...

António Costa já é o capacho onde se limpam os sapatos sujos.


Melhores cumprimentos.

TERESA PERALTA disse...


Se António Costa tivesse feito um acordo pré -eleitoral com o PCP e o Bloco de Esquerda, nem os punhos se conseguiriam ver fora d'água, só mesmo as rosas vermelhas à tona. Vale uma aposta?!!
Vai-se afundar, a pique, na canoa que está a construir…Nem é preciso "ver para crer"…
Beijinho para si

Anónimo disse...

Este Correia está ao serviço da Coligação, está visto! E HSC faz-lhe o obséquio de lhe dar eco. Ou seja, a mãe do Dr. Portas, apoiando-se no Sr. Correia, a fazer a sua "pressãozinha" para que o Dr. Costa não estrague o arrranjinho da Direita, de que faz parte o Dr. Portas. E, mesmo odiando-se, como odeia Toda a Direita, vai-se repescar o Dr. Soares (pai) para tentar dar um pouco de solidez aos argumentos. Dr. HSC, não perca tempo em socorrer-se do Sr, Correia. Assuma que detestaria ter um governo PS, com apoio parlamentar do BE e CDU. Para já nem falar de uma coligação, o que a levaria e a uma boa parte da da Direita, a sua respeitável família política, a emigrar para Paris. Esquece o Sr. Correia e a a Dr. HSc que a Democracia tem várias matizes, como no nosso caso. Azar da Coligação que está em minoria - Graças não a Deus, mas aos espertos eleitores - e a Esquerda em maioria. Que chatice! Oxalá que AntónioCosta saiba perceber porque se votou nele e tenha a coragem política para não servir de muleta desta infame Direita que destruiu o País nestes últimos 4 anos e se coligue ou faça arranjos parlamentares com o BE e a CDU, para bem da maioria que votou precisamente nesses 3 Partidos!
Tenha uma boa noite, Dr. HSC!

Maria disse...

Será que a poluição até já está a abrir brechas no aço das muralhas?

Helena Sacadura Cabral disse...

Anónimo das 00:38
O que é pena é que o Anónimo não perceba ou finja não perceber que eu tive um filho, de que muito me orgulho, no BE.
O que é pena é que o Anónimo das 00:38 não perceba que as mulheres são pessoas que pensam pela própria cabeça.
O que é pena é que o Anónimo das 00:38 demonstre, com o seu comentário, a falta de consideração que tem pelas opiniões da sua própria mãe ...
As mulheres, mães ou não, pensam pela própria cabeça e não precisam da instrução dos homens. Sobretudo dos que têm pouca consideração por elas!

Sérgio S disse...

A nossa amiga permita-me que destaque um facto histórico que para mim ofusca as reviravoltas (aparentemente desesperadas) do AC: o PCP aceitou negociar a formação de um governo (!?)...

Fatyly disse...

Os portugueses são mais espertos do que os políticos julgam e arranjaram uma caldeirada numa de...agora amanhem-se:)

Muita coisa mudou, o mundo muda a cada segundo e claro, apesar de não gostar nada, mesmo nada (como político, como homem jamais o conheci nem pretendo conhecer) Mário Soares não faria o que Costa fez. Mas no cenário actual e mais jovem, não sei se faria. Digo-lhe também que detesto ouvir as "baboseiras" do seu filho.
Apesar de tudo há coisas do passado que podiam ter sido evitadas e que me marcaram para toda a vida no desmantelamento do que se sabe.

Desculpe recordar, mas votei sempre BE do ou no tempo do seu Miguel e como gostava de o ouvir. Ultimamente o BE surpreendeu-me pelas irmãs Mortágua e Catarina Martins mudou completamente. Semedo que me perdoe e desejo as suas rápidas melhoras, mas a meu ver fez um melhor trabalho nos bastidores. Embora não tenha votado neles, falo disto com toda a minha sinceridade e liberdade de expressão e sem qualquer provocação.

Um abraço e bom sábado mergulhado nos braços do "Joaquin":)




Helena Sacadura Cabral disse...

Fatyly
Sorte sua que só ouve as "baboseiras" do meu filho. Olhe eu tenho que dmocraticamente ouvir as baboseiras dos outros. É bem pior!

Anónimo disse...

Na noite das eleições tive o maior orgulho em ser Portuguesa. Um País que passou estes últimos 4 anos com as medidas de austeridade que todos tão bem sentimos mostrou uma enorme maturidade em renovar os votos na coligação. Ninguém esperava esta vitória, quem assistiu à reacção da socialista Ana Gomes nos comentários aos resultados eleitorais, admitindo a imensa derrota, percebeu bem isso.
De pasmar, ou não, está a ser o comportamento de António Costa. De pasmar é o entendimento agora, pós eleitoral com o partido comunista, um partido anti europeu que já não tem expressão em nenhum outro país da europa civilizada. Infelizmente o Presidente da República não esteve bem e deixou para outros o seu papel.
Se este PS fosse um partido que pusesse Portugal à frente jamais teria este comportamento lamentável.
Tudo isto para além de muito triste é trágico.
Inês Galvão

Madalena Ferreira disse...

Olá,

Quando todos, ou quase todos pensavam que tudo ficava resolvido depois das eleições, a confusão é enorme!
Para todos, direita, esquerda, centro, etc., o desespero tomou conta das mentes. A falta de respeito e responsabilidade é mais que muita, nós os que votamos não merecemos isto! Ou será que sim?

Dra. Helena, estou apreensiva!

Um abraço,

Fatyly disse...

Dª. Helena desculpe, mas volte a ler por favor porque não me referi ao seu filho, mas sim ao filho de Mário Soares.

Mais, falo do pai e filho como POLÍTICOS, porque os respeito como seres humanos.

Desculpe o incómodo.

Beijos