sábado, 17 de outubro de 2015

A "nossa" Cila


A semana que agora findou foi agitada porque cairam nela uma série de "efemérides" às quais não só não podia como não queria faltar. Resultado, cheguei a este sábado com 100 anos... Mas alegrou-me tanto o que fiz, que não me posso queixar. Serei uma centenária satisfeita!
As festividades terminaram com uma ceia surpresa pelos "39 anos" da Cila do Carmo - que para o ano faz 38 -, onde estava a nossa GRUPA toda e mais não sei quantas pessoas que ao longo da minha vida encontrei, mas já não via há muito tempo. 
Foi um encontro cheio de alegria, em que as duas filhas da aniversariante organizaram um vídeo com depoiementos de todas as pessoas que foram importantes na vida da mãe e nos deram um belíssimo repasto que nos manteve juntos até às quatro da matina. E ainda houve quem por lá ficasse.
Se falo aqui no blogue deste tipo de acontecimentos é porque eles me permitem, cada vez mais, perceber e sentir, que o melhor da minha vida - para além da familia que Deus me ofereceu - são os amigos e a riqueza imensa que trazem ao meu quotidiano. Com uma vantagem suplementar, no meu caso, que é o facto de eu possuir dois grandes e distintos grupos e de uma boa parte deles terem idade para poder ser meus filhos.
A Cila ficou tão feliz que não conteve as lágrimas e chorou de alegria. E nós, abraçamo-la, demos os presentes, cantamos os parabens e como quaisquer crianças pequenas, batemos palmas. Se a isto se pode chamar felicidade, não sei. Mas que estávamos todos felizes, disso não há qualquer dúvida!

HSC

6 comentários:

João Menéres disse...

Se não é FELICIDADE, é o quê ?
Claro que é FELICIDADE !


Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

Happy Life,fly...

http://youtu.be/b0QQspMiRdU

A

Madalena Ferreira disse...

Olá,

Se estavam todos felizes, havia felicidade!

Nos dias que decorrem, é bom, é muito bom!

Bem haja!

Bom domingo,

Anónimo disse...

🌷

Maria do Porto disse...

Costumo dizer que os amigos são a Família que nós escolhemos. É verdade...

NB disse...

Sei que não é usual e queira desculpar o atrevimento,ao vir aqui dar-lhe a conhecer o meu blog "Escreve-me Devagar". É a minha casa, é a sala onde estendo alegrias, onde remendo tristezas, onde ultimamente junto as palavras, que me ajudam a fazer o luto da minha mãe. A Dra. Helena tem o seu tempo muito ocupado, mas é com imenso prazer e admiração que a convido a visitar, "Escreve-me Devagar". Ficaria muito feliz com a sua apreciação.
Deixo o endereço de um dos textos do blog:
http://nb-lilaz.blogspot.pt/2015/09/tell-me-more.html

Uma vez mais desculpe e obrigada.