quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Telenovelas

Durante bastante tempo, confesso, fui uma espectadora regular das telenovelas brasileiras. Depois, como acontece com frequência quando consciencializamos que há outros lazeres mais úteis, deixei de as ver. Coincidiu com o aparecimento das nacionais, de que a única que segui, foi Vila Faia.
Agora, num destes dias de tempestade eleitoral, dei conta de que havia muita gritaria no televisor, mas que a cadência não era comicial. Acerquei-me do dito e percebi que se tratava de um diálogo - estou a ser gentil - entre duas mulheres acerca da filha de uma. Pareceu-me - porque o tempo não deu para mais - que gritavam demasiado. Por isso, zarpei para uma arruada, que sempre é uma telenovela mais paroquial. Tirei o som e debrucei-me, isso sim, sobre a linguagem corporal das caras mais conhecidas. Cinco minutos depois passava, deliciada, para a Fox Crime, onde assisti a mais um episódio da excelente série Vera.
Umas noites mais tarde repliquei o sucedido e, noutro canal, vejo uma filha a gritar desabridamente com a mãe sem que esta tivesse a mínima reacção. Fiquei confusa, sem saber se o azar era meu ou se a trama das nossas telenovelas terá a discussão violenta como forma de expressão sentimental.
Pode sempre dizer-se que a minha amostra foi muito limitada. É um facto. Mas que me pareceu estranha a coincidência, isso pareceu! 
Bastante razão tinha uma antiga empregada minha que me dizia que só via telenovelas brasileiras, porque as nossas eram muito parecidas com o que se passava na casa dela… 

HSC

19 comentários:

Anónimo disse...

"Seguir" uma série de telenovela, é o mesmo que ficar escravo durante semanas e semanas, à mesma hora, em frente à televisão...

Madalena Amaral disse...

Durante décadas assisti a telenovelas, desde a Gabriela, Cravo e canela.Depois estive seis anos sem as ver, tal foi o fartote. Já não me lembro as razões e voltei à carga. Neste momento estou tão farta, mas tão farta dos seus enredos que suspeito estar com uma espécie de overdose...Já estou em tratamento...Salvo seja!
Gosto imenso d,arte de bem representar, seja qual for a modalidade, e é pena ver conteúdos nas suas histórias que dá mal-estar, a mim dá-me. É sempre pais e mães contra filhos/as, e vice-versa, crimes de faca e alguidar.Um nojo!Pergunto-me onde querem chegar? Ah! Creio que não há um telenovela portuguesa que não tenha um infeliz que se chame José Maria...

maria madeira disse...

Fox Crime, isso sim, é uma óptima escolha. Começando na Vera, que descobri há pouco tempo. Passando pelo Poirot que tento não perder. Acabando na Miss Marple que me prende do primeiro ao último minuto.

Telenovelas, passo. Passo e temo que a antiga empregada esteja coberta de razão. E isso, não é, de todo, algo que nos deixe tranquilos.

Madalena Ferreira disse...

Olá,

Não tenho nada contra as telenovelas portuguesas!
Se quero ver? Ok. Senão ... paciência!
Por agora não há muito para escolher:Telenovelas, futebol,política e pouco mais.
Quanto às telenovelas brasileiras, também se grita,há agressões,enfim!!!

Um abraço,

Anónimo disse...

ah pensam que aquelas histórias e cenas são apenas de 'casa de empregada'? oh oh...antes fossem.

Terapia das palavras... disse...

Ola Dra. Helena,

Como sempre o seu sagaz humor para abordar qualquer tema..

Mas deixe que lhe diga que sim q sua empregada esta perto da realidade..:( infelizmente!!


Beijinhos,,

Estou ansiosa pra ver a sua entrevista hoje,,na Cristina,,isso sim nao perco :)

Anónimo disse...


Helena
Já, não tenho paciência para gritarias vindas da TV, sejam elas de novelas, comicios ou outros programas. No meu escasso tempo à noite é com os livros que me deleito.

Carla

Maria do Porto disse...

Nunca vi uma telenovela e a razão principal foi que não queria ficar escrava durante meses, à mesma hora, tal como diz o anónimo das 20:04h. Os argumentos são pobres..
Devo dizer que com esta minha postura em relação às telenovelas, não estou a criticar quem o faz, pois para muita gente é uma companhia e um incentivo para se manter interessado em alguma coisa.
Do Fox Crime sim, sou fã. Adoro Poirot e Miss Marple que já era leitora de Agatha Christie. Eva está a conquistar-me confesso.
Para estas épocas de muito ruído, este canal é um bálsamo.
Bjs

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó Anónimo das 00:47
Eu não penso nada. A minha saudosa Deolinda é que pensava... e ela lá devia saber porquê uma vez que foi uma das pessoas mais argutas que conheci!

Helena Sacadura Cabral disse...

Caros comentadores/as
Eu sou fã de séries policiais como Midsomer Murders, Poirot, Agata Christie e agora Eva que é de muito boa qualidade. Abri, no entanto, uma excepção para Borgen que sendo uma saga política desenrolava-se como se policial fosse. Antes já consomia os CSI.
E garanto-vos é terapia garantida contra arruadas, debates, frente a frentes e outras originalidades mais em que todos se levam muito a sério.
Ouvir comentadores políticos e desportivos falarem como mestres, diria mesmo lentes, e ver o deleite com que eles se ouvem a si próprios, provoca-me uma enorme vontade de rir. Se fosse mazinha fazia já aqui uma lista e creio que a maioria dos leitores me iria dar razão...

Helena Sacadura Cabral disse...

PS A minha pena é que a Fox esteja permanentemente a repetir as mesmas séries e os mesmos filmes...

Helena Sacadura Cabral disse...

Madalena Ferreira
Acredito que sim. Se nós os colonizámos não é de surpreender...
Mas como só apanhei portuguesas e a Vila Faia, que vi, não tinha tanto grito, fiquei admirada!

Virginia disse...

A série Vera é tão boa que às vezes vejo-a em português e depois em inglês ( pirateado). O ambiente é extraordinário, as paisagens, a sobriedade, a pronúncia dos locais, excepcional, mesmo!!
Quanto as novelas vejo-as pois entretêm-me, mas passo o tempo a criticar os enredos macabros, violentos, valores trocados, famílias destroçadas, vinganças mais que maquiavélicas e música foleira. É tudo mau, excepto a interpretação, que acho, tem melhorado muito. Tanto é que os actores fazem agora peças d teatro com grande sucesso em Lisboa.
Bom Domingo!! Voto na coligação, como sabe. Apesar de....

maria isabel disse...

Acabo de ver a entrevista na TVI e como sempre adorei ouvi-la.
Parabéns,parabéns e parabéns. Não preciso dizer mais nada.
Abraços palpáveis com todo o respeito.
Maria Isabel

Madalena Ferreira disse...

Olá,

Dra.Helena, não estou de acordo quanto à colonização! Acho que não tem haver?!
A cultura do povo brasileiro é muito diferente da nossa, logo o reflexo nas telenovelas - muito boas e algumas péssimas!
Mas chega de telenovelas, por agora.
Dra.Helena, vi e ouvi a entrevista dada à CF. Como sempre estava deslumbrante!
Serena e muito sábia, tem a minha admiração e respeito à muito tempo.A CF, neste tipo de entrevistas, utiliza um tom de voz que também não é usual noutros programas.
Também lhe fica bem e está de parabéns!

Um abraço,

Anónimo disse...


Bom dia Helena
Ouvi, dizer que a entrevista com a Cristina foi um elixir de vida, quando estiver disponível no yotube vou ver. O que me foi dito é forte, a sua crença em Deus é inabalável. Quero beber cada palavra, o seu percurso de vida deu-lhe a sabedoria que todos nós procuramos.
Com 43 anos, ainda não me encontrei, já fui crente, hoje não sei o que sou. Crer em algo dá-nos serenidade, caso contrário vivemos incompletos.

O que me dói não é
O que há no coração
Mas essas coisas lindas
Que nunca existirão...
F.Pessoa

Adorava ver Hitchcock, penso que vai gostar deste livro, deve estar cheio de receitas deliciosas, feitas com muito amor.

http://www.flashvidas.pt/a_ferver/detalhe/goucha_lanca_novo_livro.html

Carla






Anónimo disse...


Helena
Adorei, partilho o video para os seus leitores que não tiveram oportunidade de o ver.

http://www.tvi.iol.pt/programa/cristina/55f310140cf244f583cbabbf/videos/--/cristina--videos/video/560d82d40cf2288664af9350/1

Carla

Maria do Porto disse...

De facto é aborrecido, mas já me tem dado jeito quando perco por ex. Miss Marple às 21,30h...

Anónimo disse...

Querida doutora Helena!

Vi-a hoje no programa CRISTINA (felizmente, tive de ver em diferido porque estou a trabalhar à hora em que o programa é transmitido).
Não é uma novela, mas é o post mais próximo, pelo que peço desculpa e se assim entender não o publique. A intenção deste comentário foi, tão só, dizer-lhe que gostei muito de a rever no pequeno ecrã.
Se não me falha a memória, já não a via desde "Os provedores" - antiga rubrica dos programas das manhãs da SIC, ou então no Alta Definição (do mesmo canal). Seja como for, já não a via há uns tempos pelo que constatei que mantém a jovialidade de sempre.

Um beijinho,
Vânia Baptista