terça-feira, 15 de setembro de 2015

Interrogações

Embora o período eleitoral se situe entre 20 de Setembro e 2 de Outubro, alguém se dá conta disso, neste borburinho em que já estamos a viver?
Será que quem venha acompanhando este tempo tem presente que se a abstenção se mantiver ou se agravar, metade do país passa ao lado das eleições e o governo que for eleito possivelmente pouco mais representará do que metade da outra metade?
Ou, vá lá, se formos optimistas um terço vota, um terço abstém-se e o outro terço ainda não resolveu o que faz. Será que alguém acredita que os debates e arruadas a que temos assistido, conseguirão atrair estes últimos a uma mesa de voto?
Milagres de Fátima houve um. E, mesmo assim, esse, continua a ser só para quem acredita.


HSC

10 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Infelizmente todos os partidos estão repetindo os mesmos erros.
Este tipo de campanhas já não convence ninguém.
Muito barulho para nada se dizer.
Os partidos políticos (na m/ignorante opinião) querem é que
chegue o 4 de Outubro e recebam um cheque em branco.
O povo já não é o mesmo de 1974 e os partidos políticos
parece que não o querem entender.
Eu se for viva, irei votar, porque conquistei esse direito em 1974
e não o renego. Sempre tenho votado, inclusivé em referendos.
Mas voto contrariada, não voto acreditando com fé, voto pelo mal
menor(na m/ideia) sabendo que no dia a seguir, tudo será diferente
daquilo que até lá irão dizendo. É votar com tristeza, quando o
momento de votar devia ser um momento de alegria.
Cumprimentos.
Irene Alves

João Menéres disse...

Os ruídos não esclarecem.
Muito menos farão alguém indeciso a deslocar-se à mesa de voto.
Nessa noite, como habitualmente, iremos saber que TODOS GANHARAM !...

Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

Milagre,milagre,é o humor com que os nossos políticos se estão a caracterizar.

Da política iô-iô á barriga nua de Joana,ao tapete de pregos que o Fakir do riso amarelo, ofereceu a Seguro,ás flores que a coligação oferece ás senhoras,ao Jerónimo sorridente,dizer que,se posasse nu,seria uma figuraça,á foto do 33 com ténis Prada que mais parece acabado de chegar de férias de Malta,etc,etc...
Se isto tudo não é um boicote ao cinzentismo,só pode ser o milagre das rosas de Sta Isabel,Rainha de Portugal.

O Rei vai nu e a Joaninha (malandra) também!

E no Alentejo descobriu-se um menir...será isto um prenúncio da existência da grandeza dos PaF?

JR

Anónimo disse...

E Catarina Martins,bonita,com olhar hipnotizante,fez o feitiço de hipnotizar o Fakir ,que,se não me engano,ficou com um ar pateta.
Não é milagre,mas um feitiço seguro na certa.
Temos feiticeira no bloco com rosto de anjo,mas que não é nada anjinha.

Siga meu povo sem temer o Papão XuXaLisTa.

Anónimo disse...

Não é milagre não,é a realidade da verdade na frase do Presidente Cavaco,o das Cagarras.

"As mulheres portuguesas são as mais bonitas",e são mesmo.
Da esquerda,Catarina Martins,Marisa Matias,a Joana a Barbie,e todas,todas que andam nas arruadas em campanha.As da direita são púdicas,não mostram a barriga em público,logo não menciono nomes.Mas andam por aí.
Bem hajam as mulheres de Portugal que espalham a sua graciosidade e beleza.
Quem tem arte comparte...é vê-las.
E não é mistificação.

André

Anónimo disse...

Nova capa da Revista Cristina cheia de pinta e a fazer correr muita tinta.
Sô Costa nu e a andar,muito seguro, de Tuk Tuk na Baixa Pombalina e a tocar pífaro para encantar as mouriscas do Castelo de SJorge.
Se ele se lembra de oferecer tapetes de odalisca ás meninas, a coligação vai o que é o mulherio a voar.
O pior vai ser quando ele lhes puxar o tapete como puxou ao Tó Seguro.




Anónimo disse...

Se o Costa ganhar ( juízo) será que vai mandar construir um Taj Mahal em Lisboa á beira rio Tejo? Não vejo a hora de comer chamuças e caril de gambas ao piri-piri com açafrão das Índias e ananás flambé,servido no palacete.
Este menino mandado e a obedecer ao 33 é tudo palaciano como manda a lei e a grey.Só iluministas.
Churchill é que os conhecia bem...e estava bem seguro.



Fatyly disse...

Eu jamais diria melhor...e concordo. Para ser franca já não os consigo ver nem ouvir e fiquei surpresa quando ouvi que a campanha só arranca dia 20. Poupem-me!!!

Um bom dia

Madalena Ferreira disse...

Olá,
Nas campanhas eleitorais, os políticos - todos eles -, querem ser Deuses.
Hoje, 41 anos depois do 25 de abril, nada justifica o barulho que é feito, as promessas que sabem que não vão cumprir, porque depois esquecem e nem o Memofante lhes vale!
Mas foi, é e será sempre assim! A História diz-nos isso!
No entanto, o que me continua a magoar mais, é ver a demagogia que é feita pelos políticos -todos-, e o ódio que as pessoas anónimas, nestas alturas conseguem vomitar, enojando tudo à sua volta.
Com calma e muita paciência, a àgua será levada ao moinho! Resta saber se ele vai moer ou não?

Um abraço,

Pôr do Sol disse...

Ja não tinha muita esperança nestas eleições, depois de saber agendados para a mesma data tres jogos de futebol,que dizem importantes, ainda menos fé tenho.

Assusta assim tanto alterar o dia do voto para 5 de Outubro?

Já que os nossos "dirigentes" não lêem jornais, pelo menos escolham acessores competentes.

Esqueceram a taxa de abstenção das ultimas? Continuam a facilitar.Porque não tornam o voto obrigatorio? beneficiam mais assim, não é?

Cumprimentos Dra.Helena e haja paciencia.