terça-feira, 29 de setembro de 2015

A Origem Transmontana

"...Uma empresa com o nome (um pouco estranho, há que dizer) de "Origem Transmontana" - e pergunto-me como foi possível ser autorizada uma designação tão enganadora como esta - foi acusada de comercializar produtos que se provou associados a uma doença derivada da cadeia alimentar, felizmente sem consequências mortais."

Este excerto pode ler-se no blogue - http://duas-ou-tres.blogspot.pt - do Embaixador Seixas da Costa e eu faço eco dele, porque lhe reconheço carradas de razão. 
Como é que a autoridade competente deixou registar uma marca que corresponde a uma designação de origem? E já agora como é que as autoridades locais e os concorrentes não reclamaram de tal autorização?
A região ficou com a sua imagem prejudicada, o que é profundamente injusto porque a generalidade deste género de produtos alimentares transmontanos é de excelente qualidade 
Este incidente, ao lançar um tal labéu, deveria levar à revisão da legislação que se ocupa de marcas e patentes, de modo a não permitir que tal possa repetir-se.

HSC

7 comentários:

João Menéres disse...

Tem toda a razão !!!


Melhores cumprimentos.

Anónimo disse...

Concordo. Uma origem geográfica não deve ser apoderada por uma marca.

Madalena Ferreira disse...

Olá,

Mais uma contradição, entre muitas que nos rodeiam!

Um abraço,

Anónimo disse...


Helena
É tão facil destruir o que se levou anos a construir, não vou deixar de comer produtos transmontanos. É preciso ter um certo cuidado nas noticias, reportagens que se fazem, parece-me que a loja com esse nome vai sofrer consequências.

http://expresso.sapo.pt/sociedade/2015-09-28-Pela-sua-saude-nao-coma-alheiras-e-fumados-com-a-marca-Origem-Transmontana

Carla

Anónimo disse...

O que se passou é mais uma prova da inutilidade das autoridades reguladoras,sejam bancárias, de comunicações ,de energia ou outras servem apenas para uns quantos senhores terem brutos salários

Anónimo disse...



Subscrevo inteiramente.


"Anónimo disse...
O que se passou é mais uma prova da inutilidade das autoridades reguladoras,sejam bancárias, de comunicações ,de energia ou outras servem apenas para uns quantos senhores terem brutos salários"

Helena/Cascais

Anónimo disse...

Bom dia,

Como transmontana que sou custa-me imenso esta situação. É sempre bom perceber que as pessoas conseguem distinguir uma empresa de uma região.
Obrigada pelas suas palavras.

Sofia