sábado, 18 de abril de 2015

Opiniões e certezas


Há quem considere que quem emite opiniões tem, por norma, muitas certezas. Não é verdade. Muitas vezes pensamos sobre os assuntos e vamos progressivamente formando opiniões. As certezas são algo diferente. Quando muito, serão o resultado de termos formulado sucessivas opiniões e chegado a conclusões.
Eu, por exemplo, tenho muito poucas certezas. Mas as que tenho acompanham-me há muito tempo. Porém, sou opinativa, ou seja não me demito de ir tendo opiniões à medida que vou percebendo sobre os assuntos. E não me importo nada de mudar de opinião, se perceber que a que tinha havia resultado de defeito pessoal ou até, de carente informação, 
Muda-se tanta coisa ao longo da vida, que seria surpreendente não mudar de opinião. Se olhar para trás julgo poder dizer que me "enganei" várias vezes. Umas, porque era muito nova e pouco experiente. Outras, porque o campo de visão foi limitado por espartilhos pessoais. Outras, ainda, porque à época os elementos de que dispunha estavam longe de esgotar o assunto. 
Assim, sobre algumas áreas, seria surpreendente que, com esta idade, pensasse do mesmo modo como pensava quando tinha vinte anos. O que significa que, ao opinarmos, o fazemos num determinado contexto. Noutro contexto diferente, possivelmente a opinião seria distinta. É por tudo isto, que as certezas que tenho são muito limitadas!

HSC

7 comentários:

Fatyly disse...

A única certeza de todas as certezas que tenho é que um dia morrerei. Gosto de trocar ideias e já tantas vezes mudei de opinião porque estava errada. Não faço guerras com ninguém e por exemplo a nível político, falo do trabalho(?) do mesmo e jamais do "ser humano" que não conheço de todo, mas sempre na minha verdade sentida.

Um resto de bom sábado

Nilda Maia disse...

Olá, adorei o seu blog. Gostei muito dos seus textos, também do conteúdo. Que bom. Estarei sempre por perto vendo as novidades.
Venha conhecer o meu Blog também. Tenho certeza que vai gostar http://www.oslivrosdaminhabiblioteca.blogspot.com.br/
Um grande abraço. NILDA

Anónimo disse...

Pois então sou um louco,e,não me importo nada!...mas tenho uma certeza sobre si,é que é - FASCINANTE.

:-)

Miss Smile disse...

Penso que à medida que vamos ficando mais velhos o rol de certezas vai encolhendo. Pelo menos, é isso que acontece comigo. No entanto, guardo também um punhado delas que me servem de coordenadas neste mar agitado que é a vida. Sem elas, andaria à deriva. Quanto às opiniões, todos as temos, como é óbvio. Eu gosto de ouvir as suas pela inteligência, maturidade e bom senso que a caracterizam.

Anónimo disse...

A sua tese é bem melhor do que esta:«Eu nunca me engano e raramente tenho dúvidas». eheheheh

Anónimo disse...

🌷

Anónimo disse...


Tenho poucas certezas, mas hoje tenho mais que há anos atrás. Todos, os dias questiono, creio que o ponto de interrogação mora comigo.

Carla