domingo, 18 de janeiro de 2015

Maria la portuguesa


Sílvia Pérez Cruz é uma das mais belas vozes ibéricas e uma das artistas mais acarinhadas pelo público e pela crítica de Espanha.
Depois de um percurso por grupos como Las Migas (flamenco) e Javier Colina Trio (jazz) e de vários discos gravados em parceria, editou em 2012 o seu primeiro disco a solo - 11 de Novembre - com voz, guitarra, composições e parte das letras da sua autoria.
A sua voz que não serve apenas a bela língua da sua Catalunha natal, mas também o castelhano, o galego, o português, as grandes línguas da Península Ibérica e as suas tradições musicais, do flamenco ao fado, bem como as músicas de lugares para onde os povos peninsulares viajaram, como Cuba e Brasil.
E confesso, há algo na sua voz, que me lembra muito a nossa saudosa Amalia!

HSC

8 comentários:

Isabel Mouzinho disse...

Não conhecia Sílvia Pérez, mas esta é talvez a mais bonita interpretação que já ouvi de "María la Portuguesa".
A canção traz-me muitas recordações: tenho uns amigos espanhóis (extremeños) que fazem dela um momento obrigatório sempre que nos têm por lá. Tornou-se por isso, entre nós, uma espécie de hino, um símbolo de união entre dois povos que, com todas as especificidades que lhes são próprias, têm muito mais em comum do que pode parecer à partida.
A identidade desta "María" já deu origem em Espanha a toda a espécie de histórias e há até muitos que defendem que a canção é uma homenagem a Amália Rodrigues, que aliás a chegou a cantar com o seu autor, Carlos Cano.

https://www.youtube.com/watch?v=0pnp_IHjDq4

Beijinho :)

bea disse...

Canta na verdade muito bem. Não encontro semelhanças com a voz de Amália. Mas pode que existam.

Anónimo disse...

Sou seguidora do seu Blog e uma grande admiradora. Escrevo para lhe agradecer ter-me dado a conhecer esta voz tão bonita. Nunca tinha ouvido cantar o fado sem ser na nossa língua. E gostei muito da interpretação de Sílvia Perez.

Anónimo disse...


Helena,
não sou apreciadora de fado, numca gostei, a Sílvia tem um voz bonita, doce, não a conhecia.

Carla

Miss Smile disse...

Uma interpretação que desperta o que de mais bonito há em nós. Obrigada pela partilha.

Maria José Rocha Espinheira disse...

Não conhecia, mas adorei esta Maria.
Muito obrigada e um beijo desta,
Maria.

Arlézia Medeiros disse...

Fiquei a conhecê-la, grande voz a da Maria, obrigada e
um beijo

Anónimo disse...

Uma Maria 5 * * * * *

FT