sexta-feira, 13 de junho de 2014

Eu


Quem for leitor deste blogue deve pensar que eu sou um anjo sem defeitos, tantos os elogios que me fazem. Ou, até, admitir que sou alguém que nasceu e cresceu sem grandes problemas. Nem uma coisa nem outra são verdadeiras. 
Não sou santa e às vezes peco mesmo com gosto. Sou humana. Já tive dores. Já tive dificuldades. Tenho dores e tenho dificuldades. Possuo, contudo, uma qualidade enorme que é reconhecer que quando se perde quase tudo, aquilo que nos resta é uma enorme riqueza. E tenho a vantagem de saber que em lugar de chorar o que perdi, o mais saudável é lembrar o que de bom vivi.
Assim, um divórcio, foi sobretudo um bom casamento que teve um fim. Mas a alegria e o prazer que ele me deu, esses ninguém mos tira e estão, ainda hoje, bem nítidos no meu coração. Acresce que a vida me deu a chance de comprovar que tais momentos não são irrepetíveis e que algumas pessoas têm segundas oportunidades que sabem agarrar.
Já a perda de um filho não tem cura. Mas, no meu caso, existe a segurança de que nos voltaremos a encontrar. E a de que eu continuo a viver com a alegria com que ele gostaria que eu vivesse. E a isso eu sou de uma fidelidade total. Aliás, eu gosto de ser fiel, porque sê-lo me torna feliz.
O resto é tão pouco, mas mesmo tão pouco, que só posso agradecer, uma vez mais, esse dom da vida que Deus me deu e os meus Pais corporizaram!

HSC

34 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

como eu gostava de ter essa força!
:)

Anónimo disse...

Nothing compares to you!
http://youtu.be/u5O5JKV7H5A
Ghost

Anónimo disse...

A força, a garra, a capacidade, a coragem, que só os grandes navegadores e seus descendentes, têm!

Jonavigator

Ältere Leute disse...

Ler este seu texto e inspirar o seu "ar" deveria ser obrigatório para todos aqueles a quem falta realismo, tolerância e alegria, às vezes sem verdadeiramente terem sido postos à prova !

Anónimo disse...

Também tive o prazer de a ver na feira e de ganhar o seu autógrafo no último livro.Foi um gosto muito grande.Obrigada por nos dar esse exemplo - «saber estar na vida com o bom e o mau».
Saúde e um grande beijo.

Isabel Mouzinho disse...

Diante de um texto tão bonito como este, só me resta receber mais esta "lição de vida" e dar-lhe um grande beijinho :)

Mineu Martins Santos disse...

Eu não tenho essa força, mas o seu exemplo ajuda-me bastante...

Anónimo disse...

Querida doutora Helena:

Anjo, ou Santo, não são (a meu ver) aqueles que vivem sem pecado. Mas aqueles que aproveitam, agradecem e partilham a vida que Deus nos dá.

Anjo, ou Santo, é aquele que sabe usufruir das maravilhas que Deus criou: uma bela praia, um passeio pela Natureza, até mesmo o convívio com as outras pessoas.

Afinal, Deus não andou a trabalhar em vão até ao 7º dia no qual, finalmente, descansou para que passássemos por cá sem admirar e contemplar a sua obra.
"Deus viu que tudo era bom, era muito bom" e por isso quis partilhar: santidade é saber contemplar tudo o que criou pelo mesmo ponto-de-vista!

Um beijinho e continue a pecar, que gostamos de si assim,

Vânia Baptista

TERESA PERALTA disse...

Querida e fiel Helena.
Mas que Bela fotografia!!...
Beijinho com um grande abração à minha bloguista mais querida.

Um Jeito Manso disse...

E que fotogénica que é, Helena. Os fotógrafos gostam de fotografar pessoas assim, parece que reflectem a luz.

A sua maneira de ser reflecte-se na sua expressão e deve ser a justificação para a jovialidade que consegue manter em qualquer circunstância.

Um abraço, Bárbara Helena!

Anónimo disse...

Sei bellíssima e solare Signora.
Mi piachi tantíssimo.
Ti voglio bene
CM

Sandra disse...

É por tudo isso que gostamos tanto de si.
Beijinhos

patricio branco disse...

uma filosofia de vida, de estar no mundo, de se sentir, afinal o nosso estar e ser deve reger se por regras pessoais uteis, aceitar alguns sofrimentos e aproveitá los para o futuro, p ex, um revés, um divorcio complicado mas necessario pode p ex ser a causa dum segundo casamento feliz pelo que se aprendeu no processo anterior, já a ida dum ente querido é algo que não tem solução nem substituição, mas é bonito ouvir dizer que haverá um reencontro.
a ocupação da vida ou dos dias da vida é importante, a util e boa ocupação, digo, escrever, comunicar, sociabilizar, conviver, p ex.
enfim, é bom termos uma etica de vida, regras apropriadas e uteis, práticas que seguimos, expressiva e simpatica a fotografia da helena, saber sorrir para a objectiva é bom sinal, que o sorriso está lá dentro e mostra se natural, etc etc

Irene Alves disse...

Excelente a sua foto. Excelente
a força que nos transmite.
Da Irlanda onde ainda estou,
repartida entre a família "que
foi obrigada a estar aqui, e que
apesar da intervenção da Troika
na Irlanda, têm condições de vida
que aí jamais teriam", e a outra
parte da família que está em Portugal, às vezes sinto-me com
menos forças, mas realmente a Srª.
(blogue onde venho sempre de uma
forma ou de outra dá-me sempre
força.
Um bj.
Irene Alves

Paulo Abreu e Lima disse...

Helena, não vai gostar muito do que lhe vou dizer:

Todos os santos foram pecadores, todos cometeram pecados capitais e muitos até mataram. O que os distingue dos demais é a infinita bondade e o exemplo de vida. Mais, foram, e são, inspiradores espirituais e, com o seu exemplo, espalharam a Graça da Vida, menorizando as dores dos Outros com a sua simples presença, iluminando e mostrando o bom caminho.

Minha Cara, a escolha não é sua e, mesmo não querendo, arrisca-se no mínimo à beatificação dos Homens e, mais tarde, porque não, a Santa.

Desde sempre seu devoto,
Paulo

Virginia disse...

Identifico-me bastante com o que a Helena diz acerca dos eventos da vida que nos fazem mais fortes. O meu divórcio também foi um interregno numa relação que continua de outro modo e que nunca terminará completamente, pois acredito que pode existir amor, mesmo quando não conseguimos viver juntos por incompatibilidades de personalidades.
Quanto à morte dum filho, nunca a vivi, mas vivi o despertar duma doença mental na minha filha, que é um trauma muito violento e que deixa marcas para toda a vida. Passamos a ter outras prioridades e dilemas. Nunca mais somos as mesmas. É como se andássemos na corda bamba o tempo todo.

Admiro-a muito, mas não sou daquelas pessoas que passam o tempo a elogiar os outros. Gosto de mostrar o meu interesse por eles, participando nos seus blogues ou lendo os seus livros....

Continue, gosto de estar aqui.

Fatyly disse...

Acompanho-a há muito tempo e já me cruzei consigo duas ou três vezes e achei que não a deveria interromper, só porque sim, mas o seu sorriso e sobretudo as suas gargalhadas são contagiantes.

A minha mãe compra os seus livros e claro que eu também os leio e sabe o que lhe digo? Nunca deixe de ser quem é.

Um abraço

maria isabel disse...

Depois de ler este texto tão bonito,só sei dizer que sou tão pequenina diante de tanto saber.É preciso ser-se muito grande para assumir tanta simplicidade. Parabéns Doutora Helena além do muito talento até é muito bonita.Faz inveja... mas uma inveja saudável.

Bom fim de semana

Paula Ferrinho disse...

E é por tudo isso que a Helena é especial!
Um beijinho.

Anónimo disse...

To you - You raise me up!
http://youtu.be/4RojlDwD07I
A

Sara Sá disse...

Drªa Helena,

gosto de ouvir mulheres sábias, com a sabedoria da vida sofrida e com a alegria da caminhada refeita. Tem sido, para mim, uma inspiração. Quando chegar à sua idade, gostava de sorrir assim, com esse jeito de quem compreende a vida a cada dia.
Obrigada pelas palavras, pelas memórias e pelo afeto. Por ser uma mulher e partilhar com as mulheres do seu país como se pode ser um pouquinho mais feliz. Um beijinho.

fatima MP disse...

Ah, Helena, quando eu for grande (e o pior é que já sou …) quero ser assim. Admiro em si a generosidade para com a vida, o optimismo isento de mal entendidos com a realidade. Também a frontalidade inteligente, que resiste firme sem perder a elegância, recusando o desrespeito explícito, grosseiro, ou o encapotado com o rabinho de fora … tão do agrado dos manipuladores profissonais de serviço. Escreva, manifeste-se, ria muito, VIVA!!!

Dalma disse...

Vânia, acredita mesmo que Deus andou a trabalhar até ao 7º dia? A quem é que ele o disse?

Adriano Ribeiro disse...

Bonito texto a corporizar a força interior do coração de uma mulher, que apesar de ter sofrido tanto, ainda consegue ver a vida pelo seu lado bom
Força Helena
Adriano Rui Ribeiro

Manuela Silva Mergulhão disse...

Que bom foi eu ter o seu blogue de volta durante uns dias andou desaparecido felizmente hoje tenho-o de volta.
E com enorme prazer que vejo que continua com a sua força e que a sua fé a encoraja no encontro final ás vezes duvido e peço a Deus para me perdoar mas creio que todos nós em algum momento na vida nos deixamos abater.
Um abraço Manuela

Anónimo disse...

HSC

http://youtu.be/RGFv-dSAUjk

:-)

Tété disse...

Linda Helena, foi com grande pena que este ano fiquei sem o seu autógrafo no seu ultimo livro. Devo dizer-lhe que já o li pois foi um dos presentes do meu filho no meu ultimo aniversário em Maio.
Obrigada mais uma vez por tudo o que connosco compartilha. É a partir de uma partilha como a sua que a amizade se vai enraizando.
Grande abraço e obrigada
Teresa

Anónimo disse...

Maria (publicamente anónima)
A senhora não pode ser um anjo sem defeitos. Como qualquer ser humano tem, certamente, alguns defeitos e ainda bem, mas também muitas virtudes e só assim se consegue o equilíbrio que a Senhora deixa transparecer. Quando conseguimos reconhecer que temos defeitos e virtudes podemos ser felizes e gostarmos de nós. E a Senhora faz isso muito bem. Este auto-retrato, muito inteligente, é a prova disso.
No seu caso as virtudes que nos transmite são bem mais do que os defeitos. Até pela felicidade que sentimos ao ver a sua boa disposição, ouvir a sua gargalhada e ler o que escreve, aprendendo sempre. Transmite luminosidade e mostra uma pessoa que “gosta de gostar” (palavras suas).
Eu conheço uma pessoa que conheceu a Dr.ª Helena há muitos anos (essa pessoa esteva perto de si quando o Dr. Paulo nasceu). Essa pessoa era muito jovem nesse tempo e ainda hoje diz que era um prazer ouvi-la, ficava sempre bem disposta e calma quando falava com a Senhora. Hoje limita-se a ler os seus livros, ouvi-la e segui-la com atenção sempre que aparece na televisão. Essa pessoa é uma grande admiradora da sua postura e boa disposição.
Eu tenho aprendido muito consigo e espero continuar apreender.
Obrigada por tudo e mantenha essa postura.
Maria M

Anónimo disse...

Cara dra HSCabral,
Não a conheço pessoalmente,nem tenho nenhum autógrafo seu,quem sabe um dia...
No entanto,já me autografou a alma.
A sua marca será indelével.
Que os seus desejos se realizem.
Um sorriso e Obrigado!
:-)

Kkkkkkkk

Anónimo disse...


Helena está linda!!!
Emocionou-me " EU " sinto como fosse dedicado a mim não é sei,mas sinto-o como tal, obrigada!
É grande num todo, pecadora ou não siga como é, gosto de si porque sim!
Pecadores todos somos, ser uma pecadora com a sua sabedoria poucos o são...adorei esta frase, alías bebi tudo o quanto escreveu...

"E tenho a vantagem de saber que em lugar de chorar o que perdi, o mais saudável é lembrar o que de bom vivi."

Pena tenho de não puder dizer o mesmo, lembro-me do que não vivi e do que estavamos a construir... E tudo o vento levou... gostava de ter a sua crença, os senhores das psis. que nos ajudam dizem que nada existe, cabe a nós acreditar ou não, sigo com duvidas , acredito no poder das palavras, na vontade do homem...uma coisa tenho certa as suas palavras têm efeito em mim pode crer!!

Dedico-lhe um excerto da letra do Pedro Abrunhosa, que adoro!

Gosto de ti como quem gosta do sábado
Gosto de ti como quem abraça o fogo
Gosto de ti como quem vence o espaço
Como quem abre o regaço
Como quem salta o vazio
Um barco aporta no rio
Um homem morre no esforço
Sete colinas no dorso...


Para ouvir
http://www.youtube.com/watch?v=AkTSPaFFxn8

Um abraço bem apertadinho
Carla

Isabel Pais disse...

Mui guapa!!!!

Unknown disse...

Perspectiva que nos conforta de alguma forma dada a terrível sensação de perda e derrota que algumas situações nos cravam na alma e no coração.....

Xi Coração disse...

Cara Dra Helena SC,
Tão bom tê-la desse lado!
Só gostava que respondesse mais aos comentários. Sei que são muitos mas .....todos gostamos de atenção .
Mesmo com os seus defeitos , todos temos, admiro a muito e estou certa que os seus filhos também.
Já o disseram .
Só mesmo um Amor ilimitado como o de uma Mãe assim, poderá ter o seu espírito de viver e pensar.
É para mim uma inspiração e esse caminho, foi o que Deus fez para si. Inspirar tantas pessoas a serem um pouquinho mais altruístas e alegres como a Dra.
Bem haja e estou por aqui sempre.
Maria

... disse...

É e será sempre uma pessoa que me impressiona pela forma exemplar como lida com a vida. Essa sua força é, sem duvida, algo que me deixa sem palavras. Não invejo nada na vida. Mas gostava de ter essa sua força desmedida com que celebra a vida no seu dia-a-dia. Não mude nunca.