domingo, 5 de janeiro de 2014

Eusébio

Na morte todos são formidáveis e merecem elogios. Em vida é mais difícil  o reconhecimento.
Eusébio foi uma das maiores figuras do nosso desporto. Elevou Portugal e deu-o a conhecer a milhões de pessoas. Os anos setenta trouxeram-lhe uma vida dura de que poucos se lembram.
Tive a alegria imensa de o ver jogar e vibrar com as suas vitórias. Mas é português porque, no seu tempo, Moçambique era Portugal e foi lá que ele nasceu. Por isso, julgo que, além do desporto, são os dois países que estão de luto pela sua morte.

HSC

5 comentários:

Observador disse...

Estimada Helena

Tiveram os responsáveis pelo Benfica, a feliz ideia de homenagear Eusébio, em vida.

Nunca o País e o futebol conseguirão retribuir a Eusébio o que este fez por ambos.

Cumprimentos

ERA UMA VEZ disse...

Ainda bem que este País é capaz de mostrar emoções...Afinal, está vivo.
Há quem diga que é demais. Eu não acho.
Amanhã iremos a tempo de voltar à espuma dos dias de pouca esperança.

Hoje, os homens e mulheres com mais de sessenta anos, tão fustigados nos últimos tempos,estão presentes, fiéis às suas memórias, ao direito de as recordar e de serem respeitados.

E depois os filhos e os netos que vão ouvindo as histórias que só os avós podem contar.

Não, não é demais. Nós sabemos o poder da sua universalidade quando o mundo estava todo contra nós e o enorme talento que Deus lhe deu nos fazia felizes.

No tempo em que os homens não deviam chorar ele limpou as lágrimas à camisola como qualquer menino decepcionado. Num momento tão belo como o de cada golo.

Hoje faço o mesmo. Obrigada Eusébio.Porque não?
TU CUMPRISTE.
E eu guardarei com ternura o teu autógrafo.

Anónimo disse...

Dia de Reis tranquilo para si dra.

Porque a música que mais se ouve nos estádios nas vitórias é esta,eu deixo-a em memória a Rei Eusébio e também porque com ele fomos Campeões de tanta coisa...

http://www.youtube.com/watch?v=AMthm1YK6NI

Deus o abençõe,e dê força á família neste momento tão doloroso.

Fatyly disse...

como gostava de ouvir os relatos pela rádio pois não tinhamos televisão, nem no mundial de 66...mas ontem ouvi um habitual comentador desportivo que também veio de Angola que disse algo que eu sabia...as hostes/guerrilha/armas...calavam-se para ouvir o relato.

Obrigado Eusébio e à tua equipe de então e quem dera que altas figuras deste país aprendessem e apreendenssem o teu sentido de humildade e honestidade e o que é fazer parte do povo!

Anónimo disse...

Estimada Senhora Dr.ª,
só hoje terminei de dizer A Deus ao Amigo Eusébio!

E venho deixar-lhe uma música que sei que o Nosso Rei vai gostar, pois ele admirava Andrea Bucelli.
Até um cego,Meu Amigo,sentiu a tua Dimensão...isto diz muito de ti!

http://www.youtube.com/watch?v=Nl9WMIPzd6w

A vida não te foi fácil,acredito,é difícil viajar e ficar longe da mãe,do seu país,da família!
Treinar ao frio e chuva tendo nascido num país de clima quente.
Lutaste,suaste,choraste e venceste ,e Portugal vençeu contigo.

Tornaste Portugal uma Pátria tua,apesar de nunca esqueceres as tuas raízes.
E hoje bebo um copo em tua homenagem, lembrando que,
"Nas vitórias é mereçido,nas derrotas é necessário." Napoleão Bonaparte
e, na Saudade é Fundamental!MFK

Mas,Portugal está de Parabéns pela homenagem que sempre te prestou em vida e quando partiste,foi comovente a tua despedida no Estádio do Benfica.

Parabéns Portugal e Obrigada Moçambique pelo filho adoptivo!
Obrigada pela bota de ouro,mas sobretudo pelo coração de ouro.

Grande parte do mundo curvou-se perante ti.
O teu respeito pelo adversário é de uma Grandeza notável.
Penso que não te ias sentir feliz no Panteão Nacional,mas sim na Luz.
A humildade era o teu lema e o que sempre te levou a ir longe.
Foste um dr na magia da alegria.

Imagino agora os jogos que não fazes no Céu com Fehér e Amigos...como os anjos devem sorrir.

Descansa em Paz com a Benção do Senhor.

Matumbo Feliz Kifala