segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Traição

A traição é o corte ou violação da presunção de um laço baseado na verdade ou na confiança e que produz conflitos morais e psicológicos no campo dos relacionamentos pessoais, ou entre organizações ou até entre pessoas e organizações. 
Geralmente é uma ruptura completa de uma decisão anteriormente tomada ou das normas presumidas pelos outros.

Trata-se sempre para uma das partes de uma emoção negativa em que a pessoa perde algo ou alguém que lhe era caro, por delito de carácter, o que chega a ser mais doloroso do que a sua morte .

Um estudo revela que seguimos mais facilmente em frente a nossa vida, depois de uma traição, quando estamos numa relação antiga. 
Para os terapeutas são múltiplos os os fatores que conduzem à traição. Podem ser questões culturais, carências, insatisfação de desejos, expectativas goradas, vingança, busca de novidade, estímulo provocado pela sensação de perigo ou de poder.
Por mais estranho que pareça a "posse" continua a ser uma componente de quase todas as relações estáveis e por isso a sociedade aceita como normal a “cobrança” da infidelidade.
Certos especialistas encaram a traição como a válvula de escape de quem trai, porque, dizem,isso só acontece por um motivo muito forte para o fazer. Na maioria dos casos, a traição mais comum é a que surge nos relacionamentos amorosos.
Todavia, a cada dia que passa, ela vai-se tornando mais comum, pois a sociedade moderna continua a ser moralista e exerce grande pressão psicologica. 
Por isso há estudos que afirmam que é essa pressão leva as pessoas a sentirem-se reprimidas nas suas fantasias ou anseios e que é esse facto que as leva a comenter o erro de trair alguém. O que explica que quem trai use uma especie de "mascara" para esconder quem realmente é ou gostaria de ser. O medo por um lado e o gosto do risco por outro, são dois estranhos componentes da traição.
Mas há aqui uma outra e mais grave traição: aquela que cometemos contra nós próprios e de que ainda me hei-de ocupar.
HSC

7 comentários:

zia disse...

A traição implica a falta de honestidade, mas hoje em dia, nesta época em que os valores estão continuamente a serem postos de lado ou inexistentes. é difícil entender a razão de tanta traição seja ela a que nível fôr!
Um abraço,
lb/zia

Um Jeito Manso disse...

Um tema complexo, Helena.

O que é traição? Pior a que se comete contra si próprio, a que violenta a nossa consciência.

Pior também a que se comete perante um amigo a quem prejudicamos ou abandonamos por futilidade, egoísmo.

Depois há a infidelidade quando se está num relacionamento; mas essa tem contornos imprecisos: em que momento ela acontece? No momento em que se deseja que aconteça? Ou isso não conta?

E é uma infidelidade a mesma coisa que uma traição? Não sei.

Tema que seria interessante ver desenvolvido. Vou ficar à espera.

Um abraço, Bárbara Helena!

Helena Oneto disse...

"Certos especialistas encaram a traição como a válvula de escape de quem trai, porque, dizem,isso só acontece por um motivo muito forte para o fazer"

Nem sempre. Assistimos a todos os tipos de traição motivados por sentimentos mesquinhos, por egoísmo, por ignorância ou simples maldade.
Não há nada pior que trair uma causa, um amigo ou nos mesmos. A fraqueza humana é insondável.

Um grande e forte abraço solidário, querida amiga.

DL disse...

Será possível viver sem trair nada nem a ninguém?

Anónimo disse...

Só existe traição quando existe mentira e fingimento, tanto numa relação com os outros, como numa relação consigo mesmo.

Por esse motivo é mais necessário conhecermo-nos bem a nós mesmos, do que conhecermos muito bem os outros.

Mas tudo isto é de uma grande complexidade.

O ator finge, o poeta finge?

Descobri mais tarde do que gostaria, que estamos sujeitos a inúmeras interpretações, isto é, nem sempre aquilo que queremos transmitir é aquilo que os outros entendem.

Contrariamente a ter-me sentido infeliz, acusando os outros de incompreensão, um novo mundo deslumbrante se abriu para mim.

Não é afinal essa a raiz de todas as artes, de toda a comunicação: procurar meios de conseguir transmitir, de conseguir comunicar?

Anónimo disse...

A traição surge sempre rodeada por uma cascata de outros sentimentos: insatisfação, decepção, ressentimento, culpa, perda de respeito e de confiança, baixa auto-estima.

Já ouvi defender que uma traição pode reacender a vida de um casal.
Não acredito nisso. A traição traz sempre um rombo emocional.

Desde que tomei conhecimento da Psicologia Positiva, sinto mais motivação para o entendimento do lado positivo do ser humano.

Gostaria mais de entender porque é que alguém não trai.

Luisa disse...

A traições destrói. Quem trai, e quem é traído. É um caminho sem volta...

Luísa Moreira