segunda-feira, 1 de abril de 2013

A importância das cores

Eu sou bélica nas cores de inverno. Gosto de encarnado - já sei, vermelho é mais fino - de roxo, de preto, de castanho muito escuro, de azul noite e de branco. É verdade gosto muito de branco em tempo frio.
Os meus fatos de sky - aqui sou fina - são todos de tom bem vivo. Um é rosa shocking e outro amarelo lima. São lindos e fico uma velhota catita com eles. Como vêem, modéstia é que não me falta.
Há cores que nunca uso, como o azul claro, o rosa, o laranja e o verde vivo. Se tentasse não seria eu. Mas aprecio os verdes secos.
De verão gosto de beijes, de lilases e de brancos, todos com algo forte à mistura. Nomeadamente echarpes, lenços grandes e flores. No tempo quente uso e abuso desses acessórios.
À semelhança dos nomes, também as cores revelam uma pessoa. Sempre que cruzo alguém que aprecia ou está próxima desta minha panóplia cromática sei de imediato que há ali um possível  entendimento entre nós.
E a verdade é que a minha primeira paixão ficou a dever-se a um lindo vestido encarnado que eu tive a ousadia de usar sob o olhar encorajante da minha Mãe e outro algo censurante do meu Pai, que o considerou demasiado "apelativo". Tinha razão.
Não fora o apelo e o apoio materno e eu teria perdido uma bela "estória" de amor que só me deixou recordações felizes...

HSC

12 comentários:

Anónimo disse...

Belas e serenas.
Palavras de Helena.

Bem haja.

João Menéres disse...

Vou só abordar as cores que utiliza nosky : BEM AVISADA ANDA !
São cores bem visíveis em caso de acidente !

Um beijo, HSC.

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro João Menéres
Tive também em conta isso. Mas sou boa no desporto apesar de já ter tido dois sustos em Aspen.
Mas estes fatos são especialmente bonitos com gorros no mesmo tom.
É das toillettes que mais aprecio!

Anónimo disse...

Pois eu detesto ter de pensar muito na roupa que vou vestir.
Quando era estudante viajei pela Europa durante um ano e na minha mochila levava dois pares de jeans duas camisolas azuis,3 tshirts azuis e uma saia de ganga, montes de roupa interior branca e um casaco preto.
A roupa dos outros apenas noto se destoar do meio.

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro Anónimo/a das 10:03
Eu so falei de cores e dos dos fatos de sky. Não falei do tipo de roupa.
E, garanto-lhe, quando viajo a que levo cabe na mala de mão e não uso mala de porão. Mas isso é não significa que não escolha aquilo que irei usar de forma harmónica.
Tentar estar arranjada é, para mim, uma forma de consideração pelos outros, Se um amigo me convida para jantar posso ir simples, mas vou cuidada. Por mim e por ele!

Anónimo disse...

As cores identificam muito a nossa personalidade!
Branco, preto, roxo, rosa choque, lilás, azul petróleo, azulão, castanho e bege, são as minhas cores de eleição.
Do vermelho desabituei-me e acho que não tenho tom de pele para ele.
Laranja cor de eleição do meu filho mais novo, irradia alegria!
Azul cor de eleição do meu filhote mais velho, todo ele serenidade!

FL

Isto e aquilo disse...

Pois eu sou toda dos azuis e dos ton pastel, que acho que me ficam bem por ser muito morena.
Raramente uso castanho ou verde, sei lá porquê, porque tem pouco a ver comigo, diria eu.
E concordo consigo: procurar harmonia e estar bem arranjado(a) é, também, sinal de respeito pelos outros.

Beijinho
Isabel M.

miminhos cruzados disse...

Desculpe a ousadia, querida doutora Helena, mas não será "De verão gosto de bejes", acho que a senhora gastou um i a mais do teclado do seu computador! :)

Desculpe a ousadia de corrigi-la, mais uma vez lhe peço.

Um beijinho enorme, Vânia

PS: não precisa publicar este comentário.

Helena Sacadura Cabral disse...

Cara Miminhos
Assim como usei rosa shocking e não rosa choque, usei o beige francês. Só que errei eu que usei um jota e errou você porque em português é bege com gê e não com jota.
Estamos as duas a precisar de lições...
:-))

Mafaldinha disse...

Um post de cores virou aula de português... o que interessa é essa boa disposição e a vontade de partilhar connosco os gostos e as atitudes. Adoro lê-la querida Helena (se assim me permitir que a trate), bem haja :)

Anónimo disse...

Vermelho- chama, sangue, fogo, vinho, unha, baton, paixão, raiva, poder, ferrari, instinto, impulso

Roxo- ameixa, amora, púrpura, teologia, magia, esoterismo, poder

Preto- ébano, ónix, tinta da china, escuro, dor, luto, pobreza discrição, formalidade, moda, elegância, chic

Castanho - terra, chocolate, madeira, vermelho+ verde, pele, beleza exótica

Azul- noite, céu, oceano, tinta, mistério, espiritual, inquietação

Branco- cal, gesso, jasmim, neve, pérola, inocência, paz, serenidade, luz




Julia Macias-Valet disse...

Querida Jezebel,

Também a minha "estória" de amor começou, fará dentro de dias 20 anos, com um vestido e sapatos vermelhos...o bouquet esse era de tulipas vermelhas, frésias brancas e ranunculus amarelos (quis que também Portugal estivesse presente nesse dia 10 de abril).

O fato de ski : amarelo gema. Pareço um ovo estrelado com uma clara gigante.

Azul claro e rosa decididamente deixo p'ró anjos. Verde também nao, deixo p'ros amigos do outro lado da 2a circular ;), mas laranja always, tem muita vitamina :)

Azul noite sim, sim muito mais que o preto.

Branco também mas com maquilhagem senao parece que cai na lixívia.

Castanho também mas nao em total look como as portuguesas tem o habito de abusar : parecem troncos (de arvores, I mean) com pernas :)))

Flores na lapela A-DO-RO e no cabelo também...andalucia querida dentro de my alma te traigo metida !

Um livro para crianças, e para adultos que o continuam a ser : "Le Magicien des Couleurs" de Arnold Lobel.

Beijinhos coloridos para uma Milady Insubmissa ;)