quarta-feira, 13 de março de 2013

Francisco, o novo Papa

A morte é a única cereza que todos possuímos. E, apesar disso, é aquela de que sempre duvidamos, por mais estranho que isto possa parecer. Trata-se, é evidente, de um instinto de sobrevivência.
Hoje, ao receber no recato do meu quarto, a benção urbi et orbi - à cidade e ao mundo -do Papa Francisco, não pude deixar de pensar na relatividade das nossas pequenas e humanas dores. Nas minhas, em particular.
Com efeito, aquele homem de 76 anos - idade em que todos sentimos que o fim pode estar próximo -, não se furtou às infinitas responsabilidades que sobre ele vão recair, numa clara mensagem de vida.
De modo surpreendente, nunca se falou tanto da Igreja Católica como nestas últimas semanas. Para os não crentes, porque se tratava da eleição de um Chefe de Estado. Para os católicos porque se tratava do pastor da sua Igreja, esse imenso rebanho espalhado pelos quatro cantos do mundo.
Qualquer que seja a nossa posição, arrisco-me a acreditar que a eleição de um Pontífice proveniente da América Latina, não terá sido mera coincidência. Creio que o Espírito Santo, esse ministro dos negócios estrangeiros celestial, acertou em cheio na escolha que fez. E , por um qualquer raro motivo, o rosto de Francisco fez-me lembrar o do saudoso João XXIII!

HSC

22 comentários:

Sandra disse...

O rosto deste homem transmite bondade e humildade. Emocionou-me a escolha. Que Deus o ajude nesta «longa» caminhada.

miminhos cruzados disse...

Com que então, o Espírito Santo é Ministro dos Negócios Estrangeiros..?

Não leve a mal... que isto não é uma crítica, eu é que ando tão frustrada que não pensava soltar um gargalhada tão cedo.

Não o conhecia, durante este Conclave não prestei grande atenção aos elegíveis, nem aos eleitores nem a nada... tenho andado tão ocupada que foi já uma grande sorte saber que começava dia 12.
Não conheci o Papa João XXIII, já nasci durante o pontificado do Beato João Paulo II e com ele cresci, foi por isso o grande Papa da minha vida.

Todavia, o Papa Francisco, creio será um bom Bispo de Roma, ao pedir que os fiéis rezassem por ele e intercedessem para que o Senhor o abençoe, inclinando-se de seguida, mostrou grande humildade ou, pelo menos, respeito pela Humanidade.

Que o "Ministro dos Negócios Estrangeios" do Reino dos Céus o abençoe e à senhora, querida doutora Helena (aludindo ao post abaixo) que o Espírito Santo a conforte e ilumine, sussurando-lhe ao ouvido que "aqueles que partem não vão sós, não nos deixam sós, deixam um pouco deles, levam um pouco de nós" como lhe diria o meu querido Principezinho, de Antoine de Saint-Éxupèry.

Um beijinho,
Vânia

Sofia Sá disse...

Que Deus o abençoe, pois a sua missão dentro do vaticano não vai ser fácil.
Gostei da escolha.
Ana Sofia

Maria João disse...

As primeiras palavras transmitiram esperança, gostei do modo como falou, tem "ar" de boa pessoa.

Também eu e o meu marido, ao ouvi-lo fomos tocados no coração.

Que Deus o abençoe, a ele e a todos nós,
Um beijinho,
MJ

patricio branco disse...

parecido fisicamente com paulo 6º, acho...interessante isto dos papas, as eleições, as sucessões, os nomes que adoptam, o sorriso ou seriedade deles, francisco é dos sorridentes, toca-nos o acontecimento, deve estar relacionado com sentimentos e emoçoes espirituais nossas porque por outro lado sabemos que nada mudará no mundo, a fome e as guerras continuarão a existir, a situação de portugal e dos portugueses não melhorará, etc.
o seu mundo é o espiritual, o das crenças e fés, não o material, portanto...
que o seu percurso seja bom...

rosaamarela disse...

Emocionou-me a sua "proximidade"

E Tb poderemos chamar-lhe Chico ou Pepe.

abraço

Hélia Cruz disse...

Cara Helena,

É um privilégio ler mais um excelente post. Numa sociedade em que a idade avançada não é respeitada pela maioria da sociedade civil e política, a igreja dá um exemplo de simplicidade e dignidade elegendo como Papa, Francisco I,tendo como lema a vida de S.Francisco Assis,
não esquecendo S. Francisco Xavier e S. Francisco de Sales. Para terminar. Quanto à semelhança com João XXIII. senti exactamente o mesmo,esperando que este Papa consiga fazer as alterações necessárias. Sempre com amizade.

Anónimo disse...

Gostei dele!
Que Deus o ajude e a todos nós!!!

FL

Amarilia disse...

Gostei muito do seu sorriso.Eu sempre reparo no sorriso das pessoas,será uma patetice pessoal,mas dá-me sempre o espelho da pessoa,e o seu nome "Francisco" ainda ilumina mais o futuro,Pelo menos deu-me esperança.

Anónimo disse...

"Espírito Santo, esse ministro dos negócios estrangeiros celestial, acertou em cheio na escolha que fez." ...

Uma ideia que gostava de ter tido em primeira mão.

N371111

Pôr do Sol disse...

Obrigada querida Helena pela fé que nos transmite.
Oxalá este seja um bom representante de Deus na Terra. O ultimo quase me levou à descrença. Percisamos de Fé para vencermos os maus momentos da vida.
Um beijinho e força para ultrapassar mais esta perda

Madalena Amaral disse...

Palavra que só agora li este post. Ontem, num site social, coloquei a foto do Papa Francisco I e a do Papa João XXIII. Que interessante! Também acho-Os parecidos, nem que seja nas orelhas. Ambos têm-nas grandes.
Joâo XXIII foi o Papa preferido da minha mãe.

Anónimo disse...

Cara Helena,

O João XXIII morreu no ano em que nasci e a minha mãe sempre me transmitiu que gostava muito dele, daí que também me ocorreu de imediato as parecenças com o Francisco I (incluindo a serenidade do sorriso).

Gosto da escolha do nome, do percurso e da proximidade que mostrou de imediato com os fiéis.

Na minha opinião, temos PAPA!

Isabel BP

P.S. Um grande beijinho para si Helena.

Um Jeito Manso disse...

Olá Helena, a Bárbara,

Há pessoas que, a gente olhando para elas, nem nos ocorre pensar na idade. Penso que o segredo está no sorriso. Se a pessoa sorri naturalmente parece que há uma leveza que esbate os sinais do tempo. O olhar dos olhos prende-se no sorriso e o resto nem sequer é tema. Com este Papa, ao vê-lo, aconteceu-me isso. Não fiquei com a ideia que fosse um homem já com alguma idade. E parece que anda de transportes e a pé e que tem uma vida activa e isso torná-lo-á-o mais ágil e, logo, mais saudável e mais bem disposto.

Com 76 anos pode ser-se um idoso ou pode ser-se uma pessoa de meia idade, ou seja, com uma vida já bem vivida e ainda muito por viver.

Talvez seja isto que vai acontecer com ele.

E, a si, Helena, só lhe digo que, apesar dos pesares, nunca se torne uma Leninha-tristinha, mantenha-se sempre uma Bárbara Helena e caminhe, conviva, trabalhe, ria, ria muito porque ainda tem uma longa vida pela frente e é bom que ela seja boa, leve, feliz.

Um abraço e... já estamos quase na primavera (and you must believe in spring)!

Anónimo disse...

Querida amiga Helena,
Confesso que me senti inibido de colocar um post neste blog quando, há dias, li um obituário num jornal diário que, estou certo te tocou de perto. Mais uma tristeza que te atingiu nestes tempos! Na Capela do Rato, há poucos meses, vi a ternura com que te deu um abraço. A amizade tem sinais que dispensam palavras. Estamos numa idade em que a morte se torna mais presente. Desde há uns anos que tenho sido marcado pela partida de pessoas muito próximas, algumas também da minha geração. É a lei da vida. Também assistimos ontem à eleição, melhor seria dizer, à escolha de mais um Papa, o 7º. da nossa geração. Costumo dizer que, desde 1958, "bateu" sempre certo o nome do eleito! A imagem de Francisco, Bispo de Roma, Servo dos Servos de Deus, surgiu com a simplicidade e a humildade de quem toma o leme da barca de Pedro com vontade de servir o Povo de Deus, neste momento especial, inevitavelmente diferente dos anteriores. Esperemos que seja o Papa que poderá marcar a diferença em relação à mediocridade da generalidade dos políticos que tomaram conta das rédeas dos destinos da Humanidade!
José Honorato Ferreira

Dalma disse...

Difícil será acabar com os luxos do Vaticano e da grande maioria dos que por lá de cor cardinal se vestem!
Que me lembre, ou então tenho andado desatenta, nunca ouvi que, em situação de grandes catástrofes, o Vaticano tivesse contribuído com X milhares de dólares para ajudar esses pobres dos mais pobres! O que eu sempre ouvi a qq dos papas é: "rezem por...".
Se estou a fazer um juízo menos correto que alguém, dos muitos que lêem este blog, me esclareça.

Dalma disse...

Peço licença para sugerir este post que reflecte sobre esses luxos imorais de uns tantos que fizeram votos de pobreza...
http://oqueeojantar.blogs.sapo.pt/

zia disse...

A esperança regressou-me com o Papa Francisco, argentino, humilde e jesuita! Que combinação maravilhosa e daqual se estava tão necissado, e os católicos ainda mais!
O catolicismo tem atravessado grandes desertos e desde João XXIII que têm faltado almas pobres mas ricas de perdão!
Tendo um irmão jesuita, engraçado, sinto que ele é meu irmão e a ele peço "tudo" assim saiba ouvir a voz de Deus! Temos todos de rezar por ele muito.
Muitos beijinhos,
lb/zia

Anónimo disse...

O simpático argentino Jorge Mario Bergoglio arranjou emprego aos 76 anos!
Na última monarquia absoluta (por mandato do céu) da Europa. Bispo de Roma, chefe da Igreja Católica e monarca da Cidade-Estado do Vaticano, tem pela frente a terrível tarefa com que todos nos debatemos, de enfrentar o despotismo, a tirania financeira, reinante.

Monarquia electiva, tal como os Emirados e o Camboja, a famosa enorme riqueza do Statto della Città del Vaticano, está hoje ameaçada por lavagens de dinheiro, corrupção e escândalos financeiros.

Há quem diga que algumas ordens religiosas de Roma já começaram a vender os seus edifícios.

Os escândalos financeiros relacionados com o Banco do Vaticano vêm já dos anos 80 (ligações com a máfia do Banco Ambrosiano, de que o Banco do Vaticano era o maior acionista) e estão hoje na ordem do dia com o Vatileaks que determinou a fragilização de Bento XVI.

Francisco afirmou 'How I would like to have a poor church for the poor'. Mas vai ter de lutar pelos activos do seu duvidoso banco, avaliados em cerca de 6 biliões de euros. É.

As principais fontes de rendas do Vaticano são os Museus e as doações.

Mexendo o rato em todas as direções podemos ver aqui a magnífica Capela Sistina em 3D

www.vatican.va/various/capelle/index_sistina_en.htm






Anónimo disse...

As visitas virtuais de várias basílicas e capelas do Vaticano foram realizadas pela Universidade de Villanova, Pensilvânia, EUA, uma das mais antigas universidades católicas, fundada no séc. XIX, pela ordem de Sto Agostinho. Foram utilizadas tecnologias digitais avançadas que permitem uma visualização tridimensional. Brilhante!

Para ver a Capela Sistina em 3D:
- ir a www.vatican.va
- selecionar A Santa Sé/Português
- selecionar Basílicas e Capelas
Papais
- selecionar Capela Sistina
- aparece Virtual Tour/Enter
- vá deslocando e clicando o rato em todas as direções.

-Para ver a Basílica de S.Pedro em 3D:
- ir a www.vatican.va
- selecionar A Santa Sé/Português
- selecionar Basílicas e Capelas
Papais
- selecionar São Pedro
- selecionar Visita Virtuale
- de cada vez selecionar um dos 10 locais para a visita virtual
- vá deslocando e clicando o rato em todas as direções

E deleite-se!

Anónimo disse...

Como 'Razinza' e 'Gorgulho' nos transmitem impressões tão diferentes.

Razinza tão nas alturas, tão encafuado em códices e incunábulos, tão impregnado de música sacra, tão branquinho, tão asséptico, só, tão só, tão bem tratadinho mas frugal.
Qual será o seu prato favorito? Kartoffelsalat, Sauerkraut, Knackbrot. Muito de vez em quando uma Pils, Bratwurst, Pretzel com açúcar e canela.

Gorgulho, o Papá (digo Papá), tão próximo, tão quentinho, tão à vontade na sua simplicidade, com um não sei quê, tão bem tratadinho mas frugal.
Tenho a certeza que bebe o seu Matecito e que prefere o Puchero Criolo à Parrilla e Chimichurri. Um pouco de Provolone, uma empanada, com um tango porteño em música de fundo, Carlitos Gardel.

Nah! Quando são eleitos eles entram em regime, são submetidos a dietas drásticas, desenxabidas, enfrascados em pirulas vitamínicas, com passadeira ao lado do tálamo com dossel, para ganhar massa muscular, e poder enfrentar as desordens várias do Enclave.

Mas será que podemos fiar-nos nas impressões, nas aparências, não diz o ditado que são enganosas?

É que não esperava que o Papá fosse de uma severidade tão radical, que nem o preservativo ele aceita. Como ele não precisa...

O meu cérebro não consegue processar tudo isto.
Ah já sei, quando Francisco disse que o tinham ido buscar ao fim do mundo, não era uma metáfora, não era.
Eles vivem mesmo num outro mundo.

patricio branco disse...

tendo visto algumas atitudes do papa francisco nos ultimos dias, há algo a que começo a torcer o nariz, o anel de prata com capinha de ouro para mostrar austeridade, o espalhar intencional de noticias sobre as suas deslocações de metro e autocarro em buenos aires, os 2 beijos a cristina kirchner como 2 amigos que se encontram à porta do restaurante onde combinaram almoçar, o carrinho que se diz vai usar, o ter ido pagar a conta do hotel em roma pessoalmente na recepção, o falar permanente na pobreza, não é que esteja mal, mas parece-me haver algo de demagógico, um certo populismo latino-americano transportado para o vaticano, uma critica implicita aos antecessores, etc. Estas coisas se se fazem não precisam de publicidade!!
ps. ou serei eu que penso mal?