segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

O IVA na restauração

Um amigo muito estimável mandou-me esta imagem obtida depois do IVA para a restauração ter chegado a 23%. Jesus terá mandado os apóstolos cear em casa, livrando-se, assim, da traição de Judas que foi obrigado a procurar trabalho noutro local...
Julgo que terá aqui deixado descendentes que se esforçam por manter a actividade familiar!

HSC

15 comentários:

Isto e aquilo disse...

ahahah! Muito bom! :D
Beijinho
Isabel Mouzinho

Irene Alves disse...

Palavras para quê o seu post diz
tudo. Este Governo(para mim, além
do que materialmente me tem tirado)
o pior é mentalmente não ter um dia
de sossego. O meu médico diz "que
as pessoas estão todas em depressão
ou pré-depressão"...que ele próprio
já tem dificuldade em saber como
agir tal a quantidade...
Como é possível que o Governo não
pense que os portugueses são pessoas de carne e osso e todos os
dias "as queira estrangular".
Beijinho
Irene Alves

miminhos cruzados disse...

lol

miminhos cruzados disse...

PS: se me permite partilho com informação da fonte devidamente identificada.

Um abraço, Vânia

Fatyly disse...

Fez-me rir à gargalhada e se não se importar esta vou publicar:):):) respeitando os direitos de autor!

e que descendentes!!!!!

patricio branco disse...

melhor ou de humor semelhante a esta vinheta, só o mel brooks na sua historia universal entrando na sala da ultima ceia como empregado de mesa com um lapis e bloco na mão e dizendo boa noite meus senhores, vou tomar nota do que escolhem para comer, para começar quem quer sopa?
bem, eu tenho uma ideia pessoal sobre o iva na restauração, não sei se é correcta, mas creio, é possivel, uma mera suposição, que as finanças estranhassem as diminutas receitas, iva e irc, de centenas de milhares de estabelecimentos deste tipo espalhados por todo o país.
qual a percentagem das receitas reais declaradas para os impostos? um ex, dos 2 milhões de bicas que se servem por dia no país (número inventado por mim)quantos 7(sete)ctmos pagos pelos clientes de iva a 13% iriam parar realmente aos cofres do estado? em principio seriam 14 mil €/dia ou 5 milhões 110 mil/ano de iva só das bicas. Espero que assim tenha sido e que as fugas sejam totalmente insignificantes e inexpressivas.
estou de acordo com a introdução de registadoras adequadas, que agora se decidiu que são obrigatórias.
aliás, combater eficazmente a evasão fiscal e a economia paralela, e falo em geral,em todas as actividades economicas e laborais, e o estado muito deve falhar nisso, resolveria muita coisa no que respeita a receitas do estado.
claro, todas estas situações são tambem circulos viciosos.

Anónimo disse...

Está o MÁXIMO! :)))

Isabel BP

Maria de Sousa Pinto disse...

A mesma ironia, o grande sentido de humor... e a imensa capacidade lusa em brincar com as próprias desgraças!
Haja, pelo menos,boa disposição!
Uma boa semana!

Anónimo disse...

Restauração com iva a 13% ou a 23%.
O problema não está nos 10% de diferença. Tivessem os restaurantes muitos clientes e aí o assunto se resolveria, até que os donos gostariam de pagar muito imposto. Na verdade, é que as vendas desceram, mas não é pelos 10%. Nós é que não temos dinheiro para os frequentar mais vezes, como acontecia noutros tempos...

ERA UMA VEZ disse...

E então as bodas de Canaan?
E a multiplicação dos peixes?
Será que vamos ter de aferir tudo?

Acho que não. ELE só perdeu a paciência verdadeiramente com os vendilhões do Templo.
Seriam os "Mercados"???

Se eram... talvez ainda possa acontecer um milagre...

Anónimo disse...

fez-me rir!...
se calhar hoje o judas até era considerado honesto pelos nossos políticos...
um abraço,
lb/zia

Maria disse...

Fez-me rir,a bom rir...Haja quem ainda consegue fazer humo...
Bjs.
Maria

Helena Oneto disse...

Querida Helena,

Um pouco de humor faz sempre muito bem:)!
Beijinhos

Isabel Seixas disse...

Bem pensado.

Anónimo disse...

O IVA não aumentou 10% e sim 10 pontos percentuais ou seja 76%, será que é assim tão difícil fazer contas?
Um exemplo eu tenho um restaurante de peixe, na compra pago 6% na devolução ao estado 23%, vinho na compra 13% na devolução 23%, pergunto como podemos sobreviver a isto?
Há certa gente que não sabe o que diz e depois dizem asneiras pois estão armados em intelectuais.
É bom ter tempo para a família não é? Claro que sim, alguns esquecem se que nos trabalhamos muitas vezes 16,17, 18 horas seguidas e não temos fins de semana, nem feriados, nem pontes, etc e para quê?
Para nos dizerem que nos roubamos o estado, ou até coisas piores, pelo menos tenham vergonha de enchovalhar a nossa classe.
Sou a favor do controlo a fuga aos impostos, precisamente para não andarmos uns a pagar para os outros, mas nunca com esta carga fiscal!
Falam em brincar, em humor, sinceramente como se pode brincar quando estão postos de trabalho em jogo, vidas inteiras de trabalho e etc....
Por favor respeito!