terça-feira, 3 de julho de 2012

Os magos da bola de cristal...



Uma economista próxima de Nouriel Roubini, tido como o primeiro a prever a crise financeira de 2008, disse hoje que há "uma probabilidade de 85 por cento" de a Grécia e Portugal saírem do euro.

E que tal uma bolinha de cristal e um tarot para estes verdadeiros génios das previsões do futuro?!

HSC

13 comentários:

Vânia disse...

Alguém pode prever a saída de Portugal do Novo Acordo Ortográfico, por favor.

Eu e a Língua de Camões agradecemos.

Observador disse...

Penso que Megan Greene não andará longe da verdade.

Pelo andar da carruagem...

relogio.de.corda disse...

Vânia, gostei do seu comentário!

Anónimo disse...

Essa economista genial revelou a percentagem de probabilidade, num estudo profundo e original, sem bola de cristal e tudo!
Apoiou-se no seu mestre, Nouriel Roubini,que em cerca de 2006 predisse uma provavel saida da G. e Portugal do euro.
De resto, com os jornalistas a baralhar as cartas nem precisamos de tarot.
Lena Lara

Anónimo disse...

Chegamos ao expoente maximo da nossa maneira de pensar... a falta de cultura adicionada a um "eleitor" pouco informado pôs Portugal como sendo o pior aluno da Classe Europa.
Solução ? Sim, é claro que ha: - Uma Constituição Europeia e uma Federação de estados Europeus.

Vânia disse...

Obrigada, relógio.de.corda!

Raúl Mesquita disse...

Seria péssimo na conjuntura (palavra horrível - não consigo pensar noutra) actual, Cara Helena, julgo. Nós a cunhar moeda sobre quê? Nem o mar é nosso. Lembro-me de quem o vendeu… Com um Governo independente (i.e., sem medo dos grandalhões) talvez o tal ouro e o velho urânio…, mas não acredito.

Um litro de feijão a 5.000$00! Etc.

Mas não creio que saiam. Mostraria uma Europa fraca e a Alemanha não quer porque iria reflectir-se nela a imagem, through the looking glass.

Ou então proponho um $ (dólar) europeu, rasca, sim, que Sterling ficará sempre à margem, sob a patente dos Saxe-Coburg and Gothe Battenberg (vulgus, Windsor).

Raúl.

Raúl Mesquita disse...

ERRATA:

and Gotha

Anónimo disse...

Vânia,eu também estou de acordo!O problema é que os governantes não sabem Língua Portuguesa!Os "acordos"servem,também,para encobrir a ignorância deles...Dos que fazem o curso ao Domingo...e dos que fazem 35 com 2!!!...Não há economista que resista a tanta lição de Economia!A umbridade,já se traz da barriga da mãe.

Silenciosamente ouvindo... disse...

O tempo dará a resposta. Faltará
muito, não sei.Quem sabe?
Bj.Irene Alves

ves disse...

A ver pela foto, parece-me mais credível a percentagem de 85% de proximidade dos economistas, do que a probabilidade de 85% de a Grécia e Portugal saírem do euro.

Alguém andará a ganhar muito dinheiro à custa dos palpites destes economistas e jornalistas de serviço..., ou não???

Bj

ves

ezacatela disse...

ok... depois de ver, ver e ouvir tanto disparate sobre a crise, e debaixo da minha rasa ignorância... Para quando uma agência de rating europeia, que saiba avaliar cada um dos países da UE, sem se basear na maldita da especulação americana?? Ninguém me tira da ideia que "algo" há, e que interessa aos "yankes" fazer um "dumping" que favoreça alguns interesses... sei lá! Não foram eles que faliram os maiores bancos do mundo?? Que raio de crâneos existem naquela malfadada "parede branca"?? Aqui também há economistas, analistas, gestores financeiros, até há mulheres!! Sim, mulheres que ganham prémios Dona Antónia! pergunto: que é que lá nos "states" sabem da Europa? Que temos edifícios antigos, que se fazem fotografias giras, os melhores costureiros estão em Paris e que se come bem. Os filhos do Tio Sam mal sabem o que fica para além das fronteiras do seu (onde residem) próprio estado, quanto mais o que avista para além das praias de Santa Mónica??? Como eu sei? aaahhh!! tenho uma história muito engraçada de um grupo de navys americanos, com o USS Eisenhower fundeado frente a uma praia espanhola e nem sabiam onde ficava a base das Lages nos Açores e a que país pertencia(que por acaso estava na sua rota)... "ò balha-me Deuse"!! Francamente, neste maremoto financeiro alguém que se ilumine caraças!!!

Maria Filomena disse...

Ezacatela,
você tem razão....sem ser alarmista,
acredito que haja um dedo americano por detrás de tudo, ainda que, cá para nós, Portugal e outros países da Europa andaram dando um passo maior do que a perna....
Concordo quando diz que os americanos não sabem muita coisa, pois há algum tempo atrás diziam que a capital do Brasil era Buenos Aires....ahahahahah

abraçosd e MF