sábado, 30 de junho de 2012

Il faut savoir

Ora aqui está uma canção que me acompanha há muitos e muitos anos, cuja letra jamais esqueci, porque considero que contém uma autêntica lição de vida, quer sejamos novos, velhos, ou assim assim.
Saber sair a tempo - dos deslizes possíveis, das amarguras eventuais, das falsas alegrias, enfim, daquilo que nos pode tornar infelizes -, é uma escola de vida e meio caminho andado se ser mais feliz. Há muito que a pratico e não me tenho dado nada mal!
Como se vê, as canções também podem ensinar-nos a viver e esta dedico-a a todos os amigos que insistem em ficar...

HSC 

11 comentários:

Gaivota Maria disse...

Obrigada por esta escolha perfeita!

Raúl Mesquita disse...

"Je t'aime… Moi non plus"

"Ça na pas d'importance"

"Il faut savoir quitter la table lorsque l'amour est desservi..."

but

"All you need is Love"

and above all

"Imagine All the People… Imagine there is no Heaven… just the blue Sky..."



Raúl.

Pôr do Sol disse...

Obrigada Querida Helena por nos fazer recordar tão belas canções e tudo o que elas nos trazem.

As canções da nossa época, pela sua qualidade, serão eternas.

Um bom fim de semana.

Jéssica Barreira disse...

Adorei! Não conhecia mas fiquei fã. Veio numa altura em que me estou a sair de cena em algumas actividades e estou a começar noutras. Sair de cena não é fácil, mas é necessário. O essencial é ver o positivo. Há sempre um lado bom. Sair com um sorriso, olhar em frente.

Beijinhos. Vou ouvir novamente antes de dormir**

Obrigada querida Helena

Vânia disse...

Il faut savoir vivre!


Parece fácil e é tão difícil...
Mas tenho aprendido consigo, Dr.ª Helena, a saber viver.

Sempre gostei de aprender com quem tem muito a ensinar e a senhora é indubitavelmente uma das grandes referências que tenho a seguir.

ves disse...

Mas saber sair a tempo, não é uma decisão nada fácil!
Antes de mais é preciso estar disponível para conseguir ler os sinais, que muitas vezes estão lá e não os queremos ver... a seguir a coragem, a inteligência e a sabedoria para o salto em frente e saber como lidar com o depois...!

Nem todos conseguem e há quem prefira continuar a fingir que vive no país da "Alice no país das maravilhas"... enfim cada um saberá de si..

Conheço bem a canção, sou muito fâ e obrigada por a ter recordado, muito bom gosto!

Um beijo grande

ves

olinda silva disse...

eheheheh ...enviei esta canção a um "amigo" quando percebi que eu devia sair de cena...
É verdade, aprende-se muito com as canções.
Um beijinho
P.S : tenho uma imagem que gostava de partilhar com a senhora, mas como ainda é segredo de estado, só posso enviar-lha se me der o seu mail. Não tem mal nenhum, só é segredo por questões de marketing. Mas quando a vi lembrei-me forçosamente da Helena ...Pelo sim pelo não aqui fica o meu mail: silva.olinda@gmail.com

MariaCaneta disse...

"(...) É preciso saber, custe o que custar
Manter a dignidade
E, apesar do que nos custe
Ir embora sem olhar pra trás (...)"

a palavra acompanha e conforta ... mas é o uso da palavra de um grupo teatral qe defende a liberdade danado um cheirinho de esperança na Palestina, que está a ser negada a Nabil Al Raee, director artístico do Teatro da Liberdade, preso em Isrel desde 6 de Junho, sem acusação formal e sujeito às maiores tortura.
...
Está a ser negado ao Povo Palestiniano saber esconder a tristeza de viver prisioneiro!

Desculpe a intromissão no seu mundo!

sandrine disse...

Ora viva minha gente Lusa.

Charles não faz parte da minha coletânea, no entanto, andei a bisbilhotar e no Platinum Collection (1983), se juntarem apenas os títulos, apenas alguns, conseguem construir frases, mensagens, pode até ser o inicio de um poema...

Larguem a imaginação, que entre numa auto-estrada sem portagens... Força

Já agora... Para quem gosta de violino deixo-vos um nome David Garret

A palavra é imortal, a mensagem é imortal, a canção é imortal, as Lendas da Índia é imortal... LOGO( modus ponem ) somos imortais

Beijos e abraços

Vânia disse...

Sandrine... farei isso, pareceu-me um interessante jogo, que até me está a dar ideias numa futura carreira de professora. Partir das palavras dos títulos ou das frases e criar frases-

Obrigada pela sugestão.
Vânia

iLoveMyShoes disse...

:) também é uma canção que me acompanhou... a minha mãe ouvia constantemente. :)